Método 50-30-20: o que é e como utilizar?

O Método 50-30-20 consiste em uma técnica de organização financeira que divide as entradas de caixa conforme a prioridade das despesas, nas proporções decrescentes. Saiba mais aqui!

Conhecer diferentes técnicas e estratégias para manter as finanças em ordem faz toda a diferença quando o assunto é conduzir um negócio. Nesse contexto, o Método 50-30-20 é de grande ajuda.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Com essa técnica, é possível organizar o faturamento para pagar as despesas, fazer novos investimentos e ainda ter um capital de giro. Desse modo, as finanças se mantêm em equilíbrio e você consegue fugir de dívidas.

Neste post, saiba como investir em uma gestão financeira eficiente com o Método 50-30-20 e conquistar o sucesso empresarial!

O que é o Método 50-30-20?

O Método 50-30-20 consiste em uma técnica de organização financeira que divide as entradas de caixa conforme a prioridade das despesas, nas proporções decrescentes: fixas (50%), variáveis (30%) e poupança (20%).

Com isso, você pode garantir que os gastos mais urgentes sejam pagos, seguidos dos que têm um prazo mais flexível e daqueles ainda sem data de vencimento.

Com esse método, é possível acompanhar com mais atenção as despesas mensais do negócio. Além disso, ajuda a ter uma visão completa da situação financeira da empresa, identificando os melhores momentos para investir ou reduzir os gastos.

O Método 50-30-20 surge como uma estratégia financeira eficiente para pessoas empreendedoras, já que fornece informações valiosas para aplicar na gestão financeira do estabelecimento.

Como aplicar o método no contexto empresarial?

O Método 50-30-20 é bastante simples, o que favorece a aplicação no contexto dos mais variados tipos de negócios. O importante é saber que o objetivo dessa técnica é encontrar o equilíbrio das finanças e reservar um dinheiro para fazer novos investimentos no futuro.

Geralmente, esse método é utilizado para cuidar da saúde financeira pessoal. Mas como ele simplifica as finanças, também pode ser aproveitado por vários negócios, principalmente no setor da alimentação.

Como fazer a identificação e classificação dos gastos?

Para entender como funciona o Método 50-30-20, devemos saber como classificar os gastos. Na prática, você pode pegar toda a receita líquida do mês e dividi-la em:

  • 50% — despesas fixas, como aluguel, pagamento dos funcionários e demais contas que são pagas sempre no mesmo valor;
  • 30% — despesas variáveis, como insumos, embalagens, tarifas de cartão de crédito, entre outros custos indiretos ou diretos;
  • 20% — dinheiro a ser poupado, como reserva de emergência, capital de giro, investimentos etc.

Quais os benefícios da utilização do método?

Com a aplicação do Método 50-30-20 no seu negócio, você pode encontrar uma nova maneira de gerenciar as entradas e saídas de caixa, além de desfrutar de uma série de benefícios, como:

  • organização;
  • praticidade;
  • facilidade nos cálculos;
  • aumento da previsibilidade;
  • otimização na redução dos custos diretos e indiretos;
  • melhora do controle financeiro.

Quais são os possíveis desafios e como superá-los?

Um dos principais desafios encontrados no Método 50-30-20 é o acompanhamento das entradas e saídas. Por isso, contar com uma boa estratégia de gestão de receitas e despesas vai ajudar na aplicação da técnica. Você também pode usar aplicativos, programas ou cadernos para anotar cada gasto e ganho.

Outro ponto importante é que a aplicação do Método 50-30-20 envolve um planejamento a médio prazo — por exemplo, anual — para facilitar o monitoramento do caixa. Por essa razão, montar um plano estratégico por ano ou por mês ajuda a direcionar os gastos, estruturar as novas iniciativas e planejar os próximos investimentos.

Em geral, a adoção do Método 50-30-20 é uma prática que favorece a saúde das finanças dos negócios. Para elevar os resultados, você pode buscar por assessoria financeira profissional e ferramentas que auxiliem na implementação dessa metodologia. Desse modo, você conta com mais segurança nas finanças e potencializa o crescimento do seu empreendimento.

Curtiu o post? Saiba também como é a nova tela financeira do Portal do Parceiro iFood!

Author picture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

19/05/2024

Promoção de vendas: 5 dicas para o seu sucesso

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery