Restaurante em shopping vale a pena? Entenda

Quer abrir um restaurante em shopping? Antes, entenda as características desse modelo de negócio e saiba se vale a pena investir.
7 Min
restaurante em shopping

Muitos gestores de comércios alimentícios sonham com uma loja física instalada em um ponto que ofereça segurança e grande visibilidade da marca. Nesse sentido, ter um restaurante em shopping é uma opção bastante atrativa.

Mesmo com os pontos positivos, colocar esse plano em ação exige cuidados que englobam desde a preparação de um plano de negócio até o estudo das regras específicas de cada shopping center. Além disso, é preciso considerar os custos.

Continue a leitura e entenda se um restaurante em shopping vale a pena!

Como funciona a praça de alimentação em um shopping?

A praça de alimentação é o ponto físico que reúne a maioria dos estabelecimentos alimentícios. Embora possam existir restaurantes e lanchonetes em outras partes do shopping, é na praça que os comércios de alimentos realmente vendem mais.

Quais são os prós e contras de ter um restaurante em shopping?

Antes de tudo, os empreendedores precisam pesquisar informações sobre o histórico daquele shopping. Conversar com outros proprietários de lojas próximas àquele ponto é uma excelente ideia.

Entre os prós, está a possibilidade de estar em um ponto movimentado, com um grande tráfego de pessoas.

Também será possível aproveitar eventos que atraem público para o shopping, como para assistir jogos de futebol nas telonas, datas comemorativas, liquidações e shows na praça de eventos, principalmente em feriados e fins de semana.

Outro ponto positivo é a segurança, pois esses estabelecimentos são mais protegidos que lojas e comércios na rua. Já entre os contras, estão algumas particularidades que só existem em shoppings.

Uma delas é a cobrança de “luva”, um termo bastante utilizado entre lojistas. É uma taxa paga ao proprietário do ponto onde o comércio se instalará. Embora seja quitada em uma única vez, ela costuma ser cara, exigindo um grande investimento inicial.

Além da luva, é preciso considerar a cobrança de aluguel, que pode estar atrelada às vendas e à posição do comércio no shopping. Assim, quanto maior a visibilidade, mais cara será a ocupação.

Qual o valor de aluguel de loja em shopping?

Esse valor depende de fatores como a localização do shopping, a cidade, a visibilidade e o tamanho do empreendimento. Como existem quiosques, lojas e espaços de diferentes tamanhos e estruturas, há uma variedade de valores e oportunidades de negócios que podem ser instalados no local. Em geral, o valor do metro quadrado pode ser de aproximadamente 3 mil reais.

Quando vale a pena esse investimento?

Vale muito a pena se os proprietários tiverem os recursos necessários para garantir os custos de funcionamento no início do empreendimento. Além disso, grande circulação de pessoas é um atrativo natural.

O grande tráfego de pessoas pode ser bastante efetivo caso sua estratégia de negócio almeje construir autoridade de marca. Assim, você tem um ponto de contato físico, em uma área com grande fluxo de pessoas, para apresentar seus produtos.

Como funciona o delivery de um restaurante de shopping?

Tecnicamente, não há restrições para o oferecimento de delivery, estabelecidas por órgãos de regulação, mas é importante checar as regras do shopping no qual você queira operar.

No entanto, os gestores precisam equilibrar as duas funções: servir comida no próprio estabelecimento e preparar os pedidos para serem entregues. Será preciso ter pessoal na cozinha e agilidade para atender a essa demanda dupla.

Inclusive, alguns shoppings contam com o serviço de Delivery Center, que atua junto ao iFood para agilizar as entregas de restaurantes. Nesse caso, há um contêiner que funciona como um espaço dedicado a profissionais que levarão os produtos até os compradores.

Agora que você conheceu as principais informações e os prós e contras do funcionamento de restaurante em shopping, já tem informações para decidir se o investimento realmente vale a pena. Um dos pontos positivos é a visibilidade e a grande movimentação de pessoas, mas os custos devem ser bem planejados.

Para deixar as suas estratégias comerciais mais precisas, saiba como estruturar um plano de negócio!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

17/05/2024

Desvendando o ciclo do pedido: etapas, como medir e desafios

16/05/2024

À la carte: o que é, como funciona e dicas essenciais

15/05/2024

Negócios lucrativos: quais são e como garantir sucesso?