Marcas de cerveja: como escolher quais vender?

Conheça as principais dicas sobre como escolher marcas de cerveja, considerando critérios como a preferência do público e harmonização!
10 Min
Marcas de cerveja

A escolha das marcas de cerveja requer estratégias específicas. Logo, esse processo não deve ser feito aleatoriamente, pois, do contrário, a base de clientes tende a não aumentar ao longo do tempo. Assim, aqueles consumidores fiéis podem deixar de frequentar o estabelecimento.

Com a variedade de marcas de cerveja disponíveis no Brasil, é preciso fazer um estudo criterioso daquelas que você pretende oferecer no seu cardápio. Isso envolve a preferência do público, a harmonização com seus pratos e, até mesmo, o clima da sua cidade.

Quer saber como ter as cervejas mais vendidas no seu estabelecimento? Continue lendo até o final!

Qual cerveja os clientes preferem?

Antes de tomar qualquer decisão sobre as marcas de cerveja que você deseja oferecer, é essencial entender o seu público-alvo. Quem são seus clientes? Eles preferem cervejas mais tradicionais ou estão em busca de experiências cervejeiras únicas? Conhecer o perfil do seu público permitirá que você selecione marcas que atendam às suas preferências.

Sobre esse ponto, é fato que os brasileiros gostam bastante de cerveja! Afinal, o Brasil é um dos maiores mercados consumidores do mundo. Porém, é importante saber que as preferências por marcas de cerveja podem variar de região para região.

Uma dica é pesquisar com seus clientes quais são as marcas preferidas. Assim você pode compor um cardápio que atenda exatamente ao que seu público busca.

Além da pesquisa, essa preferência pode ser feita em um processo de benchmarking. Ou seja, você pode visitar outros estabelecimentos semelhantes ao seu e observar quais são aquelas bebidas mais pedidas pelos clientes.

Vale considerar ainda que a escolha da cerveja também considera fatores climáticos. Regiões mais quentes, como as litorâneas, tendem a consumir cervejas mais leves e refrescantes. Enquanto as cervejas mais encorpadas são mais escolhidas em regiões onde há mais predominância de clima frio.

Quais são os tipos de cerveja?

Quando o assunto é cerveja, existem consumidores mais e menos exigentes. Nesse sentido, é fundamental conhecer e diferenciar as bebidas de gosto mais amargo ou adocicado, bem como as opções que combinam bem com determinados pratos.

Ainda que seja algo muito amplo — afinal, existem mais de 150 tipos de cerveja no mundo —, seu negócio pode focar nas seguintes denominações:

  • lager: é o tipo considerado mais popular entre os brasileiros, principalmente porque combina muito bem com as chamadas comidas de boteco;
  • bock: tem uma cor mais escura, além de certas peculiaridades no sabor. Vale destacar que o seu teor alcoólico é elevado;
  • pilsen: tem uma coloração mais clara do que a lager, além de ter um sabor sutil e leve.

Como escolher a marca de cerveja?

Fazer uma pesquisa é fundamental na escolha das melhores marcas de cerveja. Dedique tempo para explorar as opções disponíveis, considere a reputação das marcas, a qualidade dos produtos e as avaliações dos clientes.

Lembre-se de que essa também é uma escolha comercial. Por isso, converse com fornecedores e representantes de cervejarias para obter informações adicionais sobre as que mais se destacam.

Além de considerar as preferências do seu público, vale a pena estudar sobre a harmonização com seus pratos. Comidas mais leves, como peixes e petiscos, podem fazer uma boa composição com cervejas mais densas. Enquanto frituras, queijos e carnes mais gordurosas podem combinar melhor com cervejas mais leves.

Ainda assim, considere sempre ter uma variedade de marcas, para garantir que você conseguirá atender a diferentes pessoas.

Como oferecer uma variedade de opções?

Independentemente do tamanho do seu negócio, é interessante diversificar em marcas e tipos de cerveja. Considere trabalhar com aquelas que agradem ao seu público, mas é fundamental monitorar se a preferência muda ao longo do tempo.

Na prática, é possível trabalhar com categorias de cervejas, visando atrair e fidelizar gostos diversificados. Por exemplo, as cervejas Premium estão em ascensão ultimamente.

Outra categoria que pode ser interessante para muitos estabelecimentos é a Low Cost. Como o nome sugere, são aquelas cervejas mais baratas e a qualidade um pouco menor em relação a outras.

Como criar harmonizações com cerveja?

A combinação é algo que vai depender da harmonização de sabores. Logo, associe cervejas com características que complementam os pratos — bebidas leves tendem a realçar comidas mais delicadas, enquanto aquelas mais robustas pedem pratos cujo sabor tem uma intensidade maior.

Além disso, a equipe deve ser treinada para sugerir cervejas que, de fato, combinem com os pratos. Se possível, contar com um profissional como sommelier pode ser de grande ajuda. Afinal, essa pessoa tem um conhecimento apurado em relação às cervejas e às melhores combinações com os demais itens do restaurante.

Ao montar o cardápio, destaque as cervejas disponíveis, bem como as sugestões de pratos que combinem melhor com a bebida. Também é interessante oferecer aos clientes experimentações em pequenas porções, pois ajuda o consumidor a saber quais as suas combinações favoritas.

Pode-se ainda destacar os eventos de degustação. Esse tipo de estratégia tende a dar muito certo, visto que pode atrair e fidelizar uma quantidade expressiva de clientes. Por fim, é importante entender as preferências da região em relação à cerveja e aos pratos. Por exemplo, uma área onde os frutos-do-mar são populares, cervejas leves e refrescantes tendem a ter maior aceitação do público.

É fundamental seguir certas estratégias na hora de escolher as marcas de cerveja do seu negócio. Entre os tipos e categorias citados, caberá ao dono do estabelecimento e à sua equipe proporcionar a melhor experiência possível ao consumidor, tornando o lugar sempre frequentado por ele!

Aproveite e confira as melhores ideias e dicas para o nome do seu bar!

Por iFood

Por iFood

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar