Como montar um cardápio de sucesso em 12 passos!

Descubra as melhores dicas sobre como montar um cardápio atrativo e estratégico para os clientes do seu restaurante!
11 Min
como montar um cardápio

Um cardápio não é apenas uma lista de pratos. Se pensado com estratégia, ele pode estimular a criatividade e aguçar o desejo do cliente, convencendo-o a pedir cada vez mais. Deve ser convidativo, ter boas descrições e boas imagens, já que a estética também vende.

Durante a etapa de construção de um cardápio, é importante que você avalie fatores diversos, como a especialidade da sua cozinha, as preferências dos seus clientes, a disponibilidade dos ingredientes, o tempo de preparo dos pratos, entre outros.

Apesar de envolver diferentes pontos de atenção, não se trata de uma etapa difícil. Seguindo as dicas certas de como montar um cardápio, você vai torná-lo mais apresentável e eficiente na hora de fechar negócio. Confira!

1. Pense em diferentes perfis de consumidores

É essencial que o cardápio seja versátil e considere as preferências de diversos tipos de consumidores. Em um único grupo de pessoas encontram-se gostos diferentes. Um menu amplo pode favorecer seu estabelecimento.

Se o público-alvo é mais alternativo, por exemplo, uma boa ideia é trazer algumas opções mais excêntricas, já que esses clientes tendem a explorar novas experiências e descobrir coisas, apostando na variedade. Um pedido feito em uma semana, não necessariamente vai ser repetido no mês seguinte ou quando ele retornar.

Já as pessoas com um hábito de consumo mais tradicional costumam repetir os pedidos. Portanto, vale incluir alternativas que agradem a diversos públicos, considerando suas preferências, estilo de vida, restrições alimentares etc.

2. Considere as restrições alimentares

Para que seu restaurante possa realmente ter um público amplo e fiel, é preciso atender não só os diferentes gostos, como as diferentes possibilidades de consumo.

Independentemente do segmento do seu negócio, é essencial considerar opções no cardápio que atendam pessoas com restrições alimentares, como:

  • vegetarianos e veganos;
  • intolerantes à lactose;
  • pessoas com sensibilidade ao glúten;
  • alérgicos a frutos-do-mar;
  • pessoas que evitam o consumo de açúcar, entre outros.

Ainda que um desses pratos não seja compatível com a especialidade do seu restaurante, é válido considerar incluí-los para que você tenha preparo para atender grandes grupos de pessoas, em que pode haver diferentes exigências.

3. Destaque pratos estratégicos

É comum que em um restaurante haja um prato que seja o carro-chefe. A pizza mais pedida, o hambúrguer clássico ou a feijoada que faz sucesso no fim de semana. Então, esse prato precisa de um destaque dentro do menu.

Uma forma de destacar o carro-chefe da casa é posicioná-lo em um espaço estratégico dentro do cardápio. Opte por incluir os pratos mais pedidos nas primeiras posições, para ser a opção considerada pelo cliente logo no primeiro momento.

4. Valorize sua especialidade

Uma das principais escolhas, na fase inicial de se montar um restaurante é sua especialidade. Após essa definição, é hora de escolher os pratos que vão compor o cardápio, baseando-se no melhor que essa culinária oferece. Se seu estabelecimento for de comida argentina, por exemplo, não pode faltar a famosa parrillada (churrasco argentino) ou uma boa empanada (semelhante a um pastel assado).

Por outro lado, se seu segmento for o regional, que costuma atrair muitos turistas a depender da região escolhida, o menu vai depender da cidade em que o estabelecimento está. Porém, pode-se também ser uma referência da região estando em outras localidades, como um restaurante com comida mineira em São Paulo.

Se a região referência for o Nordeste, por exemplo, as refeições incluem baião de dois, carne de sol e macaxeira frita no almoço. No café, vê-se bastante cuscuz com manteiga e tapioca com queijo. Cada local tem sua particularidade e é essa especialidade que deve ser valorizada.

Já se os pratos doces e de confeitaria são os itens que sua cozinha tem maior afinidade, valorize-os e capriche em estética e sabor, dando o devido destaque. Aposte nas combinações que vão agradar seu cliente e proporcionar maior visibilidade ao seu negócio.

5. Estude o tempo de preparo dos pratos

Hoje em dia, o conceito de fast food não se aplica apenas a lanchonetes. Muitas vezes o cliente dispõe de poucos minutos para fazer uma refeição e depende da agilidade do restaurante no preparo e entrega da comida. Então, se for um prato mais elaborado, que demanda muito mais tempo para ser produzido, é melhor evitar.

Isso não significa que esses itens devam ser excluídos do seu cardápio. Caso você tenha um prato com muito tempo de preparo, analise a possibilidade de deixar algumas etapas do processo de preparo já adiantadas

Assim, quando receber o pedido, basta finalizar. Mas essa operação deve ser avaliada com cuidado, a fim de não comprometer a qualidade ou a saúde do alimento.

6. Precifique com equilíbrio e estratégia

A precificação é um dos principais desafios e dúvidas de quem empreende, porém, uma vez que se entende como funciona, torna-se mais fácil adaptar-se ao seu estabelecimento e serviço.

É preciso considerar aspectos como:

  • os custos diretos e indiretos;
  • margem de lucro do seu negócio;
  • mão de obra e vários outros.

Saindo-se bem nessa parte, as chances de seu faturamento aumentar, bem como de seu restaurante crescer, são maiores.

Essa etapa deve ser feita com calma, já que ela visa garantir que você não está oferecendo preços acima do mercado, nem abaixo. O ideal, sempre, é manter o equilíbrio na precificação para garantir seu lucro e, ainda, ser competitivo diante do mercado.

7. Ofereça combos

Se teve um item favorito durante os primeiros meses de isolamento social, foi o hambúrguer, principalmente em sua versão artesanal. O aumento foi de 47% apenas em pedidos de delivery. Nas compras de supermercado, os números são quase seis vezes maiores. Com isso, a categoria de hamburguerias cresceu bastante.

Em geral, oferecer apenas o prato principal pode não ser tão vantajoso para o estabelecimento. É aqui que surge a opção de oferecer combos, incluindo alternativas de acompanhamentos, sobremesas, bebidas etc.

8. Considere pratos adequados para o delivery

Quando se inclui a alternativa da entrega, a gestão do restaurante precisa considerar o que a mudança demanda, como:

  • embalagens mais resistentes (e se possível, sustentáveis);
  • tempo de preparo;
  • operação do delivery;
  • conservação do pedido etc.

Considere os critérios do prato, da apresentação e do preparo para entender se o alimento é adequado para o delivery. Se você tem um prato que deve ser consumido imediatamente após o preparo, talvez não seja uma boa opção vendê-lo fora do seu salão. A boa notícia é que há diferentes nichos propícios para o delivery que estão em alta.

9. Garanta boas fotos

Você já ouviu falar que as pessoas “comem pelos olhos”? Essa expressão é um senso comum para dizer que a apresentação dos pratos é um importante fator na construção da relação da pessoa com a comida.

Se a aparência não agradar, dificilmente o pedido vai acontecer. É essencial caprichar nas fotografias na hora de montar o cardápio. Elas são a principal maneira de atrair a atenção das pessoas para os seus pratos.

Aproveite ao máximo a iluminação, monte um cenário agradável para compor a apresentação da comida e grave a imagem em boa qualidade. A partir daí, a tendência da pessoa fechar o pedido é muito maior. 

Vale lembrar que fotos de qualidade e bem nítidas também podem impulsionar as promoções do seu cardápio, colocando-o em listas privilegiadas no iFood

Por exemplo, ao caprichar nas fotos, seu cardápio pode se destacar em promoções como “Só no iFood com até 50%“. Portanto, invista na qualidade visual do seu cardápio para atrair mais clientes e aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas pela plataforma.

10. Valorize o prato com uma boa descrição

Uma atenção importante na hora de montar o seu cardápio é elaborar uma descrição cuidadosa para apresentar todos os ingredientes que estão envolvidos no produto.

Mas, para além de uma lista de ingredientes, esse é o espaço que você pode explorar para promover a experiência que os seus clientes terão com os seus produtos.

Nesse momento, é preciso contar com a criatividade e construir um texto persuasivo. Evite falar apenas os ingredientes e, o mais importante, transmita no texto a sensação do prato.

Lembre-se de que assim como fotos nítidas, a descrição também pode impulsionar o seu negócio a entrar nas listas de promoções do iFood. Ao criar descrições que destacam as experiências sensoriais, você aumenta a atratividade do seu cardápio e cria oportunidades adicionais para se destacar na plataforma.

11. Crie iscas para o usuário

Todo estabelecimento, ao montar seu cardápio, deve ter uma isca estratégica para reter seus clientes. Essa isca pode se manifestar através de itens econômicos, criando uma entrada atrativa para os usuários.

Considere incluir opções acessíveis que despertem o interesse do cliente, funcionando como uma introdução atraente ao seu cardápio mais amplo. 

Invista na criação de iscas estratégicas que não apenas atraiam, mas também conquistem os clientes, tornando-se uma parte essencial da experiência do seu cardápio.

12. Faça a hierarquização dos produtos

Ao montar o seu cardápio, uma estratégia eficaz é realizar a hierarquização dos produtos, começando pelos mais baratos e deixando os itens mais caros para o final. A ideia aqui é cativar o público desde o início, oferecendo opções acessíveis que incentivam a exploração mais aprofundada do cardápio.

Considere a inclusão de uma categoria de destaques, destacando os produtos mais baratos para chamar a atenção dos clientes. 

Por exemplo, crie categorias distintas, como “Burger Econômico”, apresentando lanches mais simples e hambúrgueres menores, e “Clássicos Burger”, com elementos diferenciados, como pães especiais.

Dicas do que fazer e do que não fazer

O que NÃO fazer

  • Smash burger: hambúrguer pequeno com pão, carne, queijo e bacon.

O que FAZER

  • Smash burger: Descubra o prazer de saborear o nosso Smash Burger, uma combinação perfeita de pão de brioche macio, carne defumada suculenta, queijo derretido e bacon crocante. Uma explosão de sabores em cada mordida. Se entregue a essa delícia irresistível!

O ChatGPT, por exemplo, é uma ferramenta a ser recorrida nos momentos em que falta criatividade para elaborar uma descrição valiosa. Para isso, dê as orientações para a ferramenta sobre:

  • o que você espera do texto (ex.: faça uma descrição do meu Smash Burger, que será inserida em meu cardápio. A descrição deve valorizar o produto e conquistar o cliente);
  • qual o tamanho do texto, em número de palavras ou caracteres (o texto deve conter entre 300 e 400 caracteres);
  • dê as informações técnicas (o Smash Burguer acompanha pão de brioche, carne defumada, queijo e bacon).

Agora é só deixar a ferramenta trabalhar!

montar cardápio

Montar um cardápio que desperte o interesse é uma tarefa bastante importante para o seu restaurante. Além dele, é essencial também pensar em meios de tornar seu estabelecimento mais visto e atrativo para conquistar novos clientes.

Por fim, tenha em mente que o cardápio iFood ideal é enxuto, retentivo e eficiente em vendas. Deve ser claro para não gerar dúvidas, oferecer preços para todos os gostos, e contar com descrições e fotos que transmitam clareza e atratividade para impulsionar as vendas.

cardápio ifood

Ter seu restaurante no iFood pode ajudar nessa missão para ambas tarefas. Além de oferecer um menu prático aos seus clientes, você conta com um suporte para desenvolver sua operação e as ações de divulgação.

Agora que você já sabe como montar cardápio, está na hora de intensificar as vendas do seu restaurante. Cadastre-se no iFood e transforme sua jornada empreendedora!

Por iFood

Por iFood

32 respostas

    1. Boa noite
      Fiz já meu cadastro
      Trabalho com picolé empadão e bolo de aipim
      Posso colocar este 2 cardapi

  1. As dicas e orientações bem explicadas e de fácil entendimento, tudo simples e rápido.

    1. Boa tarde gostaria de saber o que aconteceu sobre o cadastro que foi feito até agora não tive resposta alguém poderia me informar o que aconteceu

  2. Boa tarde, Tentei criar uma conta no Ifood para minha loja, em seguida quando fiz o cadastro na hora da finalização, sempre aparece uma mensagem quando coloco o login e a senha, aparece pedindo um código e logo em seguida uma imagem na tela com a mensagem “Parece que algo deu errado, estamos com problema para carregar a aplicação” e não consigo acessar minha conta.
    Quando tentei criar outra conta, apareceu que a minha loja já estava cadastrada. Gostaria de pedir a exclusão da minha conta do ifood “einansantos11@gmail.com”, assim possibilitando eu criar outra o quanto antes, por conta do movimento do meu restaurante e a grande pedida pelo delivey.

    1. Oi, Mi. Vamos te ajudar a solucionar, tá? Acione nosso time de especialistas pela opção “Chamados e ajuda” do Portal do Parceiro.

  3. Não estou abrindo minha loja. Recebi e-mail um me advertindo e um outro.
    Fechou minha loja.
    Não entendi nenhum dos dois emails.
    Ninguem do Ifood para conversar a respeito.
    Estou a meses fechado
    Quero que me explique esses email para que eu possa prabalhar com segurança

    1. Oi Selma, tudo bem? Enviamos todas as informações necessárias para o seu e-mail. Esse processo está previsto nos Termos e Condições Gerais de Contratação da plataforma. Se tiver qualquer dúvida sobre isso, retorne por meio do e-mail, que vamos esclarecer pra você, tudo bem?

    1. Oi, Paulo. Vamos te ajudar com isso, ok? Temos um canal exclusivo para falar sobre cadastro. Fique à vontade para nos chamar: https://bit.ly/3Rkt2M2 Caso continue tendo algum problema, envie uma DM no nosso Instagram, @ifoodparaparceiros, com o número do seu CNPJ e telefone. Assim conseguiremos ajudar você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

17/05/2024

Desvendando o ciclo do pedido: etapas, como medir e desafios

16/05/2024

À la carte: o que é, como funciona e dicas essenciais

15/05/2024

Negócios lucrativos: quais são e como garantir sucesso?

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery