Conciliação financeira no iFood: veja como funciona

Você sabe o que é e como fazer a conciliação financeira no iFood? Essa atividade é primordial para o sucesso financeiro de um negócio.

Realizar a conciliação financeira é uma das formas mais eficazes de compreender as finanças e a contabilidade da sua empresa. Esta verificação regular, que permite identificar todos os recebimentos e pagamentos, é crucial para manter um controle financeiro rigoroso.

Apesar de sua relevância, muitos líderes empresariais ainda desconsideram essa prática. Isso pode levar à escassez de recursos para as operações cotidianas ou para atender às obrigações financeiras.

Prossiga com a leitura para descobrir mais sobre o que é a conciliação financeira, sua relevância e como implementá-la em seu negócio!

O que é preciso para fazer a conciliação financeira no iFood?

Para fazer a conciliação no iFood, você precisa ter acesso aos dados financeiros e aos eventos faturáveis. Aqui está o que você precisa saber sobre esses eventos:

  • venda: tudo que é relativo a venda de um pedido;
  • cancelamento total/parcial: pedidos com algum tipo de cancelamento;
  • ressarcimentos: pedidos cancelados e ressarcidos ao parceiro;
  • ocorrência de venda: ocorrências de débito ou crédito geradas para um pedido;
  • fechamento: informações relativas ao fechamento financeiro, IR por exemplo;
  • cobranças de taxas: taxas cobradas relativas a um determinado pedido;
  • cobranças de frete: valor de frete cobrado referente a entrega de um pedido;
  • comissão: valor de comissão cobrado em cima de um pedido;
  • ocorrência avulsa: ocorrência de débito ou crédito gerada para aquela competência;
  • retenção: valores devidos ao iFood que são retidos no repasse;
  • carregamento de saldo devedor: saldo devedor carregado de outros meses, que não foi possível reter, saldo insuficiente de repasse;
  • processamento manual: qualquer ajuste necessário de processamento manual.

Onde conseguir os dados para fazer a conciliação financeira no iFood?

Existem 2 formas de acessar os dados para fazer a conciliação financeira:
1. Baixando os relatórios através do Portal do Parceiro;
2. Via  API (integração via API’s Financeira);  Para isso, é necessário que seu sistema de conciliação solicite o token de acesso. A versão mais atual da API financeira é a V3, que possui duas APIs principais:

  • /merchants/{merchantId}/reconciliation: permite obter todas as informações necessárias para a conciliação financeira em um único arquivo;
  • /merchants/{merchantId}/settlements: permite validar os repasses realizados ao parceiro, registros de recebíveis, boletos e cobranças.

É importante lembrar que a documentação completa das APIs está disponível no Portal Developer iFood.

Como fazer aintegração dos dados via API?

Loja parceira, para realizar a conciliação financeira via API, você precisa ter um sistema de integração, seja próprio ou de alguma empresa que forneça esse serviço.  E para começar a utilizar a API, a sua integradora deve solicitar um token de acesso no Portal Developer, abrindo um chamado. Esse token concede acesso às APIs necessárias para obter os dados fundamentais para a conciliação financeira.

Após a solicitação do token, a equipe de PX integrações entrará em contato com o parceiro ou integradora para iniciar o processo de integração e testes. 

Vale ressaltar que, devido à natureza dos dados financeiros consumidos das APIs são os dados reais que , na Financial API V3 temos um arquivo de homologação; e na V2 são os dados de produção com o parceiro.

O Portal Developer é um espaço destinado aos usuários das Merchant APIs, onde podem encontrar a documentação técnica e conceitual de todas as APIs do iFood. 

Por meio dessa documentação, o parceiro ou integradora pode entender os conceitos básicos para realizar uma venda e, por fim, chegar à etapa de conciliação financeira.

Como funciona a conciliação financeira no iFood?

Na conciliação financeira iFood, o processo pode ser facilitado por meio de APIs (Interface de Programação de Aplicações), que permitem a integração entre os sistemas financeiros do iFood e das lojas parceiras. 

Essa integração automatizada ajuda a reconciliar as transações financeiras registradas no iFood com os registros bancários dos parceiros, garantindo maior precisão e agilidade no processo.

Para integrar a conciliação financeira ao seu sistema, é possível acessar a documentação técnica fornecida pelo iFood, que oferece orientações detalhadas sobre como configurar e utilizar as APIs disponíveis. 

Além disso, o suporte técnico do iFood está disponível para auxiliar os parceiros durante o processo de integração, deixando a experiência mais suave e sem complicações.

Quais os tipos de conciliação financeira no iFood?

Agora que entendemos como acessar e integrar os dados, vamos falar sobre os tipos de conciliação bancária. Existem duas formas principais. Confira abaixo! 

1. Conciliação por competência

Neste tipo de conciliação, você precisa buscar todos os eventos faturáveis daquela competência, ou seja, do mês em que o faturamento ocorreu. Por exemplo, se uma venda foi realizada em 10/09/2023, ela pertence à competência do mês 09/2023

Este pedido pode ser repassado no mesmo mês da competência ou nos meses seguintes, dependendo do tipo de plano de repasse do merchant, e também leva em consideração eventos ocorridos, como cancelamentos.

Exemplo: Um pedido full service ocorreu em 25/09/2023 e sua competência é 09/2023. Portanto, estaria contido em um repasse realizado no mês de outubro/2023. Para calcular o valor a receber por este pedido, você somaria todos os valores das colunas, resultando em R$ 44,89.

conciliação financeira

2. Conciliação por repasse

Neste método, é possível realizar a conciliação com base nos repasses. Para cada repasse, é gerado um ID de título que é registrado em cada evento faturado. Isso permite a identificação dos eventos que compõem aquele repasse. 

É importante ressaltar que os eventos faturáveis são os mesmos já descritos anteriormente. Mas afinal, o que é apuração? As apurações ocorrem semanalmente, ou seja, os pedidos realizados dentro de uma semana, contando de segunda a domingo, são apurados na próxima segunda-feira

Essa apuração semanal serve como base para a geração de um novo repasse. Por exemplo, um pedido possui o ID de um título, ou seja, de um repasse. Para calcular o valor a ser recebido por aquele pedido, é necessário somar e subtrair todos os eventos faturáveis daquele pedido

conciliação financeira

A conciliação financeira é um processo indispensável para o sucesso contábil e financeiro de um estabelecimento, independentemente do seu porte e segmento. Por isso, não deixe de seguir as dicas para garantir resultados mais precisos e seguros. Afinal, dinheiro bem administrado garante a sobrevivência do negócio.

Potencialize seus conhecimentos sobre gerenciamento empresarial. Conheça 8 passos essenciais para o sucesso da gestão financeira de restaurantes.

Por Pedro Camargo

Por Pedro Camargo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar