Restaurante de comida caseira: veja como montar o seu!

A comida caseira é uma ótima opção para quem deseja entrar no ramo alimentício! Confira como montar um restaurante como esse.

Não tem como negar que a comida do tipo fast food ganhou muito espaço na alimentação das famílias. Mas ainda assim continua sendo vantajoso abrir um restaurante de comida caseira. Afinal, as pessoas têm se preocupado cada vez mais em manter uma alimentação saudável.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Cerca de 85% daqueles que comem fora de casa estão conscientes da necessidade de buscar alimentos mais nutritivos. Dessas pessoas, 51% consideram que os produtos frescos são saudáveis — e são justamente esses itens que são usados na preparação de pratos caseiros!

Sendo assim, essa é uma oportunidade de nicho para quem quer entrar no mercado da gastronomia. Neste post, você vai descobrir como montar o seu próprio bistrô de comida caseira. Confira!

Defina o local

Como você pretende montar um restaurante de comida de família, é interessante que o local seja mais tranquilo. Isso vai chamar a atenção daqueles que buscam um estabelecimento aconchegante.

Dê preferência para áreas estratégicas em que há movimento, mas aposte em um clima mais familiar. Também vale a pena escolher um imóvel agradável, com boa iluminação e ventilação, de forma a receber bem pessoas de todas as idades.

Elabore um plano de negócios

Essa etapa de abertura do restaurante de comida caseira define como ele vai funcionar. Segundo o Sebrae: “um plano de negócios é um documento estruturado que descreve detalhadamente todos os aspectos de um empreendimento, desde sua visão e missão até sua operação prática e estratégias de crescimento”.

Inclui aspectos como:

  • atividades principais;
  • atividades secundárias;
  • planejamento financeiro;
  • plano de marketing;
  • público atendido;
  • fornecedores;
  • sistema de trabalho.

É como se você criasse o manual do seu restaurante de gastronomia caseira para orientar as tomadas de decisão. Inclusive, vai precisar calcular os custos para abrir e manter as operações.

Escolha o cardápio

Chegou a hora de escolher os sabores da casa. Defina os tipos de refeições caseiras que as pessoas vão encontrar no seu restaurante. Uma dica: pense em se manter dentro da cozinha tradicional.

É interessante que você transmita a ideia de comida feita em casa. Itens que costumam chamar a atenção das pessoas são carnes, tortas e ensopados. Além disso, você pode trazer elementos da cozinha regional, já que os pratos típicos fazem parte do cardápio das famílias.

Priorize a qualidade

O fato de ser um restaurante de comida caseira não significa que os pratos tenham uma qualidade inferior. Afinal, a comida feita em casa é muito saborosa e pode ter uma apresentação profissional.

Esse segmento, geralmente, acaba se aproximando da proposta de um restaurante de comfort food. Afinal, é um espaço em que as pessoas podem relembrar a comida da infância e vivenciar boas lembranças. Por isso é tão importante que os pratos sejam preparados de uma forma bem caprichada, para atrair e fidelizar clientes.

Valorize o atendimento

Como dissemos, um restaurante de comida caseira precisa ser um espaço acolhedor. Dessa forma, é essencial que você ofereça é um excelente atendimento para que os clientes se sintam bem recepcionados.

Para garantir uma boa experiência, atenda o seu público de uma forma calorosa e humana. Faça com que as pessoas se sintam bem-vindas. Preze pela boa educação, gentileza, agilidade e prestatividade. Tudo isso agrega ainda mais valor para sua cantina caseira.

Invista em delivery

Trabalhar com entregas é essencial para quem quer crescer ramo alimentício hoje em dia. Como as pessoas já se habituaram a pedir comida dessa forma, é importante que você também traga essa opção para ampliar o seu público.

Quer coisa melhor do que saborear refeições caseiras deliciosas sem ter que ir para a cozinha? É esse tipo de conforto que os consumidores esperam. Então, gere ainda mais oportunidades para o seu novo negócio trabalhando com delivery.

Anote por aí: para abrir um restaurante de comida caseira, planeje a estrutura e os serviços do negócio. Depois, crie um cardápio atrativo, focando a qualidade e a diversidade de sabores para oferecer a melhor experiência aos clientes. Não se esqueça de estruturar o delivery, pois ele é indispensável para trazer opções para as pessoas e aumentar as vendas.

Quer atrair ainda mais clientes? Confira como criar campanhas inteligentes com o kit de divulgação disponibilizado pelo iFood!

Author picture

Uma resposta

  1. Infelizmente não cidade onde eu moro não tem Ifood 😔 e é uma pena porque eu tenho uma marmitaria/lancheteria!!
    Muito triste ☹️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

11/07/2024

Growth Marketing: entenda como aplicar no negócio para aumentas as ...

10/07/2024

Case de sucesso: entenda como o Forno Paulista voou com o iFood

10/07/2024

Como transformar o Dia Mundial do Rock em uma oportunidade de vendas

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery