Contratar cozinheiro profissional: confira 4 dicas para obter sucesso!

Separamos algumas dicas para ajudar a contratar um cozinheiro profissional que contribua para o crescimento do seu negócio. Confira!

Gestores e proprietários de restaurante precisam montar uma equipe qualificada e competente para o mais adequado funcionamento dos serviços. Ao contratar cozinheiro é comum surgir a dúvida se é melhor escolher alguém com pouca experiência ou um cozinheiro profissional.

Caso você esteja com esse dilema, saiba que o profissional de cozinha agrega muito no funcionamento de seu negócio. Além de ser competente para preparar e montar vários tipos de pratos, o cozinheiro profissional conhece todos os utensílios de uma cozinha e é capacitado para ajudar na organização do serviço.

Você precisa contratar cozinheiro profissional, mas tem dúvidas sobre como selecionar a pessoa ideal? Preparamos 4 dicas que vão ajudar você a fazer a escolha certa. Confira!

1. Tenha clareza do profissional que você procura

A primeira dica ao contratar cozinheiro profissional é definir qual é o tipo de habilidade necessária que você espera do funcionário. O profissional contratado precisa estar alinhado às expectativas do negócio. Assim, é preciso listar quais são os conhecimentos mais importantes para a função e só depois avaliar o currículo dos candidatos.

Você precisa contratar alguém que tenha, pelo menos, o conhecimento necessário para exercer a função com maestria. Um bom cozinheiro deve ter conhecimento dos utensílios utilizados, bem como da manutenção e do armazenamento de ingredientes e, claro, da combinação de sabores e modo de preparo dos alimentos. Conhecer o essencial é o que se espera de um profissional qualificado.

[rock-convert-cta id=”5224″]

Após definido o perfil do cozinheiro profissional ideal, é hora de selecionar aqueles que combinam mais com o perfil do seu estabelecimento.

2. Avalie o currículo profissional

Com a análise do currículo profissional, você já consegue selecionar e desconsiderar candidatos para a vaga. Assim, a avaliação das informações de formação e de experiência é fundamental na contratação de qualquer funcionário.

Avalie as experiências da pessoa candidata à vaga de cozinheiro e se elas agregam ao trabalho que será exercido em seu restaurante. Caso o candidato já tenha trabalhado em outros estabelecimentos com a mesma proposta do seu, considere como um diferencial.

A formação do cozinheiro profissional deve ser analisada com cautela. Quanto mais se estuda, mais conhecimento se dispõe. Um candidato com cursos no currículo pode apresentar um grande diferencial.

Para selecionar um profissional com base em seu currículo, antes de uma entrevista, cheque as referências do cozinheiro profissional. Se possível, verifique com os empregadores anteriores como foi a experiência do candidato enquanto funcionário. Uma boa indicação pode ajudar você na tomada de decisão.

3. Entenda as expectativas do candidato

Na hora da entrevista, pergunte ao candidato o que ele espera a longo e médio prazo. Saber os objetivos do profissional é essencial para avaliar sua adequação com a empresa. O ideal é contratar um profissional que tenha um objetivo a longo prazo no seu restaurante.

Também é preciso falar o que espera do candidato. As expectativas precisam ser expostas de ambos os lados, de maneira transparente.

É interessante também ter uma conversa sincera sobre expectativas — fale sobre salário, apresente o espaço de trabalho, compartilhe o volume de demandas e mostre um pouco da equipe. Esse é o momento certo para verificar se os ideais do candidato e do restaurante são os mesmos.

4. Considere as habilidades mais importantes ao contratar cozinheiro profissional

Para contratar um cozinheiro profissional é importante considerar as habilidades para a função. Mesmo que a pessoa candidata à vaga tenha um currículo impressionante, vale observar se ela sabe trabalhar em equipe, por exemplo, para evitar futuras dores de cabeça.

Pensando nisso, reunimos habilidades essenciais para analisar nesse momento. Veja só!

Observe a autorresponsabilidade

A pessoa para exercer a vaga de cozinheiro profissional precisa assumir uma postura de responsabilidade. É esperado que ela saiba qual é a sua função no restaurante e lide bem com desafios e situações inesperadas que possam acontecer.

Um colaborador autorresponsável é aquele que entende suas responsabilidades e reconhece os seus erros. Ter essa habilidade é essencial na hora de solucionar problemas e na convivência no ambiente de trabalho.

Veja como o candidato lida com trabalho em equipe

Trabalhar bem em equipe é essencial para lidar com os demais colegas. Isso permite que o fluxo de trabalho seja mais colaborativo e amigável. Por isso, faça perguntas ao candidato sobre situações em que ele precisou trabalhar em equipe e como foi a experiência.

Observe também se o profissional é receptivo a feedbacks. Considere contratar uma pessoa disposta a ouvir e desenvolver a partir das contribuições de clientes e colegas de trabalho.

Considere se o candidato sabe trabalhar sob pressão

O fluxo de trabalho na cozinha passa por dias de alto volume de demandas e muita pressão. Os pedidos não param de chegar e a comida precisa ser entregue ao cliente saborosa, na temperatura ideal e em tempo hábil. Entenda se o candidato está realmente preparado para momentos de pressão.

Faça um teste e veja como ele lida com imprevistos, com os erros e como ele monitora o tempo e as etapas de preparo dos pratos. Ter controle da cozinha é uma habilidade necessária para um bom cozinheiro profissional.

Preste atenção na capacidade de concentração do candidato

Para lidar com a pressão da cozinha, concentração é uma habilidade essencial. Ao cozinhar, o profissional precisa atentar à atividade para que nada dê errado. Mesmo que precise receber pedidos e conversar com a equipe, o cozinheiro profissional não deve deixar de lado o que está fazendo.

Treine e capacite o funcionário

Considere que dificilmente você encontrará um profissional totalmente preparado para as especificidades do seu cardápio. O ideal é que você aprimore e treine o funcionário com os seus conhecimentos para que a pessoa selecionada para a vaga esteja cada vez mais alinhada às necessidades do restaurante.

Não existem profissionais perfeitos, mas qualquer candidato disposto a aprender é uma excelente opção.

A contratação de um funcionário é sempre um desafio para os restaurantes empregadores. Um cozinheiro profissional competente, vale dizer, influencia de maneira direta nos ganhos do negócio.

Além de uma boa aquisição para a equipe, é conveniente continuar a investir na qualificação do profissional após contratar o cozinheiro, sempre pensando no crescimento e na otimização do restaurante. O maior beneficiado em ter uma equipe engajada, é você!

Aproveite e assine a newsletter para receber conteúdos como este em seu e-mail!

Por iFood

Por iFood

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery