DRE: o que é, para que serve e como aplicar na sua empresa?

Você sabe o que é e qual a importância do DRE? Leia esse artigo e aprenda para que serve e como aplicar na sua empresa!

Todos os gestores ou empreendedores de uma empresa terão que lidar com a DRE, a conhecida Demonstração do Resultado do Exercício. Para muitos, é um documento simples, já para outros, é complexo e burocrático. Afinal, o que é e para que serve o DRE?

A verdade é que entender o que é esse documento, seu impacto e sua função nas decisões de um negócio contribui na gestão do empreendimento. A DRE é como uma ferramenta que auxilia você a entender, de uma vez por todas, qual é a sua situação financeira.

Continue a leitura para entender as informações mais importantes sobre a DRE!

O que é DRE?

DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) é um documento que aponta se as operações de uma empresa estão gerando prejuízo ou lucro, considerando um determinado período.

A DRE é elaborada em conjunto com o Balanço Patrimonial, e é necessário que ela seja assinada por um contador habilitado pelo Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Legalmente, todas as empresas são obrigadas a fazer esse relatório, exceto o MEI. Além disso, é importante destacar que a DRE deve ser feita todo ano.

A importância desse relatório vai além do cumprimento das exigências fiscais e contábeis. Ter tal controle também é fundamental para o sucesso da gestão de restaurante ou outro negócio do ramo.

Para que serve a DRE?

A elaboração correta da Demonstração do Resultado do Exercício possibilita que a empresa tenha um visão geral do resultado financeiro. Por meio desse documento, é possível extrair informações extremamente pertinentes, como:

  • o lucro obtido pela empresa;
  • o montante geral das despesas da organização;
  • a receita total de vendas;
  • o nível de endividamento em que a empresa se encontra e, consequentemente, quais serão as estratégias adotadas.

Qual é a sua importância para os estabelecimentos alimentícios?

Com a DRE, gestores e donos de negócios do setor de alimentos conseguem saber o que precisa ser mudado e, desse modo, podem promover ações que tragam melhores resultados futuramente.

Por meio desse documento, é possível analisar alguns fatores como o retorno dos investimentos, os gastos e o ganho com vendas realizadas com o funcionamento do estabelecimento.

Ou seja, a DRE pode auxiliar o dono do empreendimento a decidir como:

  • trocar fornecedores;
  • cortar gastos;
  • alterar o cardápio;
  • contratar ou desligar colaboradores quando necessário;
  • avaliar as despesas com manutenção, conforme o faturamento;
  • otimizar a compra de insumos.

Por que usar a DRE no seu negócio?

A Demonstração do Resultado do Exercício está entre os relatórios mais importantes para a gestão financeira de um negócio, pois garante uma visão geral da situação e ajuda no planejamento do futuro da empresa.

Saiba em que mais a DRE ajuda e quais são os principais motivos para utilizá-la em seu estabelecimento.

Entender a situação do negócio

Para melhor entendimento, é possível citar aquela situação em que você é pego de surpresa no fim do mês pelos resultados da empresa, negativa ou positivamente. Isso ocorre quando não existe um controle eficiente sobre as despesas e receitas.

Desse modo, a DRE ajuda na elaboração de uma análise geral da situação da empresa. Além de olhar para os números em si, é avaliado todo o cenário. Assim, caso se perceba que o equilíbrio entre as despesas e as receitas se mostre comprometido, algo está acontecendo.

Ou seja, com uma boa análise da DRE, esses fatores podem ser identificados, uma vez que ela oferece informações precisas sobre a entrada e saída de dinheiro.

Corrigir erros

A DRE consegue encontrar possíveis gargalos de produção, além de identificar possibilidades para otimizar a aplicação de recursos. Por meio da fórmula para cálculo da Margem de Lucro, sua empresa poderá organizar as atividades com base em resultados.

Além disso, conseguirá olhar os gastos com mais precisão e identificar maiores despesas administrativas. Assim, será possível equilibrar e até mesmo reduzir o seu custo operacional, elevando a lucratividade.

Avaliar a gestão

Avaliar a gestão do negócio e monitorar indicadores de saúde e desempenho é fundamental para saber como agir. Nesse caso, a Demonstração do Resultado do Exercício é uma importante maneira para analisar os resultados, procurando causas e soluções para possíveis problemas.

Da mesma forma, quando o estabelecimento se sai melhor, ou ao comparar os momentos em que ele foi bem, é possível compreender o que mais está tendo sucesso. Logo, a gestão consegue fortalecer esses esforços para colher ainda mais resultados das ações.

É importante lembrar que esses resultados vêm quando essas ações são aliadas a outros esforços de boa condução do negócio, como a atenção aos colaboradores por meio de gestão por competência, entre outros.

Qual é a estrutura da DRE?

Agora que você já sabe as principais informações sobre a DRE, para melhor entendimento, é importante analisar um modelo desse relatório. Veja, a seguir, um exemplo que pode ser utilizado para a gestão do seu negócio:

Receita de Vendas

  • (-) Custos
  • (-) Deduções
  • (-) Resultado Bruto
  • (-) Resultado Operacional
  • (-) Despesas Operacionais
  • (-) Impostos – IRPJ e CSLL
  • (-) Lucro ou Prejuízo Líquido ou Resultado Líquido

Em resumo, a Demonstração do Resultado do Exercício contém as informações contábeis da empresa, ou seja, quanto pagou de impostos, quais foram as despesas, quanto gastou, quanto vendeu e quanto sobrou no final disso tudo.

Como analisar a DRE do seu estabelecimento?

A análise horizontal e análise vertical são algumas formas aplicadas de análise da DRE. Em relação à análise vertical, é possível ter um olhar mais específico, compreendendo o percentual de cada receita, custo ou despesa em relação ao faturamento bruto.

Ou seja, você pode identificar quais são as despesas que mais afetam o caixa do restaurante e quais receitas mais contribuem, por exemplo.

Já no caso da análise horizontal, ela tem o objetivo de selecionar uma receita, custo ou despesa específica para entender sua redução ou evolução com o passar dos meses.

Por fim, é possível dizer que por meio da DRE você consegue visualizar a saúde financeira do seu estabelecimento com mais facilidade e precisão. Logo, no momento de tomar decisões, você terá informações confiáveis para saber se é a hora de cortar gastos ou se é possível utilizar o lucro para investir ainda mais na sua empresa.

Aproveite para conhecer os 8 passos essenciais para atingir o sucesso na gestão financeira do seu restaurante e ficar ainda mais por dentro do assunto!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

11/07/2024

Growth Marketing: entenda como aplicar no negócio para aumentas as ...

10/07/2024

Case de sucesso: entenda como o Forno Paulista voou com o iFood

10/07/2024

Como transformar o Dia Mundial do Rock em uma oportunidade de vendas

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery