5 passos para trabalhar com um cardápio sazonal

O cardápio sazonal ajuda a aumentar a clientela e a reduzir os custos com insumos. Veja 5 dicas imperdíveis para criar o seu!

O cardápio sazonal certamente é uma tendência para ficar de olho em 2023, mas existem outras que merecem sua atenção.

Você sabia que este post faz parte de uma trilha de conteúdos sobre tendências deste ano? Confira a sequência completa:

  1. Reducitarianismo: entenda o movimento
  2. Restaurantes pet-friendly: 6 dicas para otimizar o espaço
  3. 6 dicas para um ambiente instagramável
  4. 5 passos para trabalhar com um cardápio sazonal
  5. Drinks engarrafados: conheça essa tendência!

Agora, confira as dicas sobre cardápios sazonais!

Elaborar um cardápio sazonal permite que você inclua receitas deliciosas e criativas no repertório do seu estabelecimento, que se adaptem às diferentes épocas do ano. Além de surpreender clientes novos e antigos, isso evita que o lucro seja afetado com o aumento do preço de insumos que estejam fora de época.

Antes de adaptar o cardápio do seu negócio, no entanto, é fundamental fazer um bom planejamento e entender a fundo essa estratégia, bem como o que significa, de fato, um cardápio sazonal. Só assim será possível encantar os clientes com os itens oferecidos e conciliar isso com uma gestão de estoque otimizada.

Continue a leitura para entender o que é um cardápio sazonal e como implementá-lo no seu negócio!

O que é um cardápio sazonal?

A sazonalidade, basicamente, diz respeito às mudanças trazidas pela troca de estações e pelos eventos atrelados a momentos do ano. Logo, um cardápio sazonal é aquele que se adapta a esses marcos e transformações esperados ao longo do ano.

No setor alimentar, um bom exemplo disso é a existência de épocas mais propícias para obter determinados legumes, frutas e verduras. É natural que, em períodos específicos, alguns alimentos específicos tenham um custo menor e maior qualidade em termos de sabor, aparência e valor nutritivo.

Um cardápio sazonal acompanha esses períodos, alterando as opções disponíveis com base em fatores momentâneos. Além de questões relativas ao cultivo e à colheita, as alternâncias podem estar de acordo com o aumento do consumo de certos itens em períodos específicos.

Por exemplo, na Páscoa e nos dias próximos a ela, há um aumento na demanda por chocolate. Já no verão, é comum que as pessoas procurem mais por itens refrescantes, como sorvetes.

Como montar um cardápio sazonal? Veja 5 passos

Elaborar um cardápio sazonal vai além de entender o que ele é, como funciona e quais fatores vão nortear as mudanças — como o preço da matéria-prima ou a demanda de datas festivas.

Para essa tarefa, você precisa ter criatividade, organização e atenção aos detalhes, além de seguir alguns passos. Confira 5 pontos importantes a seguir!

1. Crie em conjunto os cardápios para diferentes épocas

Na hora de criar os cardápios, a dica é elaborar todos eles com antecedência para os diferentes períodos sazonais. Montá-los em conjunto faz com que você tenha uma visão mais ampla sobre as variações dos itens no decorrer do ano.

Ao pensar nos cardápios de verão, inverno, Natal e Dia dos Namorados, por exemplo, você pode programar em detalhes o que vai adaptar ou substituir. Isso permite pesquisar antes os itens que serão usados no preparo e a melhor época para comprá-los. É um passo importante, também, para evitar que o cardápio perca a identidade do seu negócio com as mudanças.

2. Garanta uma correlação entre os itens

Vale ressaltar que não basta elaborar um modelo de cardápio sazonal com uma grande diversidade de itens acrescentados ao acaso. Da entrada à sobremesa, o ideal é que eles harmonizem entre si, o que vai garantir opções mais equilibradas para os clientes.

Para que isso seja possível, procure sempre investir em uma combinação de texturas, sabores, aromas e apresentação que façam sentido para o paladar, a visão e o olfato do público. Porém, mesmo quando se trata de itens servidos em ocasiões específicas, tome cuidado para não fugir do conceito do seu estabelecimento.

3. Mantenha as principais opções sempre

Apesar das mudanças que passam a fazer parte do cardápio para acompanhar as sazonalidades, as principais opções não devem ficar de fora. Ou seja, não é preciso criar um menu completamente diferente — apenas acrescentar opções especiais, além de talvez remover aquelas que se tornam menos interessantes em certos momentos.

Uma boa ideia nesse sentido é oferecer uma nova roupagem dos itens tradicionais. Isso certamente vai trazer um olhar diferenciado por parte dos clientes, além da oportunidade de surpreender os paladares mais curiosos.

Se um restaurante oferece fondues com queijos no cardápio principal, por exemplo, basta incluir a versão doce — com chocolate — para comemorar o Dia dos Namorados. O sucesso é garantido. Na gastronomia italiana, além da macarronada tradicional, que tal acrescentar uma saborosa salada de macarrão como opção para o verão? 

4. Prepare o seu estoque

Não são apenas as datas mais conhecidas do calendário, como o Dia das Mães, o Natal e a Páscoa, que podem ser comemoradas com um cardápio especial. Também é possível se preparar para celebrar o Dia do Hambúrguer, o Dia do Macarrão e o Dia do Sorvete, por exemplo.

Seja qual for a ocasião, planejar o estoque com antecedência é fundamental para aproveitar as melhores oportunidades no decorrer do ano. Esse cuidado também vai permitir planejar bem as receitas e garantir a demanda das edições limitadas, evitando prejuízos.

Nesse sentido, estudar as alternativas com antecedência é fundamental. Assim, será possível preparar o estoque com tranquilidade e contar com todos os ingredientes necessários, de acordo com a safra.

Frutas, legumes e verduras de época, por exemplo, podem ser adquiridos pelos melhores preços, proporcionando economia, mais sabor e frescor. Já alimentos como pescados podem ser congelados em grandes quantidades para armazenamento, sendo necessário avaliar, antes, a capacidade do freezer ou da câmara fria.

5. Faça uma divulgação estratégica

Após compor o seu cardápio sazonal, é hora de comunicar as alterações para o seu público. A divulgação dos novos itens deve ser feita de forma estratégica, instigando o público a saborear as novidades. Nesse sentido, é preciso definir o momento certo para apresentar o menu especial nas redes sociais e no aplicativo de entregas, se for o caso.

Aposte também em outras formas de divulgação, como um cardápio digital comemorativo, ou invista em um banner para apresentar os itens. Vale destacar que é preciso divulgar com certa antecedência, para que as pessoas tenham tempo de amadurecer a ideia de ir ao seu estabelecimento ou pedir entrega para conhecer as novas opções.

Criar um cardápio sazonal é uma forma de garantir um diferencial interessante para o seu negócio. Além de surpreender e fidelizar a clientela com itens saborosos, você ainda pode economizar ao oferecer os alimentos da safra. Já os itens temáticos para datas comemorativas são perfeitos para chamar a atenção do público e impulsionar os lucros nesses momentos.

Quer continuar a se informar sobre as tendências do momento? Siga para o próximo post da trilha e entenda os drinks engarrafados!

Por iFood

Por iFood

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

19/05/2024

Promoção de vendas: 5 dicas para o seu sucesso