O que é escalabilidade e qual a importância para seu negócio?

6 Min
escalabilidade

Em um mercado cada vez mais competitivo, são inúmeros os conceitos que aparecem para ajudar as empresas a se destacarem. A escalabilidade é um deles. Ela pode ser resumida como a possibilidade de um empreendimento crescer e agregar valor ao seu negócio, além de atender as demandas do público sem aumentar excessivamente os seus custos.

No entanto, criar um modelo de negócio escalável é um desafio para qualquer empreendedor. É necessário que a empresa tenha sucesso de forma constante e não apenas no começo — muitos estabelecimentos se iniciam com grande impacto, mas acabam sumindo com o tempo.

Neste post, você vai entender melhor do que trata esse conceito, qual é sua importância e como tornar seu negócio escalável. Confira!

O que é escalabilidade?

Escalabilidade é a capacidade de um empresa multiplicar seu faturamento, sem a necessidade de aumentar as despesas na mesma medida. Portanto, um negócio escalável é aquele capaz de manter ou aumentar seu lucro, ainda que as demandas sejam maiores.

A escalabilidade traz vantagens tanto para o estabelecimento como para os clientes. Em relação às empresas, permite aumentar o lucro e reduzir custos. Além disso, torna o negócio mais atrativo para investidores. No caso dos clientes, é possível aproveitar os custos reduzidos e as melhorias nos itens, que são constantemente aperfeiçoados.

Qual a importância para seu negócio?

Quando uma empresa é considerada escalável, ela tem uma série de benefícios em relação a negócios que não têm essa mesma característica. Contudo, um dos principais ganhos para a organização é a flexibilidade dos processos: a escalabilidade permite que uma mesma solução seja reproduzida em diferentes estágios de desenvolvimento.

Outro ponto positivo de negócios escaláveis é o ciclo produtivo. O estabelecimento consegue produzir em larga escala com eficácia e agilidade, sem perder qualidade nas operações. Para isso, a empresa atua com ferramentas que otimizam os processos e asseguram esse salto.

Uma das principais características de empresas escaláveis é o fato de elas serem altamente lucrativas. Isso porque o estabelecimento consegue aumentar a produção sem a necessidade de aplicar recursos de forma proporcional.

Quais são os exemplos de empresas escaláveis?

Para melhor compreensão do conteúdo, é importante conhecer alguns exemplos de empresas escaláveis que obtiveram bons resultados no mercado. Você conseguirá entender também os fatores que contribuíram com o sucesso desses empreendimentos. Acompanhe!

AirbnB

AirbnB é um mercado online que oferece aos clientes diversos imóveis disponíveis para aluguel, sem que o idealizador do negócio tenha custos.

A empresa precisa apenas encontrar parceiros que desejam disponibilizar os seus imóveis para aluguel para, então, atrair consumidores para essas propriedades. Dessa forma, o proprietário do Airbnb pode alavancar os negócios apenas atraindo mais clientes.

Ou seja, as despesas com contratação de profissionais para melhorar sua receita são menores, já que os locatários, de certa forma, trabalham para ele. Além disso, não há necessidade de investir na construção de hotéis para disponibilizar aos clientes.

Portanto, o gasto da manutenção dos espaços é responsabilidade do proprietário do imóvel. O criador do projeto precisa se preocupar apenas com a divulgação de seu serviço e o bom funcionamento da plataforma.

Mercado Livre

O Mercado Livre é um dos maiores marketplaces de produtos do país graças ao seu potencial de escalabilidade. Ele conecta empresas que desejam vender produtos a consumidores que os buscam por meio de aplicativos e sites. Em seguida, intermediam as vendas e garantem que as duas partes recebem o que querem. O consumidor obtém o produto e o vendedor o pagamento.

Sem a necessidade de produzir algo, a companhia não precisa se preocupar com custos de fabricação. O maior investimento está na tecnologia e marketing para conquistar cada vez mais vendedores e clientes, além de fatores como segurança digital, logística, meios de pagamentos, entre outros.

Como tornar um negócio escalável?

A escalabilidade é uma das tendências que domina o mercado hoje em dia. Esse conceito faz com que startups conquistem o sucesso em pouco tempo, ao juntar produtos inovadores com um método de produção e vendas otimizadas.

Dessa forma, grande parte dos empreendedores procuram formas de fazer com que a empresa seja mais escalável ou, até mesmo, de criar um negócio com essas características desde o início. A seguir, conheça algumas dicas de como desenvolver uma postura escalável no seu estabelecimento.

Organize processos

Uma empresa escalável deve ter processos bem definidos e cadenciados. Isso faz com que as tarefas sejam ensinadas para outros colaboradores, evitando a dependência de um profissional para desenvolver uma atividade.

Além disso, é necessário que a tarefa seja facilmente replicada para outras pessoas ou ambientes, usando a receita já existente. Nessa situação, o mercado deve oferecer oportunidade de expansão.

Utilize soluções tecnológicas

A tecnologia é uma grande aliada dos negócios que buscam escalabilidade. Ferramentas de gestão empresarial, por exemplo, permitem que os profissionais concentrem a administração dos processos em apenas um lugar. Elas também integram e centralizam as atividades de diferentes departamentos, possibilitando uma visão mais ampla do que ocorre na empresa.

A computação em nuvem é outra tecnologia importante. Por meio dela, é possível que arquivos sejam guardados e acessados de forma segura e rápida por todos os integrantes da equipe. Isso contribui para acelerar e facilitar as estratégias da gestão.

Faça um planejamento estratégico

Desenvolver um serviço ou produto e encontrar um nicho de mercado que supra uma demanda existente é uma das principais necessidades para alcançar a escalabilidade. Criar um planejamento estratégico e sólido vai permitir que o estabelecimento consiga fazer a projeção da real viabilidade da empresa, os custos para começar e as etapas de crescimento.

Além disso, é importante elaborar uma estratégia operacional eficiente, que possibilite um fluxo de vendas rápido, com rentabilidade e qualidade. É preciso ter precaução para que não ocorra de vender mais e perder a qualidade.

Focar a escalabilidade é fundamental. Se você deseja empreender, é necessário iniciar seu negócio em bases escaláveis. Contudo, caso você já gerencie um estabelecimento, essas práticas podem ser realizadas para preparar a empresa para possíveis expansões, sem deixar de considerar novas exigências.

Agora que você já aprendeu sobre como escalar sua empresa, conheça 8 passos essenciais para ter sucesso na gestão financeira do seu restaurante!

avatar-ifood
Por iFood
Parceiros iFood

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


[rock-convert-cta id="2002"]

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery