Phygital: 4 dicas para unir o físico ao digital no seu negócio

No atual mercado, unir o offline ao online é indispensável. Aprenda como aplicar estratégias phygital e modernize seu negócio.

Mesmo os negócios mais tradicionais precisam se adaptar ao universo digital para ampliar suas oportunidades de lucro. Unir o físico ao virtual, conceito conhecido como phygital, é uma estratégia prioritária para alcançar sucesso comercial. Afinal, a integração de ambientes oferece aos clientes uma experiência mais completa e satisfatória.

Ignorar essa demanda pode levar à perda de competitividade e vendas. Empreendimentos que não adotam esse tipo de inovação correm o risco de ficar para trás, enquanto concorrentes mais inovadores conquistam o mercado.

Conheça dicas valiosas para aplicar o phygital em sua empresa.

O que é phygital?

Essa abordagem consiste em criar experiências que proporcionam interações únicas e personalizadas aos consumidores.

No phygital (ou figital), as empresas combinam o ambiente offline, como lojas, eventos e espaços públicos, com o universo online, por meio de recursos tecnológicos específicos. Dessa forma, é possível oferecer aos consumidores uma experiência integrada em diferentes plataformas e canais.

Uma das principais vantagens dessa prática é a possibilidade de entregar uma jornada comercial mais completa e envolvente aos consumidores. Por exemplo, um estabelecimento pode utilizar ferramentas digitais para oferecer promoções personalizadas, facilitar o processo de compra e coletar dados para melhorar o atendimento ao cliente.

O phygital também acompanha o comportamento dos clientes em tempo real, adaptando suas ações de acordo com as preferências do público-alvo.

Quais as características da estratégia phygital?

Existem algumas particularidades que tornam o phygital mais concreto. Conheças alguns exemplos.

1. Experiência do cliente integrada

Uma das principais características dessa abordagem é a criação de uma experiência fluida e contínua entre os dois ambientes. Isso significa que os consumidores podem iniciar sua jornada de compra em um canal e finalizá-la em outro sem interrupções.

Por exemplo, um cliente pesquisa produtos online, verifica a disponibilidade em uma loja física próxima, realiza a compra na loja virtual e opta por entrega em domicílio. A integração de inventários, modelos de pagamento e atendimento torna essa experiência possível.

2. Personalização e dados

Por meio de informações coletadas de diferentes fontes, as empresas fazem recomendações individualizadas, promoções exclusivas e oferecem conteúdo relevante para cada cliente.

A análise de dados comportamentais permite entender os consumidores. Além disso, recursos de inteligência artificial fortalecem a customização ao preverem comportamentos futuros com base em interações passadas.

3. Tecnologia de ponta

A adoção de soluções avançadas é fundamental para implementar estratégias phygital eficazes. Entre as tecnologias mais utilizadas estão:

  • Realidade Aumentada (AR): possibilita que os clientes experimentem produtos virtualmente antes de comprar, a exemplo de testar um cosmético ou visualizar como um móvel ficaria em sua casa;
  • Internet das Coisas (IoT): dispositivos conectados que coletam e transmitem dados para melhorar a experiência do cliente e otimizar operações, como etiquetas inteligentes que atualizam automaticamente o estoque;
  • Beacons: pequenos transmissores que enviam notificações para celulares dos clientes quando estão próximos, oferecendo informações sobre produtos ou promoções exclusivas.

4. Omnicanalidade

É uma estratégia que garante que todos os pontos de contato com o cliente estejam interconectados e funcionem de maneira harmoniosa. Em uma abordagem omnicanal, os dados do consumidor e informações do negócio são sincronizados em todos os canais.

Por exemplo, um programa de fidelidade deve ser acessível tanto online quanto na loja física, permitindo que o público acumule e resgate pontos independentemente do canal de compra.

Por que o phygital é uma tendência?

As pessoas estão mais exigentes e buscam agilidade na hora de consumir produtos e serviços. No entanto, um estudo da TOTVS, divulgado pela Agência Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), revelou que “apenas 1/3 dos varejistas de Food Service estão investindo no phygital”.

Esse cenário representa uma oportunidade a ser explorada pelo setor. Afinal, a integração do mundo físico e digital tende a aumentar a fidelização e o engajamento dos consumidores. Sem falar que a utilização tecnológica otimiza processos e melhora a eficiência operacional.

Diante desse cenário, é importante que os varejistas de todas as categorias e segmentos estejam atentos às preferências do público e busquem se adaptar às novas tendências. Investir no phygital é a chave para se destacar e aumentar a probabilidade de realizar negócios lucrativos.

Como se adequar a essa estratégia?

Implementar abordagens phygital pode parecer desafiador, mas basta seguir algumas boas práticas para tirar o máximo proveito dessa abordagem inovadora. Abaixo, detalhamos quatro dicas para uma execução bem-sucedida.

1. Conheça seu nicho de mercado

Entender profundamente seu público é o primeiro passo para o sucesso. O uso de ferramentas de análise de dados permite mapear o comportamento online e offline dos consumidores. Dados demográficos, históricos de compra e interações nas redes sociais são valiosos para construir perfis detalhados dos clientes. Com essas referências, é possível criar campanhas segmentadas e adaptar a quantidade de produtos às demandas do público.

2. Ofereça diversas modalidades de pagamento

A conveniência é um elemento vital na experiência de compra. Disponibilizar vários tipos de pagamento, como cartões de crédito e débito, carteiras digitais, Pix e até mesmo opções de financiamento, atende diversos perfis de consumidores e facilita a conclusão do negócio.

3. Dê liberdade ao cliente

Permita que as pessoas escolham como e onde desejam realizar suas compras. Estruturas como cardápio digital, click and collect (comprar online e retirar na loja) e ship from store (envio a partir da loja) oferecem flexibilidade comercial. Para isso, abuse da criatividade e considere o feedback da clientela para definir o nível de liberdade mais viável para empreender.

4. Não se esqueça do pós-venda

Ofereça suporte adequado e acessível para resolver problemas e responder a dúvidas com precisão e rapidez. Implemente sistemas de acompanhamento para que o cliente rastreie suas compras e receba atualizações regulares. Por fim, garanta que os atendimentos estejam disponíveis em múltiplos canais — telefone, e-mail, chat online, WhatsApp e mídias sociais.

Viu só como o phygital beneficia os negócios de ponta a ponta? Não há como fugir das vantagens concedidas pela união desses dois mundos. O segredo está em considerar as características, as tendências e boas práticas de implementação mencionadas neste post para aumentar suas chances de sucesso.

Além disso, é importante criar uma conexão emocional com o público consumidor por meio de uma jornada de compra personalizada. Adapte seu empreendimento para essa nova realidade e esteja à frente dos seus rivais de mercado.

Gostou do post? Falando em tecnologia e eficiência, não deixe de conhecer a nossa calculadora de precificação.

Author picture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

12/07/2024

Estratégias de mercado e inovação: um mergulho no Encontro de Embai...

12/07/2024

Descubra como conquistar o selo de Melhor Serviço e destaque-se nas...

12/07/2024

Aperte o play: o Papo de Mercado começou!

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery