Dia do Macarrão: confira as curiosidades dessa data

Quando é comemorado o Dia do Macarrão? Quando surgiu a data e quais países a celebram? Leia o post para entender.

Profissionais de comércios alimentícios gostam de explorar a criatividade e desenvolver novos pratos e combinações. No entanto, para o estabelecimento se dar bem no mercado, nada melhor do que apostar também em opções mais tradicionais. Uma delas é tão amada e popular que ganhou até a sua própria data: o Dia do Macarrão.

O alimento é um dos preferidos dos brasileiros e pode ser complementado com diversos acompanhamentos, como carnes, frutos-do-mar e molhos variados.

Confira o post para entender o que é o Dia do Macarrão, curiosidades sobre o alimento e descobrir como explorar essa data!

Quando é o Dia do Macarrão?

O Dia Mundial do Macarrão é comemorado no dia 25 de outubro. A data especial existe desde 1995, quando ocorreu a primeira edição do Congresso Mundial da Pasta, em Roma, que reuniu os principais fabricantes do mundo. No Brasil, a celebração ocorre desde 2014.

Depois, outros países aderiram ao calendário, como Estados Unidos, Turquia, México, Alemanha e Venezuela. Contudo, só algumas poucas nações rivalizam com o Brasil quando o assunto é consumo e produção de macarrão.

De acordo com uma pesquisa de 2019 da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi), cada brasileiro consome aproximadamente 6 kg de macarrão por ano, e a iguaria está em 99,3% das casas do país.

Em relação ao consumo, o campeão, como se pode imaginar, é a Itália: de acordo com o estudo, o consumo pode chegar a 25,3 kg por pessoa no país da bota — mais de três vezes o consumo brasileiro.

Como foi a invenção do macarrão?

A origem exata do alimento ainda é cercada de mistério. Afinal, há registros de consumos de massas similares, que podem ter evoluído para uma versão bem parecida com o macarrão atual, em civilizações muito antigas, como os povos assírios e babilônicos.

Outros relatos indicam que o macarrão foi criado em 2.500 a.C., quando agricultores descobriram que conseguiam moer cereais e misturá-los com água para obter uma pasta que poderia ser cozida ou assada.

O trigo, um dos principais ingredientes na composição do macarrão, é originalmente asiático. Por isso, a versão mais famosa da disseminação do alimento é a de que o aventureiro italiano Marco Polo teria trazido a iguaria da China, no século XIII.

De lá, ele trouxe uma mistura de farinha e água com formato de espaguete, como é conhecido o alimento hoje em dia. Até mesmo por conta do aventureiro, os italianos se tornaram os maiores difusores e consumidores do macarrão.

Qual é o maior produtor de macarrão do mundo?

O fato de o Congresso Mundial de Macarrão ter ocorrido em Roma já oferece uma dica sobre a resposta. A Itália lidera o ranking, seguida pelos Estados Unidos. No país europeu, as massas são tão populares que é possível encontrar mais de 500 tipos diferentes.

Por muito tempo, somente as elites do país europeu tinham acesso ao alimento. No início, a massa era produzida de forma rudimentar, com as pessoas esmagando os grãos de farinha com os pés.

Muito tempo depois, o rei Francesco I exigiu normas de higiene mais rigorosas para a produção do alimento. Surgiram as prensas hidráulicas, que ampliaram a fabricação das massas e possibilitarem que o macarrão se espalhasse pela Europa, com a expansão marítima, por volta de 1800.

O surgimento de mais de 500 tipos de massas só foi possível devido à engenhosidade dos italianos com a incorporação da farinha de grano duro. Nas décadas seguintes, a versatilidade no preparo se espalhou para o mundo.

Qual é a produção de massas no Brasil?

Os italianos que migraram para o Brasil no século XIX trouxeram a massa para cá. Pela facilidade do preparo, do baixo custo e, óbvio, pelo sabor delicioso, não demorou muito para que ela fosse assimilada por aqui e introduzida nos hábitos alimentares dos brasileiros.

Não à toa, o Brasil é o terceiro maior produtor mundial de macarrão, logo após os Estados Unidos, de acordo com o estudo da Organização Mundial de Pasta (IPO).

Conforme o levantamento da Abimapi, as massas secas são as preferidas dos brasileiros, respondendo por cerca de 81% do consumo no país. Alguns exemplos dessa modalidade são:

  • tradicional;
  • sêmola;
  • integral;
  • grano duro;
  • com ovos.

Depois das secas, a preferência nacional é pelas instantâneas, com um percentual de 14,7. As massas frescas fecham a lista das favoritas dos brasileiros, com 4%.

Como os estabelecimentos brasileiros podem explorar a data?

Como o estudo da Abimapi deixou bem claro, brasileiros estão entre as pessoas que mais consomem a massa no mundo. Os estabelecimentos podem explorar essa preferência no marketing estratégico do negócio, uma vez que consumidores não vão faltar.

E o Dia do Macarrão é uma ótima oportunidade para isso, já que dá um motivo especial para se falar do tema, contar curiosidades sobre a iguaria, criar promoções especiais e anunciar novos sabores no cardápio. Tudo isso pode ser bastante trabalhado no marketing digital.

Um ponto interessante é que o macarrão é versátil: pode ser oferecido em versões mais simples, como parte de um PF (prato feito), com preço acessível, ou em versões mais rebuscadas e com um valor agregado maior. Profissionais de cozinha podem exercer a criatividade na hora de misturar a massa com complementos diversos.

Outra abordagem que pode ser explorada por comércios alimentícios é a de que o macarrão não é necessariamente um inimigo das dietas. Conforme o depoimento de uma nutricionista em uma matéria do G1, 100 gramas do alimento cozido têm a mesma quantidade de carboidratos que uma banana.

Assim, estabelecimentos que apostam em uma alimentação balanceada podem evitar molhos gordurosos para acompanhar as massas. Uma dica interessante é incluir uma proteína para reduzir o impacto do carboidrato.

Do mesmo modo, evitar servi-lo junto com pães é uma boa ideia, já que os dois são carboidratos e a combinação pode não ser bem recebida por quem segue dietas. Para estabelecimentos que queiram se destacar como referências de comidas leves, essas dicas podem ser incorporadas ao marketing do restaurante.

O Dia do Macarrão é uma data que pode ser muito útil para a divulgação do estabelecimento alimentício e a identidade do negócio. Além disso, como visto, ele é um alimento adorado e consumido com regularidade no Brasil, o que torna o público em potencial bastante amplo.

Além de levar em conta essas interessantes oportunidades de marketing, baixe as planilhas de gestão gratuitas para complementar as suas estratégias de negócio!

Por iFood

Por iFood

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar