Lanches naturais: as melhores dicas para preparar

Confira ótimas dicas para incluir lanches naturais no cardápio e conquistar um diferencial para o seu estabelecimento!

Existem diversas maneiras de atrair clientes para o seu negócio, e incluir lanche natural no cardápio é um exemplo disso. Além de ser uma opção mais saudável para a alimentação do dia a dia, esse prato se encaixa em diferentes tipos de preferências e necessidades alimentares.

A boa notícia é que você pode se inspirar em algumas receitas para garantir que suas vendas aumentem e o seu estabelecimento se torne um sucesso nas entregas. Para isso, uma excelente estratégia é diversificar o cardápio de lanches naturais.

Neste post, a nutricionista Renata Nogueira traz algumas dicas de como preparar lanches naturais para vender. Continue a leitura e saiba como caprichar no cardápio!

Como criar receitas de lanches naturais?

O primeiro passo é encontrar receitas saborosas para fazer parte do seu cardápio. “O equilíbrio nutricional é a base da criação de lanches naturais. Isso significa que esses lanches devem fornecer uma variedade de nutrientes essenciais para o corpo”, ressalta Renata.

Priorizar o valor nutricional do prato vai ser um atrativo e tanto para o seu negócio! Afinal, esse é um dos motivos pelos quais as pessoas optam por consumir um lanche natural, em vez de uma receita com mais embutidos, gorduras e açúcares.

“A inclusão de proteínas de alta qualidade em lanches naturais pode ser alcançada por meio de ingredientes como carnes magras, frango, peixe, ovos, laticínios com baixo teor de gordura, legumes e leguminosas, como feijão, lentilhas e grão-de-bico”, complementa a nutricionista.

Junto a isso, caprichar na inclusão de carboidratos complexos, gorduras saudáveis, fibras, vitaminas e minerais vai ser a chave para encontrar a receita perfeita de lanches naturais para servir no seu estabelecimento. Com uma pitada de criatividade e um bom conhecimento sobre os ingredientes nutritivos, é possível encontrar excelentes combinações.

Por que usar ingredientes frescos e orgânicos?

Ao planejar fazer lanche natural para vender, é interessante dar preferência a produtos frescos e orgânicos. Com isso, é possível apresentar aos clientes ainda mais opções para uma alimentação saudável e segura.

Renata Nogueira destaca também: “ingredientes frescos e colhidos maduros têm um sabor mais intenso. Ao contrário de produtos processados, eles não são afetados por pesticidas ou produtos químicos que possam interferir no paladar. Isso garante que os lanches tenham um sabor mais natural e verdadeiro”.

Além disso, incluir mais ingredientes frescos às receitas vai garantir um valor nutricional superior. Assim, os clientes podem consumir mais vitaminas, minerais e antioxidantes.

Até mesmo a textura e a consistência são benefícios proporcionados pelos produtos orgânicos e frescos. Esse pode ser o diferencial da sua culinária, uma vez que alimentos processados perdem uma parte essencial da experiência de consumo.

É importante também prestar atenção nas possibilidades de montar um cardápio sazonal. A nutricionista traz mais uma dica: “utilizar ingredientes da estação, que estão em seu auge de frescor, é uma prática que garante os melhores sabores. Além disso, os ingredientes sazonais costumam ser mais acessíveis e econômicos, o que é benéfico tanto para os negócios quanto para os clientes.”.

É por isso que vale a pena priorizar frutas vermelhas, como morangos, tomates e pêssegos, nas estações de primavera e verão. Já durante os períodos de frio, como no inverno e no outono, maçãs, cítricos, abóboras e couves apresentam sabores únicos e suculentos.

Agora, para garantir comida natural para o ano todo, vale a pena incluir grãos, leguminosas, ervas e especiarias que nascem em qualquer estação nas suas receitas. Dessa maneira, é possível criar pratos complexos e saborosos, que podem ser servidos em qualquer época.

Como oferecer opções veganas e sem glúten?

Para aprimorar o cardápio, é uma boa ideia incluir receita de lanche natural para almoço vegano, por exemplo, e pratos sem glúten. Desse modo, o seu negócio consegue alcançar o público com restrição ou preferências alimentares.

“Para criar lanches veganos, substitua proteínas animais por opções vegetais.”, cita Nogueira. A lista é imensa de alternativas para não usar nenhum produto com origem animal, como:

  • tofu;
  • tempeh;
  • seitan;
  • leguminosas (feijão, lentilhas, grão-de-bico);
  • proteínas vegetais em pó, como proteína de ervilha, proteína de arroz.

Se a dúvida, então, é como fazer lanche natural para vender sem a presença de ovos, saiba que você pode usar alternativas veganas, que incluem purê de maçã, bananas, chia, linhaça ou produtos comerciais à base de plantas. O que não faltam são opções no mercado que atendam às necessidades nutricionais e de sabor, sem mencionar a possibilidade de reaproveitamento de alimentos.

Ao pensar em receitas sem glúten para pessoas com restrição alimentar, doença celíaca e demais condições. Renata orienta com algumas dicas, como “substitua grãos que contêm glúten, como trigo, cevada e centeio, por opções sem glúten, como arroz, quinoa, aveia certificada sem glúten e farinhas alternativas, como farinha de amêndoa, farinha de coco ou farinha de arroz”.

Nesse momento, é importante também observar se os molhos, temperos e condimentos estão livres de glúten ou de produtos animais. Por isso, leia atentamente os rótulos e a lista de ingredientes dos alimentos usados nas receitas.

Quais os benefícios dos lanches naturais?

Saber como fazer lanche natural para vender traz uma série de benefícios para o estabelecimento. Inclusive, esse conhecimento ajuda a promover a alimentação saudável e a adoção de práticas mais sustentáveis, como o uso de alimentos orgânicos e frescos.

Além disso, ao tomar essa decisão, o seu estabelecimento pode desfrutar de vantagens como:

  • fidelização de clientes;
  • reconhecimento no setor;
  • variedade no cardápio;
  • receitas criativas e saborosas;
  • diferenciais competitivos;
  • atenção às mais diversas necessidades alimentares.

Como fazer a apresentação dos lanches naturais?

Para caprichar nas vendas, nada melhor do que providenciar uma apresentação que desperte o apetite dos clientes. A aparência do prato serve até mesmo para garantir fotos mais bonitas e aumentar os pedidos para entrega.

Ao trabalhar com produtos frescos e orgânicos, você consegue fazer um lanche natural simples com apresentação atrativa, que dá água na boca. Para isso, basta aproveitar o formato dos alimentos e brincar com os cortes.

Uma fatia de tomate sobre o pão ou o uso de ervas frescas para finalizar os lanches, por exemplo, são detalhes simples, mas que tornam a apresentação dos pratos mais interessante. O importante é deixar a criatividade se soltar para testar novas opções que agradem aos clientes.

Incluir diferentes tipos de receita de lanche natural no cardápio pode ser o que o seu negócio precisa para conquistar um público cada vez mais atento à necessidade de uma alimentação saudável. Assim, o seu estabelecimento conquista clientes fiéis e é reconhecido pelos bons valores nutricionais dos pratos.

Aproveite a oportunidade e confira excelentes estratégias para a divulgação de comida saudável!

Author picture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

17/05/2024

Desvendando o ciclo do pedido: etapas, como medir e desafios

16/05/2024

À la carte: o que é, como funciona e dicas essenciais

15/05/2024

Negócios lucrativos: quais são e como garantir sucesso?