Cozinha sustentável: o que é e por que investir?

Quais aspectos tornam uma cozinha sustentável? Limitam-se ao modo de preparar a comida? Descubra tudo aqui!

Não é de hoje que a sustentabilidade tem conquistado cada vez mais espaço na rotina das pessoas. Desde o uso de energia até a comida que se produz, essa tendência está transformando nossa forma de pensar e se relacionar com o mundo. A própria Organização das Nações Unidas adotou, como um de seus objetivos, proteger o planeta e um dos passos inevitáveis para chegar a esse ponto é a prática da sustentabilidade — que pode começar na cozinha.

Já ouviu falar no conceito de cozinha sustentável? Ele aponta para formas mais conscientes e planejadas de comer, especialmente quando o alimento é consumido fora de casa, em restaurantes. Isso porque a demanda às vezes pode ser grande e o cliente, exigente.

Se interessou pelo assunto? Então, continue a leitura e entenda mais sobre o tema a seguir!

O que é cozinha sustentável?

Segundo o Food and Agriculture Organization the United Nations, nosso país é um dos que mais desperdiça alimentos no mundo. Todo ano, cerca de 35% do que é produzido por aqui é descartado. E isso começa já no supermercado. É que alguns alimentos são escolhidos no lugar de outros, devido a uma condição desfavorável.

O conceito de cozinha sustentável nasceu justamente por considerar que, por haver má distribuição de comida no planeta, as pessoas precisam consumi-la de maneira mais consciente, sem desperdício e sem gerar resíduos com embalagens, por exemplo. Há diversos meios de fazer isso e impactar o mundo positivamente.

O principal objetivo da cozinha sustentável é promover a conscientização, fazendo com que sejam repensados não só hábitos pessoais, mas toda a cadeia de produção alimentar. Essa mudança ajudaria a preservar o meio ambiente por reduzir os impactos ao aproveitar os recursos com mais prudência e, por fim, gerar menos desperdício.

Nos restaurantes, onde o preparo é acelerado e potencializado, evitar a geração e acúmulo de resíduos é uma preocupação ainda maior. Andar de mãos dadas com a sustentabilidade é um meio para se tornar relevante socialmente e contribuir de forma positiva para o futuro.

Foi com essa proposta que o iFood criou seu programa ambiental, iFood Regenera, que tem o objetivo de acabar com a poluição plástica das operações de delivery e eliminar sua emissão de carbono até 2025.

Como investir em uma cozinha sustentável?

A cozinha sustentável não se limita à forma de cozinhar. Alguns aspectos devem ser considerados e colocados em prática com hábitos sustentáveis. Como exemplo, podemos citar a administração e compra de alimentos, o meio de guardá-los e a limpeza do local de preparo.

A seguir, separamos algumas dicas para você. Confira!

Invista em produtos orgânicos

O consumo de produtos orgânicos não é bom somente para o seu organismo: é o ideal para o meio ambiente também. O Brasil é um dos países que mais usa agroquímicos e isso impacta negativamente na fauna e flora locais.

Por isso, se possível, compre alimentos orgânicos. Além de serem mais saudáveis por serem livres de processos prejudiciais de produção, este também é um meio de apoiar pequenos agricultores e movimentar a economia.

Dê preferência a embalagens biodegradáveis

A relevância do plástico é inegável. Ele está presente em incontáveis materiais que usamos em nossa rotina — e continuará presente por milhões de anos, já que é um componente cuja degradação completa exige séculos. Então, que tal substituí-lo por opções biodegradáveis? Hoje, você já pode contar com uma série de variações de um mesmo objeto, porém, em materiais que vão se decompor com menos tempo e maior facilidade.

Há meios de impactar seu cliente nesse processo também, substituindo as embalagens e canudos tradicionais pelos de papel. Esteticamente, são mais atrativos e até personalizáveis, o que pode agregar a experiência do seu consumidor, reforçando sua preocupação com a sustentabilidade do negócio.

Valorize o que já tem na geladeira

Alguns alimentos estão há vários dias na geladeira? Para não perdê-los, você pode pegá-los e incrementar uma receita do seu restaurante ou fazer um agrado ao cliente, enviando um item extra ou aumentando os ingredientes de um prato.

Se você tem dificuldades para planejar o uso dos alimentos, busque ser mais eficiente na hora de comprá-los ou organizar sua rotina de pedidos, definindo as quantidades de acordo com cada dia da semana e variações na demanda. Assim, se precisar descartar alguma verdura, por exemplo, será uma exceção e não uma regra.

Use produtos de marcas amigas do meio ambiente

Depois da produção, chega a temida hora da limpeza. Quais produtos de higiene você tem na cozinha? Uma ótima oportunidade de ser sustentável é adquirir produtos de marcas que sejam amigas do meio ambiente, utilizando os que não tem petrolatos na composição, por exemplo.

Alguns desses produtos são extremamente tóxicos e podem piorar a condição dos ralos da sua pia. Dê preferência aos que são biodegradáveis e naturais.

Utilize bicicletas — além de motos — para realizar suas entregas

Motos e bicicletas elétricas já são uma realidade para quem precisa de serviço de entrega. Esses transportes não emitem gases poluentes para a atmosfera (só em 2020 foram mais de 120 mil toneladas).

Em alguns estados, o iFood tem parcerias com a Tembici e a Voltz, empresas igualmente comprometidas a assegurar um tráfego menos prejudicial ao meio ambiente, com a produção e aluguel de motos e bicicletas elétricas. A ideia é que nossos entregadores parceiros também se engajem nesse propósito, entendendo sua relevância para o futuro do planeta.

Vale a pena investir em uma cozinha sustentável?

Estamos vivendo uma era em que o consumidor não considera apenas o preço de um produto. Tão importante quanto gastar, é saber se a marca por trás do que está consumindo pensa no futuro e como pode contribuir para preservá-lo. É o que confirma a pesquisa realizada pela Marketing Union + Webster.

Portanto, se você é um empreendedor, investir em uma cozinha sustentável pode favorecer sua reputação no mercado e contar positivamente para seus clientes. Por isso, é preciso adotar práticas, mesmo que simples, que fortaleçam a causa e demonstrem essa importância. O iFood Shop, inclusive, pode ser seu parceiro na compra de insumos e embalagens mais sustentáveis.

Está cada vez mais comum que as empresas incluam valores que respeitem a biodiversidade em suas identidades corporativas. Além disso, elas buscam incorporar regras que prezam pela sustentabilidade e economia.

Tópicos como esses deixam claro que ser sustentável também pode contribuir para economizar recursos. Quando se trata de um negócio, isso se torna uma oportunidade de investimento em outros produtos e planejamentos.

As vantagens em investir em uma cozinha sustentável são muitas, mas vale a pena citar: 

  • diminuição da emissão de gases poluentes;
  • estímulo à agricultura local e ao consumo de alimentos mais saudáveis;
  • proteção da fauna e flora nacional.

Lembre-se que tais recursos são finitos e precisam da ajuda humana para continuarem existindo. É por meio de iniciativas como a cozinha sustentável que tornamos práticas de apoio ao meio ambiente mais relevantes e significativas para o futuro. Empreendedores do ramo de alimentação devem levantar bandeiras como a da cozinha sustentável.

Conseguiu aprender mais sobre cozinha sustentável? Então, que tal assinar nossa newsletter para receber outros conteúdos do nosso blog em primeira mão?

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

19/05/2024

Promoção de vendas: 5 dicas para o seu sucesso