Aprenda a técnica food porn para caprichar nas fotos de comida

Inove nos anúncios do seu estabelecimento. Invista na estratégia do food porn e conquiste muito mais clientes!

Já ouviu falar sobre a técnica food porn (ou pronografia alimentar, em tradução livre)? O termo, que ganhou força nos Estados Unidos e se espalhou globalmente no início da última década, se popularizou nos setores de marketing e publicidade — o que não é à toa.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Ele diz respeito à produção de imagens que vão muito além de simples registros de divulgação de comidas para bares, restaurantes, bistrôs, padarias etc.

São fotos com destaque para alimentos visualmente atraentes e/ou mesas postas com abundância de pratos. Além disso, elas contam com cores vívidas, iluminação centralizada e elementos gráficos que reforçam a ideia de ingredientes frescos e nutritivos. Ou seja, são de encher os olhos e incitar nas pessoas, em níveis emocional e cognitivo, o desejo de comer.

Neste post, trouxemos algumas dicas de como se inspirar nessa tendência e ter anúncios irresistíveis para o cardápio digital e físico do seu estabelecimento. Acompanhe!

Desperte os estímulos sensoriais

Use recursos que causem estímulos sensoriais visuais, despertem memórias, provoquem o apetite e passem a sensação de “comida irresistível”. Por exemplo, ao capturar imagens de sanduíches, mostre o queijo derretendo. Ao fotografar sucos e bebidas geladas, dê um enfoque nas gotículas de água escorrendo pela embalagem dos produtos.

Conte com equipamentos de qualidade

Ao fazer fotografia de comida no estilo food porn, tenha em mente que a qualidade visual deve ser priorizada. Por isso, não abra mão de usar câmeras fotográficas e acessórios (como flash, lentes e estabilizador) para fazer os registros.

Esteja atento à iluminação

A técnica food porn exige boa iluminação. Ou seja, com brilho das cores elevado, contraste acentuado e poucas sombras, a fim de tornar as fotografias desse estilo bem memorável.

Explore os diferentes ângulos

Evite fazer fotos sempre pela mesma perspectiva. O ideal é explorar ao máximo diferentes ângulos do alimento. Em particular, quando se trata de uma refeição completa, um combo de lanche ou um mix de bebidas. Isso traz mais riqueza de detalhes para os registros.

Invista em vídeos

Além de fotos de refeições, você pode produzir vídeos curtos com elas. Ainda mais quando o foco é publicar esse material na internet. Esse é um recurso muito útil para mostrar aspectos que não conseguem ser passados 100% em imagens, como crocância, maciez e consistência. Além, é claro, de permite a visualização da de alimentos e refeições sendo mastigados e saboreados, o que traz mais estímulos sensoriais.

Explore as texturas

Use texturas presentes em toalhas de mesa, guardanapos, embalagens e afins para fazer contraste com as cores dos alimentos, destacando-os ainda mais nas imagens.

Tenha criatividade

Explore os registros da comida não apenas quando estão servidos. Também é interessante fotografar os ingredientes, o processo de preparo e, inclusive, compartilhar formas diferentes de consumo de determinados pratos suculentos.

Viu só como o food porn pode ser utilizado como uma estratégia para melhorar a divulgação dos seus produtos, aumentando a capacidade de atrair e captar novos clientes? Portanto, inspire-se nele, principalmente para a publicidade nas redes sociais, como Instagram e TikTok, em que fotos e vídeos são o foco dos conteúdos.

Por fim, você pode contratar fotógrafos com experiência nesse tipo de produção de imagem. O trabalho de alguém da área aumenta a qualidade dos registros e o alinhamento estético com essa técnica. Caso não consiga, você pode optar por fazer as imagens você mesmo, o que também pode trazer resultados bastante satisfatorios. É como diz a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel):

“Temos hoje à disposição inúmeros equipamentos que podemos usar para fazer boas fotos. O celular hoje é, sem dúvida, um bom equipamento para fazer fotos, mas não substitui um profissional. Vale também investir em um bom profissional de fotografia da sua região”.

Aproveite a temática do post e emende com a leitura do nosso e-book exclusivo sobre como divulgar negócios de alimentação!

Author picture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar