Extrato bancário: o que é e como interpretá-lo para o seu estabelecimento!

Que tal aprender a interpretar o extrato bancário? Leia o post e fortaleça a gestão financeira do seu estabelecimento!

Os aplicativos dos bancos facilitaram muito a consulta do extrato bancário. Atualmente, é muito fácil checar a versão digital no celular, não somente do extrato atual como também dos meses anteriores. O extrato impresso, no entanto, não deixou de ser uma opção — você pode solicitar o arquivo e imprimir.

Geralmente, as informações que constam no documento são simplificadas, e não é difícil entendê-lo. Mas alguns detalhes podem exigir certo esforço para interpretar, devido à presença de códigos, por exemplo. A partir da compreensão aprofundada do extrato, você pode otimizar a gestão financeira do seu estabelecimento, bem como usar a conta bancária de forma mais estratégica.

Continue a leitura para entender mais sobre o extrato bancário e como usá-lo a favor do seu negócio!

O que é um extrato bancário?

O extrato bancário é um documento que detalha informações referentes às movimentações financeiras da conta bancária. Ele pode ser obtido de forma física ou digital, e algumas opções são:

  • extrato impresso;
  • caixa eletrônico;
  • aplicativos;
  • internet banking.

Normalmente, o extrato bancário categoriza as movimentações mês a mês (opção amplamente disponível nos serviços automatizados), mas também pode usar outros intervalos de tempo. Se você desejar, pode entrar em contato com o banco e solicitar o extrato de um período específico — por exemplo, um extrato semanal, trimestral ou que contemple todas as movimentações desde a abertura da conta.

Quais os tipos de extrato bancário?

As instituições financeiras disponibilizam diferentes tipos de extrato bancário. Essa é uma forma de facilitar a organização financeira do cliente e as diferentes funções do documento, o que contribui para uma gestão empresarial mais eficaz. Confira, a seguir, os principais tipos.

Comum

O extrato bancário comum é um demonstrativo tradicional, em que o cliente consegue definir o período que deseja consultar. Ou seja, você pode emitir o documento com informações relacionadas aos últimos dias ou meses, ou até escolher uma data de início e fim para as informações do extrato a ser emitido.

Para obtê-lo, o empreendedor pode utilizar um caixa eletrônico, aplicativo ou internet banking da instituição financeira. Normalmente, a emissão é gratuita quando realizada de forma virtual. Por outro lado, para emitir o documento por meio dos caixas eletrônicos, é possível que exista um limite de extratos que podem ser obtidos gratuitamente.

Mensal consolidado

O extrato bancário mensal consolidado contém todas as operações feitas no período de um mês fechado. A principal diferença dele em relação ao extrato comum está em seu caráter mais completo, já que o extrato mensal consolidado oferece informações mais detalhadas a respeito das movimentações registradas na conta.

Além disso, é comum que as instituições financeiras façam algum tipo de cobrança pela emissão do extrato mensal consolidado. A solicitação pode ser feita por meio dos canais digitais, como o aplicativo, ou até por telefone.

Anual consolidado

O extrato bancário anual consolidado é bastante similar ao consolidado mensal, já que também engloba um período fechado. Mas, como o nome indica, ele é referente ao período de um ano, cujas movimentações financeiras são detalhadas no documento. Além disso, o anual consolidado apresenta dados referentes ao ano fiscal, que inicia no primeiro dia de janeiro e acaba em 31 de dezembro.

Para obtê-lo, você pode entrar em contato com a central de atendimento ou utilizar os canais digitais. A emissão é gratuita, uma vez que o documento pode ser usado no preenchimento da Declaração Anual de Imposto de Renda.

Como interpretar os extratos bancários do seu estabelecimento?

As movimentações na conta são mostradas no extrato bancário por meio de siglas e códigos. Os principais que constam nele são:

  • C: créditos do correntista (como a entrada de dinheiro na conta);
  • D: débitos (saída de dinheiro da conta do cliente);
  • C/C: conta-corrente;
  • C/I: conta-investimento;
  • TB: transferências bancárias;
  • TBI: transferências bancárias realizadas pela Internet;
  • DOC ou TED: transferências eletrônicas entre instituições diferentes;
  • DEP. DINH: depósitos feitos por meio de dinheiro;
  • DEP. CH: depósitos feitos por meio de cheque;
  • PG. COBRANÇA, PAGTO, PAG ou PGTO: pagamento de boletos bancários (como faturas de cartão e outras despesas);
  • IOF: Imposto sobre Operações Financeiras (tributo);
  • DA: débito automático;
  • TAR ou TRF: tarifa mensal de serviços, referente à anuidade do cartão ou algum pacote contratado;
  • ENC: tarifas lançadas como encargos.

Como o extrato bancário pode contribuir com o controle de gastos?

O extrato pode ser muito útil na gestão de restaurantes e outros estabelecimentos do setor alimentar. Por meio dele, o empreendedor consegue acompanhar todos os recebimentos e gastos do ao longo do mês. Logo, esse é um indispensável no planejamento e na gestão das finanças do seu negócio.

Além disso, ao consultar o extrato, você consegue uma boa noção das taxas do seu banco. A partir disso, é possível negociar tarifas melhores, caso você queira que o seu negócio tenha uma relação melhor com a instituição financeira.

Controlar os gastos com a ajuda do extrato bancário traz outras possibilidades vantajosas, como a de conseguir um empréstimo para MEI. Com uma boa gestão dos negócios, a chance de conseguir crédito é muito maior.

Duas ações que ajudam muito a garantir um bom gerenciamento das finanças e reduzir as chances de erros são centralizar suas finanças e separar as finanças pessoais das finanças da sua empresa. Nesse sentido, a conta digital iFood pode ser a solução ideal. Trata-se de uma conta digital para CNPJ, criada para otimizar a sua gestão financeira.

Para garantir ainda mais controle sobre as finanças do seu negócio, é ideal consultar o extrato bancário, no mínimo, semanalmente. Além disso, é uma boa prática comparar extratos bancários de anos diferentes. Assim, você pode perceber, por exemplo, se conseguiu reduzir despesas e aumentar as receitas do seu empreendimento.

Um bom acompanhamento da saúde financeira do seu negócio por meio do extrato bancário é fundamental para evitar o endividamento e tomar decisões inteligentes. Então, não se esqueça de consultá-lo regularmente, comparar diferentes extratos e usar de forma inteligente as alternativas de conta e de emissão de extrato à sua disposição!

A postura estratégica da sua gestão pode — e deve — ir muito além das finanças. Aproveite a visita e entenda o que é e como construir o planejamento estratégico do seu negócio!

Por iFood

Por iFood

6 respostas

  1. Minha conta como entregador atualmente está congelada, justamente agora descobri que preciso declarar imposto de renda referente aos períodos 2020 a 2023, já tentei obter o extrato pelo App não tenho acesso. Já pedi através da opção ajuda no site, mas não estou conseguindo. O que faço ifood?

    1. Oi, Joel! Por aqui conseguimos ajudar apenas os restaurantes e lojas parceiras. Mas acesse o Instagram @ifoodparaentegadores e envie uma DM 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

12/04/2024

Melhoria Contínua no Atendimento do iFood: conheça o Botão de Ajuda

12/04/2024

Aprenda a técnica food porn para caprichar nas fotos de comida

11/04/2024

Feedback do cliente: saiba como tirar proveito

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery