Rodízio de pastel: como montar um atraente?

Pensando em montar um rodízio de pastel mas tem dúvidas sobre o assunto? Entenda como colocar essa ideia em prática neste post!

O pastel faz parte da cultura brasileira, sendo difícil encontrar quem não aprecie essa iguaria tão popular. Afinal, não dá para resistir a uma massa crocante recheada de sabores quentes e deliciosos. É por isso que investir em um rodízio de pastel é considerado uma boa alternativa para lucrar.

Essa tendência vem chamando cada vez mais a atenção de pessoas empreendedoras e de clientes. Mas é importante entender como funciona essa modalidade e como colocar em prática da maneira mais adequada para alcançar o retorno desejado e evitar problemas como possíveis desperdícios.

Continue a leitura e saiba mais sobre como fazer um rodízio de pastel, atraindo mais clientes!

Como funciona um rodízio de pastel?

O rodízio de pastel funciona de maneira semelhante aos modelos tradicionais de rodízio de churrasco ou pizza. Ou seja, com o pagamento de um valor fixo, o cliente pode consumir uma determinada quantidade de itens vendidos no estabelecimento.

Apesar de não ser uma regra no rodízio de pastel, é interessante pensar em oferecer algum tipo de acompanhamento que harmonize com a iguaria. Essa é uma boa estratégia para aumentar o consumo no estabelecimento.

Entre as alternativas, estão sucos e refrigerante, molhos, vinagretes e até mesmo sobremesas. Mas lembre-se de informar antecipadamente o cliente de que esses itens não estão inclusos no valor do rodízio.

Quais devem ser as opções de sabor?

O ideal em rodízio é ter uma variedade de sabores. Como a massa de pastel combina com ingredientes bem variados, você pode aproveitar o rodízio para diversificar. Veja algumas sugestões para vender a seguir:

  • carne;
  • queijo;
  • frango com catupiry;
  • calabresa;
  • pizza;
  • camarão com queijo;
  • milho com catupiry;
  • atum com queijo;
  • carne seca;
  • cogumelo;
  • brócolis;
  • palmito;
  • alho-poró;
  • champignon;
  • brigadeiro;
  • banana;
  • morango com chocolate;
  • coco com doce de leite;
  • goiabada.

Os sabores mais tradicionais não podem faltar no rodízio de pastel. Porém, é interessante incluir alternativas diferentes para os clientes experimentarem. Pastéis salgados, doces, vegetarianos e gourmet podem fazer parte desse rodízio.

Mas tome cuidado com as inovações, já que é preciso lembrar que refletem a qualidade dos sabores dos seus produtos. Também tenha o cuidado de dar prioridade aos pastéis de menor custo para garantir um bom faturamento.

Uma dica é ficar de olho nos sabores mais consumidos e nas tendências da gastronomia para criar um cardápio. Quando os clientes gostam, as chances de consumirem novamente esses sabores em outras oportunidades e indicar para outras pessoas serão maiores.

Como organizar a lógica do rodízio?

Já definiu os sabores que vão fazer parte do rodízio de pastéis? Veja agora como fazê-lo na prática.

Verifique o estoque e equipamentos

Para apostar no aumento do faturamento com um rodízio, é importante que você tenha um bom controle de estoque. Isso é fundamental para evitar a falta de insumos na hora de produzir os diferentes sabores.

Em relação aos equipamentos, são usados os mesmos que você utiliza para o preparo dos pastéis no dia a dia. Invista em uma fritadeira de qualidade, que seja capaz de atender a demanda.

Estabeleça os dias do rodízio

Manter o rodízio de pastéis diariamente não é vantajoso como no caso das churrascarias e pizzarias. Um dos motivos para isso é o risco de desperdício de insumos, já que a procura por esse tipo de rodízio pode ser menor e, assim, a quantidade de pastéis produzidos muitas vezes não vai condizer com a demanda.

O ideal é começar definindo um ou dois dias da semana, com preferência aos dias em que o fluxo de clientes é menor, como uma forma de atrair mais gente. Isso vai contribuir para aumentar o faturamento nesses períodos. Com o tempo, conhecendo o público e suas preferências, veja se compensa estender os dias de rodízio.

Defina o tamanho dos pastéis

Quando se trata de um rodízio, o costume é oferecer opções de minipastéis de sabores variados. Dessa forma, o cliente tem a oportunidade de provar várias opções de uma só vez e você continua com uma boa margem de lucro.

Enquanto algumas pessoas costumam pedir os novos sabores do cardápio para experimentar, outras têm receio de experimentar o que não conhecem. Assim, o rodízio com minipastéis é uma boa oportunidade para que descubram sabores que normalmente não pediriam.

João Barcelos, Embaixador do iFood esclarece que “um cardápio eficaz é um cardápio enxuto, um cardápio que retém e um cardápio que vende”. Ou seja, trata-se de um que oferece clareza e evita dúvidas, retém clientes com opções para todos os bolsos e traz um bom retorno financeiro.

Estabeleça o preço do rodízio

O ideal é não cobrar um valor elevado no rodízio. Isso vai ser um incentivo a mais para as pessoas a optarem por essa modalidade de consumo. Assim, pesquise a média de preços praticados na sua região.

No cardápio fixo do seu estabelecimento, João Barcelos esclarece que “você tem que ter clareza de que você tem um produto mais em conta, mas você também tem um produto mais premium”. Porém, no caso do rodízio, leve em conta também os gastos para a produção dos pastéis e o perfil do público que pretende atingir.

Invista no delivery

A venda no delivery combina muito bem com o rodízio de pastéis. Por isso, é importante investir em boas plataformas para garantir uma entrega rápida e de qualidade para os seus clientes.

O cardápio digital é essencial para que o cliente tenha essa alternativa para fazer o pedido. Nesse sentido, João Barcelos ressalta que “sempre que você fizer o seu cardápio, veja e reveja como está escrita a descrição”. Além de estar correta, tem que ser capaz de despertar o desejo de consumo.

Quando vale a pena oferecer essa opção?

O rodízio é uma boa alternativa para quem deseja impulsionar as vendas do estabelecimento e aumentar o valor médio de consumo. Também é uma boa oportunidade para avaliar a aceitação dos clientes em relação a novos itens para adicioná-los no cardápio de pastel fixo.

Apostar nessa opção ainda é interessante para inaugurar ou reinaugurar a sua pastelaria. Assim, vai atrair o público para conhecer o seu negócio, a qualidade e as opções de sabores que você oferece.

Vale lembrar que o pastel é um item popular, de produção rápida e baixo custo. Por esses motivos, trata-se de um alimento perfeito para investir na modalidade de rodízio.

O rodízio de pastel em restaurante é uma ótima oportunidade de divulgar sua marca e alcançar uma boa margem de lucro. Por isso, considere se essa opção vale a pena e invista na qualidade dos itens para conquistar uma clientela fiel.

O desperdício de alimentos pelos clientes é algo recorrente nos rodízios. Veja o que diz a lei sobre a taxa de desperdício cobrada por alguns estabelecimentos.

Por iFood

Por iFood

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/06/2024

Dia das Crianças: o que vender nessa data?

20/06/2024

Marketing para restaurantes: especialista mostra como começar

19/06/2024

Como funciona o Imposto de Renda MEI?