Como fazer massa de pastel?

Confira as melhores dicas sobre como fazer massa de pastel. Conheça receitas deliciosas e crocantes para seu prato!

O pastel é uma daquelas comidas que são tão consolidadas na culinária brasileira que chega a parecer algo muito simples de preparar. Principalmente por conta do fato de que é fácil encontrar massa de pastel já pronta no mercado. Contudo, o preparo de uma boa massa exige técnica e uma série de cuidados ao longo do processo.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Quando servida em lanchonetes, por exemplo, a qualidade da massa é um fator que influencia bastante a experiência e, por consequência, a imagem do estabelecimento diante do público. O reporte de Food&Tech Trends da GALUNION traz dados que reforçam isso — se pudessem fazer um pedido às pessoas empreendedoras, 33% dos clientes solicitariam que não sacrifiquem a qualidade do produto.

Diante disso, confira algumas dicas para acertar na massa de pastel!

Quais são os ingredientes essenciais para a massa de pastel?

Existem muitas receitas de massa de pastel, de modo que você pode testar várias opções e até mesmo desenvolver a sua própria com o tempo. Para começar, no entanto, é importante conhecer os seus ingredientes essenciais, que são apenas 4:

  • farinha de trigo;
  • sal;
  • água morna;
  • óleo.

Por incrível que pareça, uma ótima massa para pastel realmente tem uma base muito simples. Ainda assim, há quem utilize outros ingredientes, como ovo, vinagre, creme de leite e até aguardente. Por ser uma iguaria muito popular, é natural que as pessoas façam modificações e novas receitas sejam repassadas entre familiares e amigos.

Outra modificação que se pode fazer é substituir a farinha de trigo pela integral, podendo atrair os clientes que estão em busca de opções mais saudáveis. Você pode explorar também diversas possibilidades para ter um cardápio de pastel bem diversificado no estabelecimento e agradar consumidores com todo tipo de preferência.

Por que a proporção correta de ingredientes é importante?

Como os ingredientes da massa de pastel realmente são muito simples, não deve ser difícil imaginar que o segredo da receita está na proporção. Utilizar as quantidades corretas é fundamental para que você consiga atingir a consistência e o sabor certo.

Por isso, para cada 500g de farinha de trigo, utilize 1 colher (chá) de sal, 200ml de água morna e 3 colheres (sopa) de óleo. Mesmo assim, tenha cuidado ao misturar os ingredientes, pois não deve juntar tudo de uma só vez. Você deve começar misturando a farinha e o sal, e só depois acrescentar a água e o óleo aos poucos.

É importante não colocar os líquidos de uma vez porque isso permite que você sinta a consistência que a massa de pastel vai ganhando. A mesma dica vale para massas preparadas em grande quantidade, como é o caso nas cozinhas de restaurantes, bares, pastelarias e outros locais. Coloque metade dos líquidos primeiro e acrescente o restante gradualmente.

Como amassar e descansar a massa?

Com a massa de pastel misturada, o passo seguinte é sová-la até ficar bem homogênea e lisa. Dependendo da consistência em que ela esteja, pode ser necessário acrescentar um pouco mais de farinha de trigo para chegar ao ponto ideal.

Vale destacar que esse processo exige certo esforço físico. É algo que dá para fazer em casa sem problemas, com pouca quantidade de massa, mas fica muito mais complicado de executar em uma escala maior, tal como um estabelecimento comercial.

Por isso, é interessante investir em equipamentos que ajudam a otimizar o processo, ganhando tempo e diminuindo o esforço necessário. Nesse sentido, as batedeiras industriais e as amassadeiras para massa de pastelaria são excelentes aliadas na produção.

Depois de todo o processo de sovar, é preciso cobrir a massa para pastel com um pano úmido e deixá-la descansar por cerca de 30 minutos. Desse modo, ela fica ainda mais macia, com a consistência perfeita para ser aberta.

Como abrir a massa de pastel de forma eficiente?

A espessura da massa para pastéis é um aspecto que os clientes levam muito em consideração. Para uma massa bem fininha, você terá que deixá-la com apenas 1 ou 2 milímetros de espessura.

Tenha o cuidado de abrir a massa em uma bancada enfarinhada, para não correr o risco de grudar. Pode dividi-la em porções e usar um rolo para esticar cada uma, enquanto deixa as restantes embaladas em papel filme para não ressecarem.

Já que você precisa manter um padrão de qualidade nos alimentos que serve aos clientes, é muito importante que todos os pastéis tenham a mesma espessura de massa. Para isso, vale a pena ter uma máquina de abrir massa de pastel. Esse equipamento permite controlar a espessura de forma precisa e agiliza muito a produção.

Como conseguir a fritura perfeita?

Após abrir a massa, você deve cortar os pastéis do tamanho desejado, colocar o recheio e fechar com um garfo ou uma carretilha própria para essa finalidade. Em seguida, é hora da fritura, um processo que exige bastante atenção tanto com a massa quanto com o risco de acidentes.

A temperatura e o tempo de fritura são essenciais para um resultado perfeito, que é aquela massa sequinha e crocante. Então aqueça o óleo a 180°C e frite cada pastel até ficar dourado, o que deve levar entre 30 segundos e um minuto.

Caso o óleo esquente além do necessário em algum momento do processo de fritura, é melhor parar um pouco e esperar que chegue à temperatura ideal de novo. Se você fritar os pastéis em óleo muito quente, eles vão dourar rápido demais, com a massa ainda crua.

Por fim, deixe os pastéis em uma grade culinária por alguns minutos, para que o excesso de óleo escorra, e transfira-os para um recipiente forrado com papel absorvente. Dessa maneira, você servirá uma massa de pastel com a fritura perfeita.

Como a qualidade da massa de pastel impacta a satisfação do cliente?

Justamente por ser um alimento muito popular no cardápio de estabelecimentos alimentícios, a qualidade da massa para pastel é um fator que influencia bastante a satisfação dos clientes. Massas sem crocância e encharcadas de óleo, por exemplo, são uma verdadeira decepção para o paladar.

Além disso, não é só a imagem do pastel servido no bar ou restaurante, por exemplo, que fica prejudicada. Para os clientes, se o local não consegue garantir nem mesmo a qualidade do pastel, pode ficar a impressão de que outros pratos também vão deixar a desejar.

Uma boa massa de pastel faz toda a diferença na experiência que os consumidores terão no seu estabelecimento. Com os cuidados que você conferiu aqui, é possível preparar pastéis dos mais variados sabores, deixando os clientes cada vez mais satisfeitos, fazendo com que queiram voltar mais vezes para degustar essa e outras delícias do cardápio.

Para alavancar ainda mais o seu negócio, confira 14 planilhas para melhorar a gestão!

Por iFood

Por iFood

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar