Qual é a diferença de padaria e confeitaria?

Está pensando em investir em uma padaria ou confeitaria? Saiba quais são as diferenças entre esses estabelecimentos.

A decisão de empreender envolve uma série de escolhas essenciais para o negócio ser bem-sucedido. Por isso, se você pretende abrir um e está em dúvida entre uma padaria e confeitaria, ou até mesmo panificadora, é importante saber quais são as diferenças entre esses estabelecimentos/segmentos antes de definir em qual modelo vai investir.

O ramo da alimentação oferece diversas possibilidades, e estamos falando aqui de um mercado promissor. Afinal, quem é que fica sem um pãozinho? Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), as padarias recebem todos os dias, em média, 41 milhões de pessoas para comprar pão.

Não é à toa que o ramo de panificação e confeitaria movimenta R$ 105,85 bilhões por ano aqui no país. Então, que tal conhecer melhor o mercado para que você possa se preparar adequadamente? Saiba como montar uma padaria e confeitaria e descubra se existe alguma diferença entre elas!

Qual é a diferença entre padaria e confeitaria?

Vamos lá: a padaria é um estabelecimento ou segmento comercial que fabrica e vende pães, biscoitos e outros produtos panificados à base de farinha de trigo — e de outros tipos de farinha também, em negócios que atendem a gostos e necessidades diferentes.

a confeitaria é voltada para a fabricação e venda de bolosdoces, tortas, biscoitos, quitutes, bombons e muito mais. Os ingredientes se lambuzam na criatividade e na arte dos confeiteiros, indo desde ovos até chocolate, frutas, leite, manteiga e uma grande variedade de inovações.

Mas você há de concordar que comercializar opções de ambos os nichos ajuda a atrair ainda mais o público que consome esses alimentos, certo? Embora tenham focos diferentes, é bastante comum que padarias também trabalhem com alguns produtos confeitados, e que confeitarias ofereçam alguns itens de panificação.

Qual é a diferença entre padaria e panificadora?

Padaria e panificadora são termos considerados sinônimos, mas tem gente que considera uma diferença entre esses tipos de estabelecimento. É que a padaria pode ser um local que trabalha somente com a venda de pães e outros itens panificados, enquanto a panificadora se dedica à fabricação desses produtos.

Isso chama a atenção para uma opção de negócio bem atrativa. Afinal, é possível abrir uma padaria para apenas vender os pães feitos em outro local, sem ter que se preocupar com toda a parte da produção, ou uma panificadora que vai realizar tanto a fabricação quanto a venda dos itens.

E no mercado, quais os benefícios de se ter uma padaria e confeitaria?

Ter o segmento de padaria no seu negócio pode ser um diferencial que aumentará o fluxo de pessoas, além de potencializar seu faturamento com a diversidade de produtos que oferece.

Itens de padaria costumam ser vendidos de forma considerável e com uma  margem de lucro interessante, inclusive maior do que de outros produtos do supermercado. No entanto, essa margem só acontece se sua loja oferecer produtos de qualidade e que tenham o potencial de agradar os clientes. A margem de lucro líquida dos itens de padaria varia entre 50% e 120%.

Como abrir uma padaria e confeitaria?

Para abrir um estabelecimento no ramo da alimentação ou incluir esse segmento no seu mercado, é fundamental organizar as finanças para calcular o investimento inicial e manter o negócio até que comece a dar lucro. Outros cuidados se referem à criação de um plano de negócio, escolha de um bom local, organização do espaço, divulgação e definição dos produtos a serem comercializados.

Em uma entrevista especial no canal do iFood para Parceiros, a empreendedora do ramo de confeitaria e doceria Patty dá uma dica valiosa, que é ter produtos para diferentes momentos do dia. “Happy hour, chá da tarde, café da tarde”, entre outras opções.

Ela também diz que é preciso criar uma experiência para as pessoas sentirem prazer em consumir os produtos, como se fossem receitas de mãe. Ainda vale analisar as possibilidades e testar novas combinações — “tem coisas que você cria e, quando lança no iFood, sai na hora”, revela.

“Sempre se reinventar e estar atento às oportunidades” é a dica do João Barcelos, embaixador do iFood, no vídeo acima. Oferecer o serviço de delivery dos itens comercializados na padaria e confeitaria, por exemplo, facilita muito a rotina dos clientes. Desse jeito, você consegue garantir um atendimento mais completo ao público, o que certamente é um ótimo diferencial competitivo.

Gostou da leitura? Confira também o post sobre as oportunidades e desafios de empreender no Brasil!

Por iFood

Por iFood

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/04/2024

Não julgue APENAS pela casca: veja como escolher os melhores legume...

23/04/2024

Embalagem de produtos: transformando compras em experiências

23/04/2024

Conheça 4 molhos para macarrão que são deliciosos