Código Cest: o que é, tabela e como encontrá-lo!

Código CEST, NCM, notas fiscais... São muitos os conceitos para gerenciar um estabelecimento, mas este post pode ajudar. Confira!

O código CEST é uma obrigação que os estabelecimentos devem cumprir para estar de acordo com o Fisco. Por meio dele, o governo padroniza os produtos sujeitos à cobrança do ICMS e ao regime de substituição tributária.

Caso você venda alguma das mercadorias com o CEST, saiba que existe a obrigação de informar o código em todas as suas notas fiscais. Porém, com tantos detalhes, exigências e números, é comum ter dificuldades para entender sobre o assunto.

Pensando nisso, este post foi preparado para esclarecer as principais informações sobre o código CEST. Acompanhe!

O que é o código CEST?

“CEST” é a sigla para “Código Especificador da Substituição Tributária”. Esse código é usado para identificar as mercadorias passíveis de sujeição à Substituição Tributária e antecipação de ICMS — Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.

Para saber se um produto se encaixa nessa categoria, os empreendedores podem consultar a tabela CEST, instituída pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ) e por meio do Convênio ICMS 92/2015.

Por que o código CEST foi criado?

O CEST foi criado com o intuito de padronizar as categorias de produtos sujeitos à substituição tributária.

Na prática, o governo criou o código para facilitar a verificação da MVA (Margem de Valor Agregado) de cada produto pelo Fisco, já que essa métrica é usada para calcular o ICMS. Assim, as diferenças entre as alíquotas ficam menores.

É importante ressaltar que, com a padronização que o código CEST proporciona para as categorias de produtos e com a facilidade em verificar o MVA de cada item, o empreendedor consegue melhorar a gestão financeira do seu estabelecimento.

Quem deve usar o código CEST?

O CEST precisa ser usado por todos os contribuintes do ICMS, optantes ou não pelo Simples Nacional. O código deve ser utilizado sempre que uma mercadoria se encaixar no Convênio ICMS 142/2018, um documento que abrange todos os produtos que precisam citar o CEST na Nota Fiscal.

O que é a tabela CEST?

É uma tabela em que constam a quantidade de itens, o número do CEST, a descrição e o código NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul). Para utilizar a tabela e encontrar o CEST, é necessário localizar o NCM completo do seu item e saber qual CEST o descreve da melhor forma, caso exista mais de um CEST para o NCM consultado.

Caso o NCM completo não seja encontrado, você deve pesquisar apenas pela primeira parte, com os 4 primeiros dígitos. A descrição do código é o aspecto mais importante na sua consulta.

O que é NCM?

Para uma boa gestão empresarial, entender o que é NCM é necessário. Esse código é responsável por identificar as mercadorias que se deslocam entre os países do Mercosul, além de definir as alíquotas de impostos de exportação e importação.

O NCM também é usado pelos Fiscos estaduais para fazer a definição de ICMS dos itens, a aplicação da substituição tributária e isenções e reduções de impostos de produtos.

Agora que você já conhece melhor o código CEST, fica muito mais fácil evitar custos extras e problemas contábeis no seu estabelecimento. Caso tenha dúvidas sobre como incluir essa informação nas notas fiscais, é importante entrar em contato com um contador.

Quer ver mais um conteúdo relevante? Aproveite a visita e entenda o que é e como construir o planejamento estratégico para o seu negócio!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery