Modelo de cardápio: vale a pena usar e como montar um?

Você sabe quais são os principais modelos de cardápio? Leia para descobrir a melhor opção para o seu negócio!

O modelo de cardápio é muito importante para qualquer comércio do setor gastronômico. Presente em praticamente todos os estabelecimentos que servem bebidas e alimentos, essa ferramenta é muito efetiva e prática no momento de apresentar os produtos e melhorar as vendas.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Se antes os menus eram pensados apenas para as pessoas que frequentavam o estabelecimento, hoje, com o aumento do delivery, os cardápios online e digitais também estão presentes. Mas não basta considerar a modernidade: é fundamental apostar em modelos que ofereçam informações atualizadas e relevantes.

Continue a leitura para conhecer os principais modelos de cardápio e sua importância para o setor alimentício, com dicas de Taíne Hoffman, especialista em Administração de Empresas!

Vale a pena usar um modelo de cardápio?

A resposta é: sim! Taíne explica o porquê: “Primeiro, facilita para os clientes a compreensão do que está sendo oferecido, pois um layout claro e consistente ajuda as pessoas a encontrar rapidamente o que procuram”.

Ao manter a padronização do cardápio, com a mesma fonte, tamanho de texto e cores, é possível transmitir mais profissionalismo e cuidado. Sem contar que se deparar com um layout organizado, claro e coeso deixa o cliente mais confiante com o estabelecimento.

Taíne continua: “A padronização ajuda a evitar confusões e mal-entendidos sobre os pratos, preços e opções disponíveis. Isso pode levar a uma experiência de usuário mais positiva, aumentando as chances de os clientes voltarem e recomendarem o serviço a outros.”.

O que considerar para montar um cardápio simples?

Existem alguns elementos que não podem faltar em um cardápio simples para garantir o sucesso de vendas. “Primeiro, as descrições dos pratos devem ser claras e precisas, com detalhes sobre ingredientes e possíveis alergênicos. Fotos de alta qualidade são essenciais para atrair a atenção dos clientes, enquanto preços claros e competitivos evitam surpresas desagradáveis.”, diz Taíne.

Além disso, conte com uma organização lógica do cardápio. Assim, só de bater o olho, o cliente sabe onde procurar o que deseja. Além disso, nunca se esqueça de incluir opções para as mais diferentes necessidades alimentares, visando ampliar o alcance do negócio.

Manter o cardápio atualizado evita frustrações, e um design atraente e coerente com a identidade da marca melhora a percepção do seu estabelecimento.”, lembra Taíne.

Como fazer um cardápio atrativo?

Não importa se você deseja aprender como fazer um modelo de cardápio para lanchonete, restaurante ou bar — é importante ter em mente a importância de criar uma apresentação bonita, capaz de atrair a atenção dos clientes para o seu negócio.

Ao se tratar de um delivery, por exemplo, o seu cardápio digital pode ser a primeira impressão que o cliente terá da sua marca — e, como sabemos, a primeira impressão é a que fica.

Use imagens de alta qualidade

Invista em fotos de qualidade dos seus pratos. As imagens devem ser nítidas e atrativas, de modo que os clientes visualizem e sintam vontade de experimentar os itens.

Organize as seções

Divida o cardápio em seções para facilitar a navegação do cliente. Organize os itens por categorias, como entradas, itens principais, sobremesas, bebidas etc.

Destaque os itens mais populares

Destaque os itens mais populares ou mais vendidos em seu cardápio, colocando-os em uma seção separada. Isso pode ajudar a impulsionar as vendas e aumentar a visibilidade desses itens.

Atualize regularmente

Lembre-se de atualizar o seu cardápio regularmente com novos itens e preços. Isso pode mostrar aos clientes que a sua marca está sempre atualizada e oferecendo novidades.

Como fazer um cardápio criativo?

Se você quer um cardápio que se destaque, criando uma experiência memorável para os clientes, é preciso pensar fora da caixa. Não sabe por onde começar? Confira alguns passos que você pode usar no seu negócio.

Use ilustrações personalizadas

Contrate um ilustrador ou designer para criar ilustrações que combinem com a identidade visual da sua marca e que destaquem os itens do seu cardápio.

Crie nomes divertidos para os itens

Dê nomes criativos para os itens do seu cardápio. Isso pode tornar a experiência do cliente mais descontraída e agradável.

Use descrições detalhadas

Ao descrever os itens, use palavras que descrevam as texturas, aromas e sabores. Isso pode ajudar os clientes a visualizar e sentir vontade de experimentar os itens.

Experimente diferentes formatos

Não precisa ser apenas um cardápio tradicional em folhas de papel. Experimente diferentes formatos, como um cardápio digital que possa ser acessado pelo cliente via aplicativo.

Como montar um cardápio no iFood?

Se você é um empreendedor do ramo da gastronomia e deseja expandir seus negócios, o iFood pode ser uma ótima opção. A melhor parte é que criar um cardápio na plataforma é muito simples.

Confira dicas de Taíne para criar seu cardápio no iFood:

  • foque em descrições dos pratos que atiçam os sentidos dos clientes;
  • coloque preços inteligentes, ofertas competitivas e combos para influenciar o valor percebido;
  • destaque pratos populares e especialidades da casa;
  • inclua opções para diferentes dietas;
  • informe os ingredientes, as porções e os tamanhos de cada produto do cardápio;
  • mantenha o cardápio enxuto e bem organizado para facilitar a escolha dos clientes;
  • defina turnos e horários de cada prato, caso você tenha itens oferecidos em dias ou períodos específicos;
  • atualize o cardápio, considerando sempre o feedback dos clientes;
  • use fotos de qualidade que tornam o prato mais apetitoso e fazem o cliente comer com os olhos.

“Utilizar o cardápio como ferramenta de marketing, integrando com promoções em redes sociais, e garantir uma experiência de usuário fluida e intuitiva em plataformas digitais, são estratégias que completam a formulação de um cardápio eficaz para impulsionar o negócio.”, finaliza Taíne.

Está pensando em dar destaque ao seu cardápio? João Barcelos, especialista em delivery e embaixador do iFood deixa a dica: ter um cardápio muito extenso no iFood não é legal. Quanto mais tempo o seu cliente demorar dentro da sua página no iFood para concluir a compra, mais risco você corre de ele se cansar, sair e comprar do seu concorrente”.

Ou seja, o segredo aqui não é tão difícil: menos é mais. João ainda ressalta que: “o ideal é ter entre 6 e 8 opções no seu cardápio”.

Outra dica importante deixada por João é: se você ver o formato do cardápio no iFood, ele vai mostrando de dois em dois (no computador, no celular etc.). Quando você tem números pares, não deixa lacunas no seu cardápio.

Ao considerar o uso de um modelo de cardápio, você pode economizar tempo e esforço. Contudo, é importante lembrar que será necessário se esforçar para obter o máximo de criatividade e originalidade.

Não sabe como começar o cardápio do seu delivery? Baixe gratuitamente o guia do iFood com o passo a passo de como montar um cardápio vencedor para o seu negócio!

Por iFood

Por iFood

2 respostas

  1. Boa tarde,

    Nos complementos de um produto do cardápio é possível configurar a quantidade máxima e mínima de complementos a serem selecionados, entretanto não é possível limitar a quantidade a ser adicionada por item. Sendo assim, se a loja configura um produto com 10 complementos e seleciona a opção de mínimo 4 itens e máximo 10, o cliente pode selecionar um único item 4 vezes, ignorando a regra de mínimo 4 itens e na realidade ele escolheu apenas um item 4 vezes. Não fazendo sentido ter um mínimo.

    1. Oi, Thales. Vamos analisar seu comentário para futuras atualizações! Sempre que tiver qualquer feedback, você pode enviar pra gente; investimos continuamente na melhoria contínua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/06/2024

Dia das Crianças: o que vender nessa data?

20/06/2024

Marketing para restaurantes: especialista mostra como começar

19/06/2024

Como funciona o Imposto de Renda MEI?