Como montar um restaurante pequeno? Confira 8 passos

Saiba como montar um restaurante pequeno do zero, com dicas de uma especialista em negócios. Leia o post para saber mais!

As respostas para a pergunta “como montar um restaurante pequeno?” passam por diversos fatores, que vão muito além do dinheiro disponível e da motivação do empreendedor. É preciso levar em conta questões técnicas e comportamentais, como a montagem da equipe.

Com estratégias precisas e uma boa divulgação, será possível conquistar uma fatia no mercado. A concorrência existe, mas isso é algo que afeta qualquer setor. Além disso, sempre há espaço para empreendedores com boas ideias, um atendimento de qualidade e outros fatores de diferenciação.

Neste post, a administradora Taíne Hoffman traz dicas preciosas que vão ajudar você a montar um restaurante pequeno de sucesso!

1. Pesquise o mercado

“Embora seja um setor competitivo, com a estratégia certa, há um grande potencial de lucratividade e satisfação em construir um negócio que atenda às necessidades e desejos dos consumidores”, explica Taíne.

Para conquistar os seus objetivos, é fundamental que você pesquise bem o mercado antes de abrir o seu restaurante. De forma mais abrangente, desenvolva um plano de negócios, com as seguintes etapas:

  • defina o conceito do restaurante. Qual é o tipo de comida que será vendida? Você vai focar em um nicho, como pratos típicos de uma determinada região? Como restaurante pequeno, o seu negócio pretende trabalhar com a opção de PF? Essas são algumas questões para considerar;
  • faça uma análise de mercado. Conheça os concorrentes e as possibilidades do delivery na região, por exemplo;
  • crie uma identidade visual para o negócio, de modo que a junção das cores e da logomarca fiquem na cabeça dos clientes;
  • prepare um plano financeiro detalhado, mapeando as principais despesas para abrir um restaurante de pequeno porte e mantê-lo funcionando durante os primeiros meses.

2. Escolha a localização

Outra etapa importante é escolher o local ideal para abrir o restaurante. Segundo Taíne, é preciso levar em consideração “a localização, a acessibilidade para os clientes e o espaço necessário para as operações do restaurante”.

Uma boa ideia é considerar o fluxo de pessoas e a concorrência, de modo que você escolha uma região que proporcione uma boa visibilidade. Assim, será possível atrair as pessoas que estiverem passando por um lugar próximo ao empreendimento.

Já em relação aos concorrentes, tire um tempinho para pensar na fachada, para colocar seu restaurante ainda mais em evidência.

3. Elabore o cardápio

Planeje o seu cardápio escolhendo não apenas os itens do menu, mas definindo uma precificação inteligente dos pratos.

Outra etapa, de acordo com Taíne, é selecionar fornecedores confiáveis para proporcionar ingredientes de qualidade. Pesquise a reputação dos candidatos e converse com as empresas que contratam seus serviços.

4. Obtenha autorizações

“Legalize o negócio: registre a empresa e obtenha todas as permissões necessárias para operar”, indica a administradora Taíne.

É muito importante pesquisar as leis municipais e garantir que esteja tudo legalizado antes da abertura. Assim, você evita que um fiscal multe o seu negócio antes mesmo de ele começar a lucrar.

5. Tenha em mente a profissionalização do seu negócio

Além das autorizações municipais, você terá que lidar com outros trâmites burocráticos aplicáveis aos comércios alimentícios, como as licenças do setor. Todos esses são elementos que promovem a profissionalização do negócio. Alguns potnos importantes são:

  • alvará de funcionamento;
  • auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS);
  • CNPJ;
  • cópias de RG e CPF;
  • cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel no qual funcionará o restaurante;
  • manual de Boas Práticas de Fabricação;
  • registro de compra dos alimentos;
  • entre outros.

Vale lembrar que, dependendo do local de funcionamento, você não precisará correr atrás disso tudo. Outro detalhe é que algumas das licenças levam mais tempo para serem liberadas, já que cada secretaria tem seus processos próprios.

6. Adquira os equipamentos

Projete bem o espaço: “decore e reforme o espaço para refletir o conceito do seu restaurante, garantindo uma cozinha funcional”, recomenda Taíne.

Ainda que o restaurante seja pequeno, garanta que a infraestrutura esteja à altura das suas ambições. Lembre-se de que ter bons equipamentos é outro fator que servirá para atrair bons funcionários.

7. Treine a equipe

Contrate e treine colaboradores que compartilhem a sua visão de negócio. Não basta apenas ter técnica necessária para montar os pratos, é necessário também priorizar pessoas que tenham um bom histórico trabalhando em conjunto.

“Considere fazer uma abertura suave antes do lançamento oficial para ajustar os detalhes finais”, indica a administradora. Assim, a equipe terá uma boa oportunidade para se conhecer melhor e desenvolver um bom entrosamento.

8. Selecione bons fornecedores

Comida bem preparada e que fidelize os clientes precisa de fornecedores confiáveis de ingredientes e equipamentos de cozinha. Para restaurantes pequenos é interessante buscar parceiros dentro da própria região.

Quanto mais perto eles estiverem, menores serão os gastos de deslocamento e o tempo para a realização da entrega. Isso aumenta as chances de receber alimentos frescos, por exemplo, já que eles estarão bem perto do seu negócio. Você ainda fortalece o comércio local e inicia uma rede de networking com fornecedores da sua área.

9. Invista em estratégias de divulgação

O sucesso financeiro de qualquer negócio depende necessariamente de boas estratégias de marketing e divulgação, principalmente no ambiente digital.

Por isso, é essencial que você utilize as redes sociais para promover seu restaurante. É uma opção inicialmente barata, já que basta abrir uma página e começar a interagir com as pessoas.

Mesmo que as suas redes sociais sejam pouco movimentadas no início, deixe os links nas plataformas delivery dos quais você faz parte e direcione os clientes do ponto físico para que eles possam interagir na internet também.

10. Esteja em uma plataforma de delivery

Marcar presença em uma plataforma de delivery, como o iFood, é ainda mais importante para restaurantes de pequeno porte. Isso porque esses estabelecimentos costumam trabalhar com um orçamento mais modesto, então estar em um aplicativo assim é um modo de ampliar a visibilidade e expor o produto para um maior número de pessoas.

Além disso, as plataformas de delivery servem como um meio de mostrar como os seus produtos realmente são — de modo que isso desperte o interesse da clientela. Por isso, aposte em boas imagens e descrições detalhadas, que passem uma boa impressão daquilo que o consumidor está prestes a adquirir.

Boas descrições são especialmente eficientes nos combos. Imagine uma empresa que utilize a descrição “Hambúrguer, batatas e refrigerante” e outra que descreva os ingredientes do hambúrguer, a quantidade de batatas e o tipo de bebida que acompanha o pacote. A segunda tem maiores chances de despertar o interesse de quem ainda não conhece o restaurante.

Par quem ainda precisa de alguns dados sólidos para investir no setor, vale destacar que a indústria nacional de alimentos registrou um aumento de 7,2% no faturamento e de 5,1% na produtividade em 2023, em comparação com 2022. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA):

“O faturamento, em 2023, foi de R$ 1,161 trilhão, 7,2% acima do apurado no ano anterior (em termos nominais), acompanhando o crescimento das vendas para o varejo e o food service, e das exportações. O volume corresponde a 10,8% do PIB nacional”.

Embora seja um setor competitivo, é possível triunfar com as estratégias certas. Agora que você já sabe como montar um restaurante pequeno, já deu para entender que há um bom potencial de lucratividade e a satisfação de entender que o empreendimento surge para atender aos desejos dos consumidores.

Conheça estratégias para lucrar e fazer o seu negócio crescer: confira o material gratuito sobre as iscas de vendas!

Author picture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery