Saiba tudo sobre faturamento para seu negócio

Neste post, entenda o que é, para que serve, como aumentar e muito mais sobre o faturamento em seu negócio!

Não é preciso dizer que o faturamento é um dos mais importantes indicadores de sucesso de um negócio. Afinal, uma empresa precisa vender seus produtos e serviços para sobreviver e obter lucros, e o faturamento está totalmente atrelado a isso.

Acompanhar essa métrica é relevante na gestão cotidiana do empreendimento, pois permite ter perspectiva de como anda o negócio, ter base para fazer cálculos da empresa e ajuda, até mesmo, a saber como direcionar o investimento para ações práticas que ampliem as vendas.

Continue a leitura para entender o que é o faturamento e como monitorá-lo!

O que é o faturamento?

Usado popularmente como sinônimo de emitir uma nota fiscal, por essa também ser chamada de fatura, o termo está relacionado às entradas que ocorrem no negócio. Assim, o conceito de faturamento é definido como a soma de todos os ganhos obtidos por uma empresa em determinado período. Apesar de haver outras possíveis fontes de recursos — como investimentos, rendimentos etc. —, a principal é a venda de produtos ou serviços.

Para que serve?

Acompanhar o faturamento faz parte da rotina diária da administração de um negócio, pois a informação sobre o valor vendido impacta em diversas atividades empresariais. Estar sempre ciente desse indicador é importante para:

  • mensurar o desempenho do empreendimento e seu impacto no mercado;
  • auferir os lucros, ao reduzir custos, despesas etc.;
  • manter o fluxo de caixa, a organização de prazos de pagamentos e de recebimentos, possibilitando quitar as dívidas em dia;
  • basear o cálculo para impostos e a definição do regime tributário;
  • analisar quais são as melhores decisões cotidianas a tomar. 

Por exemplo, a gestão de restaurante pode utilizar esse dado como um indicador para definir os dias em que vale a pena deixar o salão aberto ou os períodos do ano com menos movimentação para fazer um cronograma de férias para a equipe.

Qual a diferença entre faturamento bruto e líquido?

Apesar do conceito geral apresentado, o faturamento pode ser de dois tipos: bruto ou líquido. Cada um tem suas particularidades. Entenda melhor!

Faturamento bruto

O faturamento bruto é puramente o que a empresa recebe pela venda de seus produtos ou serviços. Quanto mais altos os preços ou maior o volume de transações comerciais, mais elevado será seu valor. 

Faturamento líquido

Diferentemente do faturamento bruto, o líquido corresponde ao valor total vendido, deduzidos os cancelamentos, as devoluções e os impostos relativos às transações, como:

  • ISS: Imposto Sobre Serviços;
  • ICMS: Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  • IPI: Imposto sobre Produtos Industrializados.

Como diferenciar faturamento e receita?

Outra diferenciação importante a ser feita é entre faturamento e receita. Apesar de serem usados como sinônimos por muitos gestores, por indicarem quanto a empresa ganhou, seus significados apresentam algumas distinções.

Enquanto o faturamento se refere ao valor total das vendas realizadas, incluídas as operações cujo pagamento é parcelado ou posterior, a receita apenas abrange o que efetivamente entrou em caixa, excluindo o que há para receber no futuro, os atrasados ou a inadimplência.

Como aumentar o faturamento do seu estabelecimento?

Aumentar o faturamento de um negócio é uma das formas de ampliar os resultados. Para tanto, algumas ações são úteis. Confira a seguir!

Faça a precificação corretamente

Um ponto importante da gestão financeira é a precificação dos produtos ou serviços oferecidos. Se o valor cobrado está acima do praticado pela concorrência, o cliente pode optar pelo mais barato. Já se é muito baixo, a empresa acaba com prejuízo. Para ser correta, a precificação deve:

  • abranger os custos, despesas e impostos;
  • considerar uma margem de lucro;
  • ser competitiva no segmento de público que se quer atingir.

Invista em marketing para atrair mais clientes

O marketing digital é uma boa ferramenta para atrair novos clientes. Essa modalidade é a opção de 94% das empresas como estratégia de crescimento.

Um marketing bem feito é capaz de criar uma identidade para o empreendimento, posicionar o negócio em relação ao público-alvo e tornar o estabelecimento conhecido. Entre as ações possíveis, estão:

  • investir em redes sociais para ter uma presença online;
  • ter um site, visando mostrar seus diferenciais;
  • otimizar seus conteúdos para mecanismos de busca;
  • valorizar o relacionamento com o consumidor nos canais virtuais.

Busque maneiras de reter e fidelizar clientes

Personalizar o atendimento e as ofertas, dar descontos para próximas transações ou promover uma experiência diferenciada são algumas estratégias capazes de reter e fidelizar os consumidores. No ramo alimentício, a aplicação dessas ideias ocorre por meio de:

  • desenvolvimento de um cardápio ou de combos diferenciados; 
  • disponibilização de cupons para itens gratuitos, como refrigerante ou sobremesa, no pedido seguinte; 
  • criação de um programa de fidelidade para quem adquire um número mínimo de refeições na semana.

Use o up-selling e cross-selling para elevar o valor médio de consumo

O que o up-selling e cross-selling fazem para aumentar o faturamento é elevar o valor médio de consumo, oferecendo itens melhores ou complementares, respectivamente. Essas táticas funcionam tanto nas vendas presenciais quanto online e impactam no resultado comercial.

Melhore os processos de vendas

Melhorar os processos de vendas passa por diversas iniciativas. Desde investir em tecnologia para automatizar a entrada, entrega e pagamento de pedidos, até aplicar a gestão por competência em relação a seus colaboradores

Para começar, o ideal é estruturar o fluxo de tarefas, delegando responsabilidades. Além disso, abrir um canal de comunicação, a fim de ouvir reclamações e sugestões dos consumidores, possibilita perceber oportunidades de otimização.

Tenha um bom parceiro de entrega

O sucesso de uma venda não-presencial depende do marketing para atrair o cliente, do atendimento online para fechar a negociação, e de uma entrega bem realizada para concretizar a experiência da refeição. 

Assim, ter um serviço de delivery de qualidade é fundamental para garantir o máximo nível de satisfação dos clientes, contribuindo para que seu negócio alcance maiores números de faturamento.

Aproveite e confira os 8 passos essenciais para atingir o sucesso na gestão financeira do seu restaurante!

Por iFood

Por iFood

50 respostas

  1. Boa noite Smpre falo amuuuuu por demais trabalhar cm a plataforma do Ifood ?sou totalmente leiga na tecnologia ? a única coisa k falta pra 100 por cento maravilhoso é ter um canal d atendimento via whatsapp ou telefone para pessoas igual a mim analfabeta na tecnologia ? obrigada ifood por existir na mnha vida gratidão ?

  2. Gostaria de ter um acesso mais fácil no Ifood..
    Muitas vezes simplesmente desisto.
    A plataforma é muito boa, mas as taxas são muito alta 30%.
    Todas as vezes que vocês repassam o valor fico me controlando pra não chorar.
    Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery