Saiba o que é DDA e como funciona o Débito Direto Autorizado!

Débito Direto Autorizado ou DDA: conheça esse serviço agora mesmo e saiba como ele pode ser útil na gestão das suas finanças!

O DDA ainda não é uma funcionalidade muito popular. Entretanto, é uma ótima ferramenta quando o assunto é automatizar os pagamentos dos boletos e contribuir com a organização financeira do negócio.

Nessa modalidade parecida com o débito automático, você consegue fazer seus pagamentos com apenas alguns cliques e sem precisar digitar o código de barras. É uma modalidade de pagamento inovadora que veio para ajudar na gestão financeira de estabelecimentos.

Continue a leitura para entender melhor como funciona e como ativar o DDA no seu negócio!

O que é DDA?

O DDA, ou Débito Direto Autorizado, é um sistema de pagamento de contas que permite a automatização de boletos. Com ele, é possível visualizar todos os boletos que estão registrados no seu CNPJ ou CPF, o que dispensa e necessidade de lidar com papeladas e minimiza as chances de esquecimento.

Criada em 2009 pela FEBRAN (Federação Nacional dos Bancos), a ferramenta garante maior controle da situação financeira do seu negócio, o que contribui com a gestão empresarial.

Como funciona?

As cobranças são enviadas à instituição bancária no qual o empreendedor tem sua conta e, após isso, ele pode visualizar, no site ou aplicativo, todas as contas a pagar e os débitos daquele mês.

Assim que o usuário identificar as cobranças, pode realizar o pagamento na própria plataforma da instituição, indicando a liberação para débito. Vale ressaltar que, no DDA, é necessário que você libere o pagamento, diferentemente do débito automático.

Atualmente, essa funcionalidade é disponibilizada pela maioria das instituições financeiras. Porém, ela precisa ser ativada.

Quais as diferenças entre débito automático e DDA?

Enquanto o débito automático não precisa de qualquer ação uma vez que você o ativa, o Débito Direto Autorizado tem esse nome porque sempre necessita da autorização do usuário.

Então, enquanto no débito automático o valor é debitado mensalmente de forma espontânea, no DDA, o usuário é apenas notificado sobre os boletos que aparecem para seu CPF ou CNPJ e pode visualizá-los facilmente. No entanto, precisa autorizar o pagamento sempre.

Quais contas podem ser pagas pelo DDA?

Alguns serviços não podem ser pagos com esse sistema, como contas de celular, internet, luz, gás e água, além de impostos.

Entre os serviços que podem ser pagos por meio do Débito Direto Autorizado, estão:

  • aluguel;
  • plano de saúde;
  • academia;
  • mensalidades de escola e faculdade.

Como ativar o DDA para estabelecimentos alimentícios?

Para aproveitar as vantagens dessa funcionalidade na sua gestão de restaurante ou outro tipo de estabelecimento alimentício, procure, primeiramente, saber se esse serviço é oferecido pela instituição financeira em que você tem sua conta. Se sim, você pode seguir para a ativação.

Na maioria das vezes, o usuário consegue cadastrar a ferramenta no Internet banking ou celular. Em outros casos, é preciso falar diretamente com o gerente. Após isso, você receberá a notificação sobre os boletos enviados no seu CNPJ ou CPF. Normalmente, não são cobradas taxas, mas pode existir uma limitação no número mensal de pagamentos.

O DDA é uma funcionalidade que pode simplificar suas finanças por centralizar pagamentos pendentes e permitir que eles sejam quitados de forma simples e ágil, o que também otimiza seu tempo. É uma forma prática e segura de cuidar das suas obrigações financeiras e evitar esquecimentos, e vale a pena testar esse recurso.

Aproveite a visita ao blog e entenda já o que é e como construir o planejamento estratégico do seu negócio!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

22/04/2024

Como montar um restaurante pequeno? Confira 8 passos

20/04/2024

Como calcular a margem de contribuição do seu negócio?

19/04/2024

Qual a diferença entre lucro presumido e lucro real? Descubra!

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery