O que é gestão escalável e como aplicar em um estabelecimento alimentício?

Saiba o que é gestão escalável, entenda qual a importância para um negócio e veja como aplicar no seu estabelecimento!

Com o crescimento das ferramentas tecnológicas, as empresas têm conseguido alcançar cada vez mais clientes. Contudo, para conseguir atender a todos e, ao mesmo tempo, garantir a manutenção e até a melhoria da qualidade dos produtos e serviços, é fundamental aplicar uma gestão escalável.

Permitir uma perda de qualidade ou deixar de acompanhar a dinâmica do mercado são cenários que trazem grandes chances de ter sua empresa engolida pela concorrência. Portanto, quando se trata de negócios, garantir a escalabilidade é fundamental.

Continue a leitura para entender mais sobre o que é uma gestão escalável!

O que é uma gestão escalável?

Uma gestão escalável, como o nome indica, é aquela voltada para a escalabilidade de um negócio. Ou seja, todo o trabalho dessa administração gira em torno de ampliar a oferta de serviços ou produtos e a eficiência dos processos, bem como possibilitar o atendimento de um número cada vez maior de clientes e demandas — tudo isso sem qualquer perda de qualidade.

Em outras palavras, trata-se de uma verdadeira gestão 360º, que busca dar conta de todos os ângulos das atividades comerciais de modo a ampliá-las de forma eficaz. Com isso, aumenta-se o potencial competitivo e expansivo do negócio como um todo — e tem-se, então, o aumento da lucratividade como uma consequência natural.

Como uma empresa pode garantir sua escalabilidade?

A escalabilidade está relacionada com o potencial de crescimento de um negócio. Para saber se a empresa é escalável, é necessário observar alguns pontos relevantes, como o Custo de Aquisição de Clientes (CAC), a facilidade de replicação do modelo em outras unidades e a nitidez e viabilidade das metas e objetivos propostos.

Confira, na sequência, mais algumas dicas para aplicar a gestão escalável na sua empresa.

Use a criatividade

A criatividade é uma habilidade fundamental para quem deseja praticar uma gestão escalável. Por meio da inovação e do pensamento criativo, é possível encontrar formas de fazer mais sem comprometer seu orçamento. Em muitos casos, uma simples mudança na organização já pode garantir ótimos resultados.

Tenha um plano de crescimento

O seu plano de negócio precisa ser norteado pela ideia de crescimento. Não adianta, por exemplo, colocar sua marca em um aplicativo de delivery se não houver organização e os recursos necessários para atender a novas demandas, sem comprometer o tempo de entrega e a qualidade.

O planejamento precisa incluir:

  • metas e objetivos de médio e longo prazo, bem como tempo previsto para alcançá-los;
  • periodicidade e necessidade de oferecer novos produtos ou serviços;
  • quantidade de funcionários;
  • propostas de treinamento e qualificação da equipe, para acompanhar o crescimento da empresa;
  • gerenciamento dos investimentos e do capital;
  • parcerias possíveis;
  • ações de marketing para aumentar a visibilidade e construir a reputação da marca.

Estabeleça uma cultura organizacional

Parte importante de uma boa liderança é engajar sua equipe. Desde o início da operação, todos os colaboradores precisam estar alinhados com os valores, objetivos e metas da empresa, que precisam estar claros e nortear a rotina de trabalho.

Para isso, cada colaborador precisa estar ciente do seu papel. Lembre-se de fornecer feedbacks, tanto positivos como negativos, desde que eles contribuam para o aprimoramento da equipe.

Padronize as operações

Padronizar seus processos permite que eles sejam replicáveis e aprendidos com facilidade. Além disso, reduz as chances de erros e garante mais autonomia aos colaboradores. Afinal, todos saberão exatamente como agir, sem precisar se reportar a você ou à gerência com tanta frequência.

A padronização também vai contribuir para que tudo seja feito da maneira mais eficiente possível. Ou seja, maior qualidade e rapidez, com menos custo!

Crie um guia de cultura e liderança

Vale a pena orientar o desenvolvimento de futuros gestores, novos gerentes e demais colaboradores para chegar mais facilmente ao patamar desejado. Nesse sentido, uma empresa de qualquer porte pode se beneficiar ao criar seu próprio guia de cultura e liderança. A ideia é que todos possam ter uma visão comum, com clareza acerca das metas organizacionais e dos objetivos financeiros, por exemplo.

Nenhuma empresa opera em linha reta — à medida que o negócio evolui, você precisa de uma estrutura de liderança concentrada no cenário cultural maior. Isso permitirá que a gestão de alto nível acompanhe as demandas do negócio, mas sempre de modo que os líderes e/ou gerentes façam o que se espera deles.

A criação de um guia de cultura e liderança também ajuda a definir a sustentabilidade de longo prazo, com base em um propósito compartilhado. Ou seja, um plano baseado não em transações, ou no que você entrega, mas em valores relacionais, ou como você entrega.

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia, um dos principais fatores que norteiam as mudanças do mercado, é uma grande aliada da gestão escalável em restaurantes, bares, pizzarias e outros estabelecimentos do gênero. Um forte indício disso é o fato de a CES 2023, mais uma edição da maior feira de tecnologia de todo o mundo, ter dado destaque a inovações voltadas para o setor alimentício.

Estar a par das inovações tecnológicas e incorporar as que fazem sentido para o modelo de negócio são, praticamente, aspectos mandatórios para uma gestão empresarial que visa a escalabilidade.

Esses recursos facilitam as operações por meio de benefícios como a automatização de processos e a facilitação da comunicação, além de permitir um maior controle sobre os diferentes setores e atividades.

Gestão voltada para a escalabilidade: por que é importante para o crescimento saudável?

Após os tópicos anteriores, conclusões sobre a importância da escalabilidade na gestão empresarial não são difíceis de alcançar. Foi-se o tempo em que os estabelecimentos ficavam restritos ao bairro ou região em que se encontravam. Atualmente, já é possível atender clientes sem sequer ter um ponto de vendas físico.

No entanto, a ideia de qualquer empresa é sempre vender mais. Se você não tem uma visão de escala, é possível que seu negócio chegue a um ponto em que não vai conseguir atender à demanda. Com isso, é provável que a qualidade caia ou que a empresa chegue a um estágio de estagnação e perca espaço para a concorrência.

Com o tempo, isso pode significar a decadência do seu empreendimento. Portanto, escalonar sua empresa é uma forma de se manter em constante crescimento e garantir sempre uma boa posição no mercado.

A gestão escalável faz parte da mentalidade de qualquer gestão que considera o futuro da empresa. Sendo assim, tenha sempre em mente onde quer chegar e todos os passos necessários para se manter em constante evolução.

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

22/04/2024

Como montar um restaurante pequeno? Confira 8 passos

20/04/2024

Como calcular a margem de contribuição do seu negócio?

19/04/2024

Qual a diferença entre lucro presumido e lucro real? Descubra!

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery