Comfort food: conheça essa tendência

Sabe aquela vontade de comer algo que lembra a casa dos seus avós? A comfort food traz o conceito ideal para esse desejo. Saiba mais!

Comfort food é algo que lembra a casa da mãe, da tia, da avó… Ou aquela comida caseira que algum outro parente ou amigo seu faz e todos amam. Em outras palavras, esse conceito se refere a uma mistura de bem-estar e aconchego.

Esse gosto nostálgico é uma tendência que vem crescendo cada vez mais no mercado alimentício, afinal, todo mundo gosta de se lembrar da comida de casa e de momentos especiais.

Entenda como a cozinha afetiva se tornou tendência e como implementar esse conceito no seu negócio!

O que é comfort food?

O termo comfort food pode ser traduzido literalmente como “comida confortante”, mas outra versão interessante em português é “comida afetiva“. Esse conceito surgiu na década de 90 visando despertar emoções por meio de sabores, texturas, cores, formatos e aromas.

O consumo de um alimento específico, ligado a determinada ocasião, pode causar a sensação de conforto psicológico. A alimentação está diretamente associada às emoções — inclusive, muitas vezes, os sentimentos influenciam nas escolhas alimentares.

Por exemplo, muitas pessoas têm o hábito de recorrer a doces como uma maneira de compensar um dia triste, e os caldos e as sopas são reconfortantes em dias frios.

Por que a cozinha afetiva se tornou uma tendência?

Tendências, comumente, surgem conforme as necessidades do mercado. A cozinha afetiva já começava a fazer sentido quando muitos estabelecimentos perceberam que as pessoas passaram a se preocupar mais com a qualidade dos alimentos consumidos — o que fazia com que dessem preferência à comida caseira.

Mas a pandemia do Covid-19 foi um fator importante na popularização da comfort food. Afinal, se as pessoas tendem a usar a comida para se sentir reconfortadas, não é difícil imaginar a ligação entre essa modalidade de serviço alimentar e a angústia trazida pela crise mundial desse período.

Nos últimos anos, a crise sanitária causou um medo generalizado e obrigou milhares de pessoas a ficarem restritas a seus lares. Infelizmente, a solidão e o estresse provocados por esse cenário afetaram negativamente o emocional de muitas pessoas.

Nesse contexto, tornou-se comum que elas buscassem na alimentação uma maneira de aliviar todos esses sentimentos, reconectando-se com suas memórias gustativas.

Ou seja, a comfort food foi um refúgio para muita gente que buscava alívio e momentos prazerosos durante o isolamento social — contexto que também trouxe mais à tona os serviços de delivery, que continuam fortes no mercado.

Como implementar a modalidade comfort food?

Uma gestão empresarial eficiente não menospreza a importância de aproveitar novas tendências no ramo alimentício, e aderir a elas é uma excelente estratégia para aumentar as vendas no seu estabelecimento.

Quando se trata de comfort food, existem algumas oportunidades de negócio nas quais você pode investir, como abrir um delivery ou outro tipo de empreendimento que siga esse conceito. É possível montar um cardápio diversificado com diferentes opções de “comidas de conforto”, ou até mesmo um cardápio enxuto com poucas opções.

Outra ótima estratégia na gestão do seu estabelecimento é incluir no cardápio uma seção de opções que tenham esse caráter afetivo para sua clientela. Nesse sentido, é essencial conhecer bem seu público e ter dados confiáveis sobre suas preferências — por exemplo, a partir de pesquisas.

Algumas opções que podem funcionar são:

  • itens da culinária regional;
  • comidas e produtos caseiros;
  • marmitas caseiras;
  • cafés.

A modalidade comfort food é uma tendência que cresce cada vez mais. Por isso, os estabelecimentos do segmento alimentício têm muito a ganhar ao investir em alternativas que combinem com esse conceito e resgatem memórias afetivas da sua clientela.

Para continuar a se aprimorar no setor, saiba mais sobre o universo da gastronomia e os melhores cursos na área!

Por iFood

Por iFood

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções