Organização de FLVs nos mercados: venda mais e com qualidade

Aprenda neste post como atrair clientes e garantir qualidade na organização de FLVs frutas, legumes e verduras!
6 Min
Aprenda neste post como atrair clientes e garantir qualidade na organização de FLVs frutas, legumes e verduras!

A organização de frutas, legumes e verduras, ou seja, do produtos (FLVs) de forma adequada tem um papel crucial na experiência de compra dos clientes e no sucesso dos estabelecimentos comerciais que os oferecem. 

Sem contar que a organização adequada dos produtos FLV nos mercados não é apenas uma questão estética, mas sim uma prática fundamental para garantir a qualidade, a segurança alimentar e a satisfação dos clientes, resultando em benefícios tanto financeiros quanto reputacionais para o negócio.

Confira neste post as melhores práticas de manejo de produtos FLV para vender mais e com qualidade! 

Porque é necessário garantir qualidade dos produtos FLV?

Os produtos frescos, como frutas, legumes e verduras são consumidos por 58% dos consumidores no varejo de acordo com os dados da Nielsen Consultoria. Portanto, caso os produtos não estejam apresentando uma boa qualidade, certamente fará o cliente mudar de loja.

Confira a seguir outros fatores que comprovam a importância de garantir a qualidade dos produtos!

Estatísticas mostrando os prejuízos pela falta de organização

Diversos estudos têm demonstrado que a falta de organização e cuidado na exposição dos FLVs nos mercados pode acarretar em prejuízos significativos, como a perda de alimentos.

Produtos frescos são mais sensíveis ao armazenamento e à manipulação, tendo perdas de aproximadamente 5% do faturamento bruto dos supermercados. Entre os alimentos mais perdidos, estão:

  • tomate;
  • batata;
  • morango;
  • banana;
  • cebola.

Ou seja, uma organização deficiente resulta em um maior desperdício de alimentos, menor rotatividade de estoque e, consequentemente, prejuízos financeiros para os supermercados.

Boas práticas na organização e manejo/escolha dos itens 

As boas práticas na organização e manejo dos produtos FLV também contribuem para a redução do desperdício de alimentos. Ao manter um controle adequado do estoque, realizar uma reposição constante e uma organização eficiente, é possível minimizar as perdas por deterioração ou expiração da validade. 

Isso não apenas aumenta a rentabilidade dos estabelecimentos, mas também promove a sustentabilidade ao evitar o descarte desnecessário de alimentos em bom estado, contribuindo para um sistema alimentar mais responsável e consciente.

Quais boas práticas adotar no manejo de FLV?

Depois de entender melhor a importância de manter a qualidade dos produtos FLV, é necessário conhecer as boas práticas para adotar no manejo desses produtos frescos. Acompanhe a seguir!

Limpeza e higiene

Manter os alimentos FLV limpos e higienizados é essencial. Isso inclui a remoção de sujidades, a lavagem adequada dos alimentos e a manutenção da higiene das áreas de exposição. Ao demonstrar preocupação com a limpeza, os estabelecimentos transmitem confiança aos clientes, incentivando a compra.

Além disso, as práticas de boa higiene também desempenham um papel importante na preservação da qualidade e na segurança alimentar. A lavagem correta dos alimentos ajudam a eliminar resíduos e microrganismos indesejados, garantindo que os produtos estejam em condições ideais para consumo.

Isso não apenas protege a saúde dos clientes, mas também fortalece a reputação dos estabelecimentos com fornecedores de alimentos seguros e de alta qualidade. 

Agrupamento por categorias

Organizar os FLVs por categorias facilita a localização dos produtos pelos clientes. Agrupe as frutas, legumes e verduras em seções distintas, de forma clara e identificável. Isso torna a experiência de compra mais intuitiva e ajuda os clientes a encontrarem o que procuram com maior facilidade.

Vale destacar também que o agrupamento por categorias permite uma melhor gestão do estoque e um controle mais eficiente da oferta de produtos. 

Com esse tipo de organização, os mercados conseguem ter uma visão clara da quantidade e da variedade de itens disponíveis em cada categoria, facilitando o planejamento de reposição e evitando a falta de produtos essenciais.

Etiquetagem clara

Etiquetas claras e informativas são essenciais para orientar os clientes na escolha dos produtos FLV. Forneça informações sobre o nome, origem, preço por quilo ou unidade, e outras informações relevantes. A etiquetagem clara ajuda a evitar confusões e permite que os clientes façam escolhas informadas.

Além disso, você pode incluir outros detalhes relevantes para auxiliar os clientes na tomada de decisão. Informações adicionais, como data de colheita, certificações de qualidade e dicas de armazenamento ou preparo, podem ser incluídas nas etiquetas.

Reposição constante

A reposição frequente dos produtos frescos é fundamental para manter as prateleiras abastecidas e garantir a disponibilidade dos itens aos clientes

Ao estabelecer um processo de reposição regular, os estabelecimentos comerciais conseguem evitar a falta de produtos e assegurar que os consumidores encontrem o que desejam em todas as visitas.

Lembrando que um planejamento eficiente de reposição envolve acompanhar o fluxo de vendas, monitorar a demanda dos clientes e prever as necessidades futuras. 

Por isso, é importante estar atento aos períodos de maior movimento, como fins de semana, feriados e eventos especiais, para ajustar a quantidade de produtos FLV disponíveis.

Organização por sazonalidade

A organização dos FLVs levando em consideração a sazonalidade dos alimentos é importante para destacar os produtos frescos e da estação. 

Promova a variedade e a diversidade de produtos conforme as mudanças climáticas e as safras. Isso demonstra a preocupação com a qualidade e a oferta de produtos frescos aos clientes.

Além disso, a organização por sazonalidade também permite aproveitar os benefícios econômicos, pois os produtos da estação tendem a ser mais abundantes e, consequentemente, mais acessíveis em termos de custo. 

Arranjo em camadas (produtos maiores e mais robustos na parte de trás e os menores na frente)

Ao organizar os produtos FLV nas prateleiras, adote o arranjo em camadas. Coloque os itens maiores e mais robustos na parte de trás, criando uma base sólida, e posicione os produtos menores na frente. 

Essa técnica proporciona uma aparência visualmente atraente e facilita a visualização de todos os produtos disponíveis.

Além disso, o arranjo em camadas também ajuda a evitar danos aos produtos durante o processo de seleção, pois os itens menores ficam mais protegidos na frente. 

Por fim, com a organização de frutas, legumes e verduras de forma adequada, é possível proporcionar uma experiência de compra mais agradável ao consumidor, além de aumentar a lucratividade. Implementando essas boas práticas, você conquista a fidelidade do cliente e ainda promove uma alimentação saudável.
Aproveite e conheça as principais estatísticas de vendas de loja delivery em 2022!

Por iFood Mercado

Por iFood Mercado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

19/05/2024

Promoção de vendas: 5 dicas para o seu sucesso