Vazamento de gás na cozinha: saiba o que fazer

Leia esse artigo e aprenda o que fazer para evitar o vazamento de gás na cozinha, como detectá-lo e o que fazer nessa situação.

O vazamento de gás é um problema sério, que pode acontecer em qualquer cozinha e ocasionar situações graves, como intoxicação, incêndio e asfixia. Por isso, é importante estar sempre alerta para evitar que isso aconteça.

Entretanto, não é necessário se assustar com o tema, afinal, existem formas de identificar vazamentos e, principalmente, evitá-los. Existem também medidas que você pode tomar caso isso aconteça. Assim, você garante a sua segurança, da equipe e dos clientes do seu estabelecimento.

Confira algumas dicas importantes para prevenir e lidar com o vazamento de gás!

Como evitar o vazamento de gás?

Primeiramente, é importante saber que o fornecimento de gás pode ser realizado de duas maneiras. Em forma de botijão, pelo gás liquefeito de petróleo (GLP) ou o gás que chega encanado por meio de tubulações, que é o gás natural (GN).

Como ambos os tipos são inflamáveis, vazamentos de gás podem ser extremamente perigosos. Para que acidentes sejam evitados, é necessário realizar a instalação adequada e sempre prestar atenção aos sinais de vazamento. Saiba como se precaver!

Verifique o estado de novos botijões

Assim que adquirir um botijão de gás novo, verifique se há algum tipo de vazamento. Caso o botijão venha com sinais de corrosão ou amassado, o correto é não aceitá-lo. Se, depois de aceitar, você reparar que há qualquer problema no item, não perca tempo: entre em contato com a distribuidora imediatamente e peça para trocar o produto.

Confira também o lacre do produto para saber se é confiável. No rótulo ou no próprio botijão, normalmente, você vai encontrar gravado o nome da distribuidora. É importante que a marca seja a mesma que consta no lacre. Caso o lacre apresente algum problema, como não ter marca, estar quebrado, ou não exista, o produto deve ser recusado ou devolvido.

Procure profissionais qualificados

Garanta que o profissional que for fazer a instalação do GN seja de confiança e que siga as normas técnicas de segurança. As principais são:

Além disso, um detalhe importante para observar é se o profissional utiliza instrumentos certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Verifique a ocorrência de vazamentos

Tenha o costume de verificar se existem vazamentos. Tanto para gás liquefeito de petróleo como para gás natural, existem métodos de checar, que serão detalhados mais adiante. Mesmo que não existam suspeitas, é bom adotar uma postura preventiva e ter o hábito de conferir ocasionalmente.

Guarde o botijão em um lugar apropriado

Por causa do produto que contém, é necessário que o botijão seja colocado em um lugar limpo e arejado, para evitar que a válvula entre em contato com sujeira. Não deixe que ele fique próximo de esgotos, ralos e caixas de gordura. O ideal é que o item fique aproximadamente a um metro e meio de distância, pelo menos, desses locais.

Além disso, o botijão não deve ficar exposto à chuva, umidade e sol. É importante também que ele não fique exposto ao vento. Isso pode fazer com que o preparo de alimentos seja mais demorado e resulte em um consumo maior de gás — ou seja, as correntes de ar podem apagar o fogo e causar vazamento.

Deixe o local arejado

Todos os riscos citados até aqui estão mais sujeitos a acontecer se a cozinha do empreendimento ficar muito fechada e criar um ambiente favorável para o acúmulo de gás. Portanto, se possível, abra as janelas e portas para que o ar circule livremente.

Como saber se o gás está vazando?

Antes tomar qualquer atitude, é fundamental detectar o vazamento do gás, seja no seu estabelecimento ou em outro lugar. A chama do fogão também pode indicar se há algo errado: ela deve ser estável e ter a cor azulada. Caso fuja desse padrão, investigue.

O famoso “cheiro de gás” também pode ser um indicativo importante de vazamento. O gás de cozinha, em si, não tem odor, na verdade. Mas são adicionadas substâncias justamente para torná-lo detectável por meio do cheiro e evitar que vazamentos passem despercebidos.

Confira mais dicas para descobrir se há ou não vazamentos.

Tubulação

Existem duas formas de identificar se o gás está vazando na tubulação. Em primeiro lugar está a avaliação profissional. Nesse caso, o técnico especializado ou engenheiro fará uma avaliação ou inspeção, verificando conectores, válvulas, mangueira e relógio.

O segundo método é o teste de estanqueidade. Ele também é feito por um profissional. Nesse caso, deve ser utilizado o manômetro. É um equipamento que tem a função de medir a quantidade de pressão nos tubos e constatar se há ou não vazamento.

Botijão

Existe um teste simples que você pode usar para detectar vazamentos em botijões de gás. Faça o seguinte:

  1. misture água com detergente em uma bucha e faça espuma;
  2. passe a espuma na mangueira e no registro, concentrando-a na região da válvula que conecta o botijão à mangueira;
  3. observe.

Se aparecerem bolhas, como se a espuma estivesse sendo soprada, é sinal de vazamento! Nesse caso, siga os procedimentos que serão apresentados a seguir.

O que fazer se o gás estiver vazando?

O vazamento de gás é algo que deve ser levado muito a sério, pois pode ocasionar acidentes graves. Para evitar isso, é crucial seguir as instruções abaixo:

  1. retire os cozinheiros e as outras pessoas do ambiente;
  2. feche a válvula que deixa o gás circulando e o registro que conduz a pressão do gás
  3. abra bem as janelas e portas para que o ar consiga circular;
  4. evite ligar ou desligar luzes ou eletrodomésticos, pois faíscas podem causar acidentes;
  5. caso a caixa de eletricidade fique fora do local, desligue-a, mas, se não for caso, não toque em nada;
  6. não acenda fósforos, isqueiros ou cigarros;
  7. chame um profissional.

Nitidamente, algumas providências imediatas devem ser tomadas. No entanto, o que vai, efetivamente, resolver o problema, é contar com ajuda profissional, seja em um ambiente residencial, seja em uma cozinha industrial.

Você pode evitar que a situação se agrave momentaneamente, mas apenas um profissional qualificado pode resolver o vazamento de gás de forma segura. Então chame, por exemplo, a distribuidora de gás de sua região para fazer uma inspeção. Em casos mais graves, chame o corpo de bombeiros.

Agora você já sabe como prevenir, identificar e resolver um vazamento de gás! Ter atenção a questões de segurança é fundamental para uma boa administração. Certamente, esse conhecimento vai ajudar a garantir a segurança do seu estabelecimento e o bom andamento da produção.

Aproveite a visita para assinar a newsletter! Basta descer para o final da página e preencher os campos. Assim, você vai receber na sua caixa de entrada as próximas novidades do blog.

Por iFood

Por iFood

Uma resposta

  1. O procedimento ideal é a realização periódica de testes de estanqueidade para assegurar a perfeita vedação dos sistemas de gás.

    Este procedimento pode ser feito por empresas especializadas ou pelo próprio empresário (ou membro da equipe).

    Dica: insira um evento recorrente (a cada 3 meses, por exemplo) na sua agenda Google para não se esquecer de fazer o teste de estanqueidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

11/07/2024

Growth Marketing: entenda como aplicar no negócio para aumentas as ...

10/07/2024

Case de sucesso: entenda como o Forno Paulista voou com o iFood

10/07/2024

Como transformar o Dia Mundial do Rock em uma oportunidade de vendas