Utensílios de cozinha: especialista mostra como escolher

No ramo da alimentação, contar com os utensílios de cozinha adequados faz toda a diferença na rotina dos profissionais, na experiência dos clientes e no sucesso do negócio.

No ramo da alimentação, contar com os utensílios de cozinha adequados faz toda a diferença na rotina dos profissionais, na experiência dos clientes e no sucesso do negócio.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Por isso, é importante saber selecionar muito bem os itens você vai adquirir para garantir a eficiência na cozinha do seu estabelecimento e oferecer um serviço de qualidade.

Sou Maísa Lopes, especialista em negócios do ramo da gastronomia e Expert iFood, com graduação em gastronomia e pós-graduação em Chef Cuisine Internacional e Nacional. Também sou dona da Chef Planet, que vende equipamentos para cozinhas profissionais, e presto consultoria nesse segmento.

Com minha experiência, trouxe algumas informações para ajudar você na escolha dos utensílios de cozinha. Continue lendo e aproveite todas as dicas!

Quais são os critérios para escolher utensílios de cozinha de qualidade?

Existem vários critérios que você tem que levar em conta na escolha dos utensílios de cozinha. Aqui, confira os principais:

  • os utensílios devem atender às normas da vigilância sanitária;
  • precisam ser realmente necessários na cozinha;
  • devem ter a capacidade de padronizar medidas — um pegador que separa exatamente 15 gramas de milho para colocar na pizza, por exemplo;
  • têm que ser de fácil higienização.

Além desses fatores, você precisa seguir a RDC 216/04, que estabelece boas práticas para serviços do setor da alimentação. “Lá tem tudo detalhado — como deve ser a cozinha, o que pode e o que não pode ter, os utensílios… Enfim, esse é o manual do dono de restaurante.”

Quais utensílios são essenciais na cozinha?

Entre os diversos utensílios de cozinha em que você pode investir, há alguns que são indispensáveis. A seguir, confira quais são eles.

Facas

Independentemente da operação que você tiver, sempre vai precisar de boas facas. Por isso, escolha facas com um cabo resistente, que não seja liso demais. Existem modelos feitos totalmente em aço inox, inclusive a parte do cabo, que podem causar acidentes devido à falta de atrito na hora que você vai segurar.

A lâmina da faca também deve ser de ótima qualidade, já que você vai usar com constância e terá que afiar muitas vezes. Se comprar um produto inferior, não vai conseguir manter a qualidade da produção.

É importante, ainda, ter vários modelos de faca. “A faca de desossa, a faca de corte, a faca universal, que a gente consegue usar para vários cortes. Essas são algumas facas para iniciar o que a gente precisa. Elas são fundamentais para o dia a dia do negócio.”

Em outras palavras, tenha um bom conjunto de facas. O ideal e investir em pelo menos 3 ou 4 boas facas para começar a ter um melhor rendimento na equipe.

Medidores

Os medidores são utensílios de cozinha que permitem manter um padrão na produção dos alimentos que você comercializa. “Padrão na sua cozinha e na ficha técnica é excelente para o negócio pelo fato de você utilizar a ficha técnica para precificação. Então, você sabe exatamente a quantidade que vai de insumo naquele item.”

Balança

A balança é fundamental para que você consiga desenvolver as receita mantendo a padronização. Assim como os medidores, é uma das ferramentas culinárias que não podem faltar na sua cozinha.

Tigelas

As tigelas, também chamadas de bowls, facilitam muito na hora de dividir os insumos e misturar itens durante a produção. Esses utensílios de cozinha são úteis até para fazer descartes rápidos na bancada, já que você pode ir colocando tudo em um bowl e jogar no lixo só depois, ao fim do processo.

Por que investir em utensílios duráveis?

Priorizar utensílios e equipamentos de cozinha duráveis pode parecer mais caro, mas a verdade é que isso gera uma economia em longo prazo. “Por exemplo, quando eu vou comprar uma panela, às vezes, aquela de aço inox é mais cara, mas ela vai ter uma durabilidade muito maior na cozinha, comparada à de alumínio.”

Por esse motivo, não vale a pena escolher itens mais baratos, principalmente quando eles são muito usados na cozinha, pois você vai ter que repor com muita frequência. Assim, é interessante analisar o tempo de vida dos utensílios para não ter que comprar constantemente os mesmos materiais.

Além disso, é necessário fazer manutenção para preservar as ferramentas culinárias por mais tempo. Existem dicas muito simples que ajudam bastante nesse processo. Estes são alguns exemplos:

  • tenha um bom afiador de facas na cozinha;
  • faça manutenção nas panelas de pressão para manter a eficiência e diminuir os riscos;
  • evite colocar água fria nas panelas de alumínio quando estiverem aquecidas, pois isso entorta o material.

Como você pode ver, são práticas que podem ser adotadas no dia a dia para melhorar a durabilidade dos seus utensílios.

Qual o papel dos utensílios na eficiência operacional na cozinha?

Algo que eu vejo, hoje, é que a gente tende a comprar muitos utensílios de cozinha que não vai utilizar. Quando você entra na despensa, tem diversos utensílios que ficam lá parados, acumulando bactéria e ocupando espaço. Nesses casos, uma ideia é vender os que não fazem falta.

Fazer essa análise e limpeza ajuda a manter a cozinha organizada e a melhorar a eficiência operacional porque permite entender quais itens você realmente usa e precisa. Desse jeito, fica mais fácil fazer a lista dos produtos que tem que trocar e descobrir de quanto em quanto tempo tem que fazer isso.

“Esse detalhes, esses relatórios, essa busca por informações pode fazer e faz diferença, na hora de colocar na ponta do lápis, principalmente do lado financeiro, para que você consiga sempre melhorar. O restaurante tem que estar em constante melhora para ter melhores resultados.”

Como a escolha de utensílios impacta a experiência do cliente?

Com utensílios e acessórios para cozinha que ajudam a padronizar a produção, como é o caso dos medidores, os clientes sempre vão receber o mesmo produto. Não há o risco de pedir um prato e receber uma quantidade maior em um dia e menor no outro, por exemplo.

A qualidade dos utensílios de cozinha é um dos aspectos que impactam a experiência e a segurança dos clientes. Por exemplo, você “escolhe uma opção de madeira porque é mais barata, mas você está colocando em risco a operação. Pode soltar fiapo e é um risco de contaminação por aglomerar mais bactérias.”

A escolha dos utensílios de cozinha é uma tarefa que merece bastante atenção no seu negócio. Esses itens influenciam o dia a dia da operação e impactam de forma significativa os resultados entregues aos clientes. Então, siga as dicas que você viu aqui e providencie boas ferramentas para seu estabelecimento.

Gostou deste post? Confira mais dicas para montar uma cozinha de restaurante!

Por Maísa Lopes

Por Maísa Lopes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

15/06/2024

Aumente o faturamento: 5 estratégias de vendas para aplicar no deli...

14/06/2024

Fluxo de caixa: o que é e como aplicá-lo no seu estabelecimento!

13/06/2024

Conheça as principais frentes de atuação do Compromisso para 2024