O que é a Web3 e quais mudanças ela pode trazer?

A Web3 é algo que pode ajudar os donos de restaurantes a se destacarem no mercado. Quer saber como? Leia este post e confira!

Entre as tendências atuais, a Web3 é uma que merece atenção. Ela consiste em um jeito diferente de fazer marketing e atrair clientes, prezando pela segurança de dados. Afinal, o que se vê hoje são muitos usuários na rede, mas expostos a criminosos virtuais.

Ficar por dentro da Web3 é o mesmo que acompanhar as tendências do mercado. Somente assim você consegue posicionar o seu negócio diante da concorrência, oferecendo diferenciais atrativos para os clientes.

Continue a leitura para entender mais sobre o que é Web, qual sua relação com o marketing digital e segurança de dados!

O que é Web3?

A Web3 é a terceira geração da internet, caracterizada pelo uso da Blockchain: uma estrutura em que permite inserir dados diversos, sendo bastante conhecida no mercado de criptomoedas.

Outro ponto sobre a Web3 é que ela vai lidar melhor com grandes volumes de dados — algo cada vez mais necessário para as empresas. Isso porque essa é a chave para processos mais fluidos e automatizados, tendo em vista a melhor experiência dos consumidores.

Para quem é dono de um negócio alimentício, por exemplo, poderá contar com ferramentas capazes de medir com precisão o nível de satisfação dos consumidores.

Quais mudanças a Web3 pode trazer para o mercado?

Para vender mais, todo empreendedor precisa buscar por diferenciação. Seja por um prato único, seja por outra característica, a Web3 pode ser útil nesse sentido, facilitando a coleta, interpretação de dados e obtenção de novas percepções e ideias.

Algumas mudanças que ela pode proporcionar ao mercado são:

  • maior segurança: a Blockchain é bastante segura, por mais que seja uma estrutura pública. Nela, um dado pode ser inserido, mas jamais alterado de modo não autorizado;
  • redução de custos: a Web3 oferece uma relação mais direta entre consumidor e empresa, com poucos ou nenhum intermediário, ajudando a reduzir não só os custos, como a fricção;
  • novos modelos de negócios: essa mudança específica pode ser muito benéfica a empreendedores, podendo atingir e impactar um número crescente de pessoas;
  • maior potencial de atingir pessoas: é possível contar com um marketing viral personalizado e capaz de trazer os consumidores certos ao negócio.

Como o empreendedor deve se preparar para esse cenário?

A primeira coisa que o empreendedor deve fazer é aprender sobre as novas tecnologias, entendendo como aplicá-las. À medida que a Web3 permite processar mais dados, quem empreende deve procurar por meios de identificar oportunidades de se diferenciar no mercado e, com isso, conquistar mais clientes.

Fazer testes também é algo plausível nesse sentido. Isso porque, caso uma ideia não dê certo, ela pode ser rapidamente descartada — e se der certo, poderá ser aplicada ao negócio em uma escala maior.

Victor Macambira, Co-fundador da Gass Company, faz algumas afirmações importantes: “estamos em um mercado [gastronomia] que cresce acima do PIB, estando em plena ascensão”.

Por outro lado, ele faz uma constatação sobre a taxa de mortalidade das empresas do ramo alimentício: “a gente também não pode esquecer que esse é um mercado com uma elevada taxa de mortalidade: 70% dos restaurantes deixam de existir em cinco anos”.

Outro ponto apresentado por Victor é que a “falta de conhecimento é um dos principais fatores que favorece esse cenário de alta mortalidade das empresas“.

Como garantir bons resultados e se destacar?

Além de entender o que os dados querem dizer, uma forma de o empreendedor ser bem-sucedido é fazendo parcerias. Na prática, é procurar por empresas que queiram auxiliar o empreendimento a ter uma sólida presença na internet.

Contudo, a recomendação-chave é focar na experiência dos consumidores. Mais do que analisar dados, é preciso que o negócio faça o monitoramento contínuo dos resultados das estratégias, visando encontrar pontos de insatisfação do cliente, tendo em vista a melhoria constante — seja das refeições, seja do atendimento prestado.

A Web3 é a terceira geração da internet, marcada pela maior segurança de dados em virtude da Blockchain. É, portanto, um assunto atual, que requer a atenção dos donos de negócios, pois é onde está a chave para o sucesso de um estabelecimento alimentício.

Aproveite e leia este post sobre o futuro da indústria de alimentos no Brasil!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar