Steakhouse: o que é e como abrir uma?

Quer abrir uma steakhouse e não sabe por onde começar? Veja como estruturar o seu negócio e se destacar da concorrência.

Pensando em montar uma steakhouse? O Brasil é o segundo maior produtor de carne do mundo. Investir em um estabelecimento focado na venda de carnes pode ser uma boa ideia, já que é um alimento muito apreciado por aqui.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Statista, nosso país fica atrás apenas para os Estados Unidos, fazendo dessa iguaria parte da cultura brasileira. Porém, é importante entender como o negócio funciona e analisar as suas especificidades para alcançar o sucesso no empreendimento.

Continue a leitura e veja como abrir uma steakhouse, além de se diferenciar da concorrência.

O que é uma steakhouse?

Steakhouse é um tipo de estabelecimento especializado em servir porções de carnes individuais. Trata-se de um modelo de churrasco que teve como inspiração a gastronomia norte-americana. Por esse motivo, o seu cardápio é inspirado em cortes de carnes populares nos Estados Unidos.

Apesar de ter se popularizado nos EUA, as steakhouses são bem mais antigas. Elas surgiram em Londres, em meados da década de 1690. Os principais cortes eram compostos por peças como carneiro, boi e porco e o preparo geralmente consistia em assar as carnes lentamente em uma churrasqueira a carvão.

Com o passar dos anos, as opções de cortes passaram a incluir outros tipos de peças e técnicas. Além disso, outros elementos foram incorporados para servirem como acompanhamentos às carnes, como massas e saladas. 

Qual a diferença entre uma steakhouse e uma churrascaria?

As churrascarias brasileiras oferecem cortes como alcatra, picanha e filé mignon. Já as steakhouses preferem trabalhar com a oferta de carnes mais nobres para um público mais exigente.

Os cortes que encontramos numa steakhouse incluem os chamados T-bones e tomahawks. As raças dos bois também são consideradas, sendo as raças Wagyu e Angus algumas das opções.

Por isso, apesar de oferecer estilos mais rústicos de apresentação das carnes, as steakhouses podem ser consideradas um tipo de “churrasco gourmet”. O sucesso desse modelo de negócio se deve ao desejo dos consumidores em buscar por opções saborosas e experiências gastronômicas de alta qualidade.

Como montar uma steakhouse?

Para montar uma steakhouse há uma série de etapas a seguir. Confira as principais!

Faça uma pesquisa de mercado e monte um planejamento

O primeiro passo para montar uma steakhouse é fazer uma pesquisa de mercado. Dessa forma, você passa a entender aspectos relacionados aos clientes, concorrentes e fornecedores.

Com base nos resultados, você deve elaborar um plano de negócios. Esse documento é essencial para definir aspectos como público-alvo, perfil de atendimento, localização ideal para o empreendimento e estimativa de faturamento.

Defina a estrutura do local

O ambiente de uma steakhouse precisa comportar todos os equipamentos necessários para o trabalho. Também é fundamental ter um espaço apropriado para o armazenamento do estoque.

João Barcelos, especialista em delivery e Embaixador do iFood, enfatiza que “quanto mais ágil for a sua cozinha, melhor”. Assim, o local de preparo dos itens deve ser grande para permitir a fluidez dos colaboradores. 

Compre os equipamentos necessários

Alguns equipamentos não podem faltar em uma steakhouse. Entre eles, podemos citar:

  • churrasqueiras;
  • fogão;
  • freezer;
  • geladeira;
  • balcões para os preparos;
  • acessórios para a cozinha (tábuas, pegadores multiuso);
  • estantes e prateleiras.

João Barcelos lembra que “já existem equipamentos que ajudam muito dentro da cozinha, como mantenedoras de proteínas”. Essas ferramentas servem para preservar a carne, mantendo sua qualidade e suculência até que seja utilizada.

Monte o menu

Além das carnes de primeira linha, outros itens também não podem faltar em um cardápio de sucesso para a sua steakhouse. Para isso, você deve incluir opções de acompanhamentos, bebidas e sobremesas. 

Nesse sentido, algumas dicas para você criar o seu menu são:

  • cortes de carne: variedade de carnes para churrasco nobres, que incluem cordeiro, costela, ribeye, T-bone e born ribs;
  • acompanhamentos: saladas, massas, saladas, onion rings e opções variadas de molhos;
  • bebidas: alternativas com e sem álcool, como cervejas, sucos naturais, refrigerantes;
  • sobremesas: pudim, mousse, brownie, sorvete e cheesecake.

Tenha entre R$ 60 mil e R$ 120 mil para investir

Por fim, você vai precisar investir entre R$ 60 mil e R$ 120 mil para abrir uma steakhouse. Fatores como localização e tamanho do estabelecimento vão influenciar no valor.

Além disso, a estrutura básica desse tipo de negócio exige itens essenciais, como matérias-primas para os preparos, churrasqueiras profissionais e acessórios para a cozinha.

Como se diferenciar nesse mercado?

Buscar um diferencial é fundamental para se destacar dos outros estabelecimentos similares. A seguir, veja como atrair uma clientela maior e fidelizá-la.

Ofereça um atendimento personalizado e humanizado

O atendimento personalizado é uma estratégia que permite trazer uma experiência única aos clientes, ajudando a mantê-los fiéis ao seu estabelecimento. No delivery, ofereça o treinamento adequado aos colaboradores e invista em uma boa plataforma.

João Barcelos esclarece que “em relação ao delivery, é comum o hábito de dizer que o entregador atrasou, sendo que, na verdade, muitas vezes a cozinha demorou para despachar o pedido”. Por esse motivo, é importante manter o bom ritmo de preparo dos itens.

Tenha opções para diferentes públicos

Em relação à oferta de cortes de carne na sua steakhouse, não há muito o que ser feito para se diferenciar dos concorrentes. Afinal, o foco desse tipo de estabelecimento são as carnes de alta qualidade aliadas a um preparo especial. Por esse motivo, você deve se dedicar a encontrar outros tipos de diferenciais.

Uma alternativa é oferecer opções no seu cardápio para atender clientes que buscam itens específicos. Você pode ter alimentos veganos, vegetarianos, fitness e livres de glúten e lactose. No delivery, você também pode oferecer outros produtos relacionados à venda de carne ou cerveja artesanal exclusiva do seu estabelecimento.

Invista em estratégias de marketing

É importante investir em estratégias de marketing para atingir o seu público. Participar de eventos, fazer parcerias com influencers e criar programas de fidelização são ações que podem trazer bons resultados para a sua steakhouse.

Abrir uma steakhouse pode ser uma boa oportunidade de negócio. É importante considerar cada quesito e especificidade que envolvem esse tipo de empreendimento. Dessa forma, você conseguirá trilhar, com mais segurança, o caminho até o sucesso.

Que tal se diferenciar no delivery? Baixe o e-book gratuito e conheça as 5 principais tendências no segmento!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar