Benchmarking: guia completo sobre o que é e como fazer

Já ouviu falar em benchmarking? Essa estratégia é indispensável para melhorar os resultados do seu estabelecimento. Entenda mais sobre ela aqui!

Se você já parou, em algum momento, para mapear e comparar as empresas do seu ramo, você já fez benchmarking. Essa tática de marketing ajuda a ter uma visão geral do mercado ou o histórico de uma empresa, além de ajudar a entender como o público se comporta.

Com o benchmarking você consegue aprender com a experiência de outros negócios. Isso significa que tanto as ações acertadas quanto aquelas que não deram tão certo assim podem ser mapeadas por você, a fim de identificar iniciativas possíveis para sua empresa.

Acompanhe o post para entender o conceito de benchmarking e como fazê-lo de forma eficiente!

O que é benchmarking e para que serve?

O benchmarking é a comparação de produtos, metodologias, serviços e práticas empresariais. Em sua versão mais convencional, ele é uma análise profunda das ações e estratégias das empresas que atuam no mesmo ramo que a sua ou em segmentos similares, mas não precisa ser necessariamente voltado para a concorrência.

Em suma, o benchmarking serve para aprimorar as estratégias de um negócio. Ele pode ser usado em diversas áreas, como o marketing digital e até o recrutamento de novos talentos, possibilitando, por exemplo:

  • identificar novas tendências;
  • identificar áreas que precisam de melhorias e mudanças;
  • criar um plano que auxiliará na elaboração de estratégias para colocar a empresa no caminho do sucesso.

Quais os tipos de benchmarking?

O benchmarking interno é recomendado em reuniões de departamentos, filiais-modelos e outros setores da empresa. Ele consiste em uma análise que tem como foco o próprio negócio: parte de um comparativo das métricas dos períodos anteriores. O objetivo, nesse caso, é observar os melhores desempenhos e incentivar a troca de experiências entre as equipes.

O benchmarking competitivo é a versão tradicional — a famosa análise de concorrentes. O objetivo é encontrar diferenciais para que sua empresa atraia a atenção do público e supere a concorrência.

Já o benchmarking cooperativo consiste em uma parceria entre duas ou mais empresas, a fim de compartilhar informações sobre seus processos. É comum ver grandes empresas fazerem isso, permitindo que outros empreendimentos conheçam seus métodos.

O benchmarking funcional ou genérico é semelhante ao competitivo, mas a comparação pode ser feita entre empresas de segmentos diferentes. Ele considera duas ou mais empresas e analisa os processos de trabalho desses negócios.

Quais os benefícios de fazer benchmarking?

O benchmarking ajuda a melhorar processos e obter esclarecimentos valiosos para o desenvolvimento de ações mais eficientes e que geram realmente resultados no marketing para restaurantes, lanchonetes, bares e afins, mas os benefícios não são apenas esses. Entre as principais vantagens que ele oferece, é possível citar:

  • a identificação de pontos de melhoria;
  • a análise detalhada da abordagem atual da empresa;
  • a identificação de ações de sucesso de empresas experientes;
  • a identificação de novas tendências que ajudam o negócio a se destacar.

Como fazer benchmarking?

Para fazer um benchmarking, a pesquisa é uma etapa fundamental — e uma das mais trabalhosas. Mas vale a pena dedicar-se a fazer um bom planejamento, para que todas as etapas seguintes sejam feitas com eficiência.

Planejamento

O planejamento ajudará você a entender a real situação da sua empresa, apontando os principais gargalos. Feito isso, você saberá identificar quais dados deverá coletar, evitando erros e a coleta de informações desnecessárias.

Coleta de dados

Os dados precisam ser divididos em primários, aqueles que serão coletados com seus parceiros; e secundários, que serão extraídos de pesquisas realizadas em bibliotecas, internet ou outras fontes.

Você pode buscar entender quais as marcas de bebidas oferecidas nos estabelecimentos concorrentes, como é o atendimento ao público, se eles recorrem a recursos tecnológicos para otimizar seus processos, quais promoções fizeram mais sucesso etc.

Com esses dados em mãos, será mais fácil identificar os pontos fortes de cada concorrente ou parceiro e, então, entender em quais pontos a sua empresa precisa melhorar.

Análise

Essa etapa permitirá a adoção de abordagens bem estruturadas para entender melhor os dados coletados. É importante ter calma e se concentrar para analisar todas as informações obtidas, reunindo a equipe para ajudar se necessário.

No momento da análise você deverá interpretar todas as informações coletadas nas etapas anteriores. Então, busque aplicar os conhecimentos à realidade do seu negócio e seus clientes, buscando uma compreensão sobre o que pode ser factível ou não na sua realidade.

Adaptação e melhorias

Entenda o seu cenário e adapte o que for necessário. Esse é o momento de rever até mesmo estratégias mais tradicionais da empresa e, se preciso, fazer mudanças.

Nesse momento, também é necessário conversar com seus colaboradores para entenderem a importância das mudanças e se adaptem a elas.

Percebeu o quanto o benchmarking pode ajudar a aprimorar as estratégias do seu negócio? A análise detalhada da concorrência e de empresas parceiras ajudará a otimizar seus processos e tornar a rotina empresarial mais eficiente. Com um marketing estratégico, seus resultados podem decolar!

Tudo pronto para dar mais um passo importante na estratégia do seu negócio? Aproveite e confira 5 passos essenciais para suas ações de marketing digital.

Por iFood

Por iFood

4 respostas

  1. Olá, tudo bem?

    Eu me chamo Juliana Rosa, trabalho e faço beleza em um empresa maravilhosa que se chama Grupo Boticário, dentro da VP de Operações, na área de Facilities.

    Estou procurando grandes empresas para possibilidade de fazer bench, eu cuido atualmente de gestão de salas e eventos, mas eu e minha equipe estamos com muitas ideias para expandir essa frente, e nada melhor que um super bate-papo inloco para abrir mais ainda as nossas mentes.

    Eu moro em Curitiba, e estarei em SP nos dias 18 e 19 de outubro, gostaria muito de aproveitar meu deslocamento para conhecer o trabalho do time de Facilities em outras organizações.

    Conseguimos agendar essa visita? Como funciona?
    Obrigada.

    1. Oi Ju, tudo bem? Mande um direct para nosso Instagram (@ifoodparaparceiros) que vamos conversar melhor, beleza? ?

  2. Olá, Ifood! Sou CS (Customer Success) na empresa em que trabalho. Sou muito fã do atendimento ao cliente de vocês e gsotaria muito de fazer um bench com o time de CS (atendimento ao cliente de vocês). Ficaria muito feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções