Auxiliar de cozinha: tudo sobre a carreira e oportunidades

Como está o mercado atual para o auxiliar de cozinha? Qual é a média salarial e o que faz esse profissional? Confira no post!

Em negócios do ramo alimentício, não é apenas o chef que se destaca: por trás dele, há toda uma equipe que se desdobra para organizar o espaço, preparar os alimentos e deixar os equipamentos bem posicionados. Essas são algumas das funções de um auxiliar de cozinha.

Esse profissional tem diversas atribuições, diretamente ligadas à preparação dos pratos do cardápio. Pessoas que querem entrar no mercado da Gastronomia, por exemplo, podem começar nessa posição e progredir na carreira.

Saiba mais sobre a profissão de auxiliar de cozinha e as oportunidades na área!

O que faz um auxiliar de cozinha?

O auxiliar de cozinha é uma figura imprescindível para a boa produtividade de um comércio alimentício, já que proporciona o suporte para os outros colaboradores no pré-preparo da comida e na produção dos pratos.

Auxiliares de cozinha trabalham junto aos cozinheiros principais, conhecidos também como chefs, ou da pessoa nutricionista, dependendo das características do estabelecimento. Uma das suas principais funções é organizar as atividades na cozinha, para os prazos serem respeitados e a comida bem feita.

Essa é uma posição cobiçada, porque muitas pessoas com o desejo se tornarem chefs podem começar por essa função. Contudo, por conta das responsabilidades mais administrativas, também pode ser o passo inicial para uma carreira de gestão de um estabelecimento alimentício.

A pessoa que atua nessa função também fica por conta da disposição dos alimentos no ambiente de preparo e na montagem de um prato, de maneira harmoniosa e organizada. É quem fica por trás da mise en place (algo como “pôr em ordem”), uma etapa fundamental da rotina de um estabelecimento alimentício.

Tem mais! O auxiliar de cozinha ainda pode ser alocado na conservação de alimentos, na disposição de equipamentos e no controle do estoque. Ele é especialmente útil na cozinha industrial e em estabelecimentos que realizam o delivery, por exemplo, para que o cozinheiro principal não fique sobrecarregado.

Qual é a diferença em relação ao ajudante de cozinha?

Por serem palavras utilizadas como sinônimos na Língua Portuguesa, é possível que um auxiliar de cozinha seja confundido com um ajudante. Embora alguns estabelecimentos misturem as funções dos dois cargos, algumas diferenças precisam ser destacadas.

A pessoa que atua como ajudante é aquela que foca mais na limpeza da cozinha, tendo a responsabilidade de deixar tudo limpo e organizado para que o trabalho dos outros colaboradores tenha sucesso. Já quem é auxiliar tem participação no preparo dos alimentos, ainda que não seja a pessoa responsável pela criação dos pratos e do cardápio.

Em caso de inspeção sanitária, uma cozinha organizada e bem disposta garante que o negócio continue funcionando normalmente, certo? Logo, um ajudante é responsável por higienizar os materiais de trabalho da cozinha, utilizados pelos cozinheiros e auxiliares.

Além de poder dividir tarefas manuais com o auxiliar, como descascar e ralar alimentos nos momentos de pico do estabelecimento, esse profissional também deve ter um bom conhecimento dos utensílios de cozinha e habilidade no manuseio, em especial de objetos cortantes.

Como é o mercado e as possibilidades de atuação?

O mercado de trabalho para auxiliares de cozinha é bastante amplo, uma vez que esses profissionais não se resumem apenas aos restaurantes. Bistrôs, food trucks, lanchonetes, hamburguerias, dark kitchens e até mesmo cantinas de escolas e universidades são exemplos de lugares onde um auxiliar de cozinha pode se destacar.

Sempre que um estabelecimento tiver um chef de cozinha, haverá espaço para o auxiliar. Afinal, o negócio precisa desses profissionais para manter a ordem e a limpeza do ambiente — e ainda ajudar diretamente no preparo da comida. Isso garante que a experiência e a satisfação dos clientes sejam as melhores possíveis.

Além disso, muitos hotéis também contratam auxiliares de cozinha para trabalhar em seus restaurantes ou cozinhas internas. Outra opção é trabalhar em empresas que oferecem serviços de alimentação coletiva, como refeitórios industriais.

As possibilidades de atuação são variadas e vão desde pequenos estabelecimentos até grandes empresas. O importante é ter habilidade na cozinha e disposição para aprender novas técnicas e receitas. Com dedicação e esforço, é possível crescer na carreira e conquistar posições mais altas na área gastronômica.

Quanto ganha um auxiliar de cozinha?

Conforme o site Glassdoor, que compila informações anônimas sobre remunerações em diversas empresas no Brasil, a média salarial mensal do auxiliar de cozinha é de R$ 1.500,00, englobando postos em todo o país. Um valor próximo também pode ser encontrado na página do portal Salário, que informa os vencimentos em 2023 e um teto salarial de R$ 2.240,17.

Um dado interessante sobre essa profissão é que existem diversas opções de cursos gratuitos para quem quer mergulhar no universo gastronômico — e uma graduação na área não é obrigatória. Um exemplo é a oferta de cursos de qualificação na área oferecidos pelo iFood, totalmente gratuitos e com certificados para imprimir.

auxiliar de cozinha: imagem demonstrativa de um currículo de um auxiliar de cozinha

Quais habilidades e competências podem ser um diferencial?

A pessoa que atua como auxiliar de cozinha precisa ter algumas habilidades pessoais, para além do conhecimento técnico. A capacidade de organização é uma delas, bem como a facilidade em manter relações interpessoais.

Isso porque o ambiente precisa estar sempre organizado, e a convivência positiva com os cozinheiros e demais colaboradores faz a diferença no sucesso da equipe e do estabelecimento.

O fato de não ser ainda chef não significa que esse profissional também não possa exercer a criatividade: um exemplo é a mise en place, que exige experiência e boas ideias para criar combinações funcionais e facilitar o trabalho dos outros profissionais.

O auxiliar de cozinha é um profissional multitarefas. Ainda que o perfil mais conhecido seja o de chef, os auxiliares são aqueles que estão por trás das engrenagens do sucesso do estabelecimento — e dos principais pratos que as pessoas saboreiam. Por isso, vale a pena conhecer bem cada função, para contar com uma equipe bem preparada.

Gostou de saber mais sobre essa profissão e as oportunidades que ela apresenta para o seu negócio? Para entender ainda mais o universo da Gastronomia, conheça também as principais tendências em delivery!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar