Entenda o que é persona e confira dicas para criar a sua!

Confira os principais pontos sobre o conceito de persona e como ela pode ser útil ao seu estabelecimento!

Se você já se aprofundou em estratégias de marketing, já deve ter ouvido falar em persona. Também deve ter percebido que esse conceito nem sempre fica claro e, às vezes, pode ser confundido com a ideia de público-alvo.

Existem diversos tipos de persona que podem ser explorados, a fim de garantir máximo aproveitamento nas estratégias. Além disso, a partir de uma compreensão mais aprofundada, você evita o desperdício de recursos nos seus investimentos em marketing.

Continue a leitura para entender o conceito de persona e sua importância!

O que é persona?

Uma persona, em seu sentido mais comum — o de buyer persona (persona do comprador) —, é uma representação semi-ficcional do cliente ideal para determinado empreendimento. Na criação dela, são considerados aspectos como idade, estilo de vida, motivações, demandas, necessidades, hábitos, desejos, comportamentos e dificuldades. Também é interessante dar um nome à persona.

Trata-se de um recurso que serve para garantir que posts e campanhas publicitárias, por exemplo, tenham uma linguagem que atraia o público certo, mais propenso a se identificar com a solução que você oferece e, então, avançar para a próxima etapa da jornada de compra.

O uso desse recurso faz parte de um marketing estratégico. Com base em dados, cria-se um perfil completo e realista do cliente ideal, em prol de investir em ações com maior potencial de entregar bons resultados.

Qual é sua importância para os estabelecimentos do ramo alimentício?

A persona contribui para a criação de estratégias efetivas e acertadas em um negócio. No marketing para restaurantes e outros estabelecimentos alimentícios, isso implica entender o que realmente gera valor para o cliente e quais são as decisões mais alinhadas a esses desejos, com maior chance de ampliar o número de pedidos.

Por exemplo, a partir de uma boa criação desse elemento, uma hamburgueria pode descobrir que o cliente ideal prefere pedir delivery aos finais de semana. A partir disso, a pessoa gestora do estabelecimento pode criar promoções específicas para essa situação.

Um bar pode constatar que há uma preferência por cervejas artesanais e incluir essa informação em uma persona. A partir disso, pode focar em fotos e descrições de cervejas artesanais em seus posts no Instagram.

A importância da persona está tanto na maximização dos resultados como na minimização de erros. Além de garantir mais pedidos, ela ajuda a evitar que os recursos sejam direcionados de forma equivocada e aumentar o retorno sobre os investimentos.

Quais os principais tipos de persona?

A buyer persona é o principal tipo abordado no marketing. No entanto, existem outros tipos de persona que podem compor a estratégia empresarial. Entre eles se destacam:

  • proto persona: versão inicial da buyer persona, criada a partir da visão interna do empreendimento, podendo não ser completamente realista;
  • brand persona: personificação da empresa, desenvolvida para representar a marca — como se ela fosse uma pessoa;
  • audience persona: voltada para identificar o perfil dos usuários que consomem conteúdos corporativos online e torná-los mais atrativos.

Como criar uma persona para o seu negócio?

A criação da persona começa pela coleta de dados. Pesquisas quantitativas e qualitativas, entrevistas e a observação dos comportamentos do público no ambiente virtual são alguns exemplos de fontes. 

Em seguida, é preciso analisar tudo isso em busca de padrões, como características e hábitos em comum. Quando se trata de grandes volumes, ferramentas tecnológicas específicas para a análise dos dados obtidos agilizam o processo e asseguram a exatidão dos resultados.

Quais as diferenças entre persona e público-alvo?

Persona e público-alvo não são sinônimos. A principal diferença é o primeiro ser mais específico, enquanto o segundo é mais abrangente, contemplando um grupo variado de potenciais clientes.

Além disso, o público-alvo é um recorte demográfico, cuja maior utilidade ocorre na fase desenvolvimento do negócio ou de produtos. Já a persona é mais interessante para o marketing, segmentando e aprofundando os perfis a fim de guiar aspectos como linguagem e abordagem.

Dominar a ideia de persona é fundamental para que você alcance a clientela certa de forma eficaz. Ela é um recurso que pode ser especialmente explorado no marketing digital, e vale a pena aplicar os conceitos do tema.

Para aprender muito mais, baixe gratuitamente um guia completo de marketing!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

09/12/2023

Culinária Nordestina: 9 pratos típicos da região

08/12/2023

Culinária Argentina: 5 pratos surpreendentes

07/12/2023

6 tipos de clientes que todo negócio tem

Precisa de um apoio nas suas ações de marketing?

Baixe o e-book gratuito e saiba como trabalhar o marketing no seu negócio!

aprenda sobre marketing
Confira os ganhadores

Feijoada da Vó

SÃO PAULO - SP

Dubai Shawarmas

NAVEGANTES - SC

Delícias do Pará

CAMPO GRANDE - MS

Duque Lanches

RIBEIRÃO DAS NEVES - MG

Via Sabores Restaurante

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP

Holiebitu'z

MACAÉ - RJ

Akajé - Acarajé Alagoano

MACEIÓ - AL

Deo Salgados

SUMARÉ - SP

Casa do Yakisoba

PARACAMBI - RJ

Viih e Naty Gourmet

PIRACICABA - SP

Açaí da Felicidade - Barra do Ceará

FORTALEZA - CE

The Point Paulista e Pastéis

NATAL - RN

Rancho 26 - Pizzas, Hambúrgueres e Açaí

DUQUE DE CAXIAS - RJ

Sorveteria da Vila

GUARULHOS - SP

Dom Bolo

VIÇOSA - MG

Nuuhh Ki Delicia Açaiteria

UBERLÂNDIA - MG

Açaí Chefe

CASCAVEL - PR

Cookie Coffee Belém

BELÉM - PA

Shams - Shopping

BARRETOS - SP

Dall'alto Doceria

CAMPINAS - SP