Alvará de funcionamento: requisitos, processos e funcionamento

Está abrindo um negócio? Tire todas suas dúvidas sobre o que é um alvará de funcionamento, assomo como seus requisitos e processos!
9 Min
alvará de funcionamento

Se você deseja abrir um estabelecimento ou está nesse processo, é provável que tenha algumas dúvidas em relação à regularidade e legalização de sua operação. Nesse caso, não tem como esquecer do alvará de funcionamento.

Contar com este documento é essencial para as empresas, pois permite o pleno exercício das atividades, assegura a segurança e a saúde dos envolvidos e evita possíveis penalidades legais. 

Continue a leitura e aprenda como obter um alvará de funcionamento!

O que é alvará de funcionamento?

O alvará de funcionamento é um documento emitido pela prefeitura ou órgão municipal, que autoriza uma empresa a exercer suas atividades em determinado local. Ele comprova que o estabelecimento atende a todas as exigências legais para operar de forma segura e regular.

Por isso, se você é um empreendedor e deseja abrir um empreendimento alimentício, por exemplo, é necessário providenciar o documento o quanto antes, ao montar o plano de negócios.

Vale destacar que operar sem um alvará de funcionamento pode acarretar em diversas consequências, como multas, interdição, restrições em licitações, dificuldade na obtenção de crédito e penalizações administrativas e criminais.

[rock-convert-cta id=”9927″]

Quais são os tipos de alvará de funcionamento?

Ao obter este documento, é importante saber que existem diferentes tipos, cada um correspondente a diferentes esferas de autoridade e atividades regulamentadas. Confira quais são a seguir! 

Alvará de funcionamento municipal

O alvará de funcionamento municipal é o mais comum e leva em consideração as regulamentações e normas específicas de cada município. Essas normas podem variar, dependendo do zoneamento, plano diretor urbano, leis de uso e ocupação do solo e exigências de segurança estabelecidas pela prefeitura.

Além disso, o documento pode ser exigido para a obtenção de licença sanitária ou a autorização para uso de placas de publicidade, dependendo das regulamentações municipais vigentes.

Alvará de funcionamento estadual ou federal 

O alvará de funcionamento estadual ou federal é bastante exigido em setores regulamentados que possuem legislações e normas mais abrangentes, como saúde, educação, transporte, comunicação e energia. 

Por exemplo, hospitais, escolas, empresas de telecomunicações e usinas de energia podem necessitar de alvarás específicos emitidos por órgãos estaduais ou federais.

Alvará específico para atividades regulamentadas ou licenciadas

Algumas atividades comerciais exigem alvarás específicos para cumprir normas e regulamentações particulares. Esses alvarás são emitidos por órgãos especializados e estão relacionados a setores licenciados.

Por exemplo, estabelecimentos alimentícios, como restaurantes, lanchonetes e indústrias do ramo, devem obter a licença sanitária. Esse documento é emitido pelo órgão competente e comprova que a empresa segue as boas práticas de higiene, manipulação e armazenamento de alimentos.

Quais os requisitos para ter um alvará?

A obtenção de um alvará de funcionamento requer o cumprimento de uma série de requisitos para garantir que a empresa esteja em conformidade com a legislação. Confira a seguir!

Registro da empresa e obtenção de CNPJ

Antes de solicitar um alvará, é necessário registrar a empresa e obter o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). 

Isso envolve o registro na junta comercial ou no órgão responsável, a definição da natureza jurídica da empresa e o cumprimento dos requisitos legais para sua constituição.

Localização adequada e zoneamento do imóvel

A empresa deve estar localizada em uma área permitida para a atividade pretendida. Por isso, é importante verificar as regulamentações de zoneamento da cidade para garantir que o local escolhido esteja de acordo com as normas vigentes. 

Algumas atividades comerciais podem ser restritas a determinadas zonas ou exigir autorizações especiais. Um bom exemplo são as fábricas que emitem poluentes, apresentando riscos ambientais.

Atendimento às normas de segurança e prevenção de incêndios

O estabelecimento deve estar em conformidade com as normas de segurança estabelecidas pelas autoridades competentes. Isso inclui a instalação de equipamentos adequados, como extintores de incêndio, saídas de emergência, iluminação de segurança e sinalização adequada. 

Muitas vezes é necessário realizar uma vistoria do local para verificar o cumprimento dessas normas.

Condições sanitárias e de higiene

Os empreendimentos alimentícios, por exemplo, como restaurantes, lanchonetes, padarias, devem cumprir requisitos rigorosos de condições sanitárias e higiene. Essas medidas visam garantir a segurança alimentar, prevenir a contaminação e proteger a saúde dos consumidores.

É fundamental que os alimentos sejam manipulados e armazenados de forma segura. Isso inclui o uso de ingredientes frescos e de qualidade, controle adequado de temperaturas de armazenamento, rotulagem correta dos alimentos, descarte adequado de resíduos e limpeza regular do estoque.

Como obter um alvará?

Para obter o alvará de funcionamento, é necessário seguir algumas etapas. Acompanhe a seguir!

Pesquise e compreenda as regulamentações locais

O primeiro passo é pesquisar e entender as regulamentações do município, estado ou país onde o estabelecimento está localizado. Cada localidade pode ter requisitos e procedimentos diferentes para a obtenção do documento. 

Verifique os órgãos responsáveis pela emissão do alvará e as normas relevantes que se aplicam à sua atividade comercial.

Organize a documentação necessária antecipadamente

É essencial organizar e preparar toda a documentação necessária para a solicitação do alvará com antecedência. Isso pode incluir:

  • CNPJ;
  • Inscrição Municipal;
  • Contrato Social;
  • IPTU;
  • Alvará do Corpo de Bombeiros;
  • Projeto do Estabelecimento, feito por arquiteto ou engenheiro;
  • Contrato de aluguel, em caso de imóvel alugado;
  • Alvará da Vigilância Sanitária.

Não se esqueça de conferir se todos os documentos estão atualizados e em conformidade com as exigências legais.

Mantenha um bom relacionamento com os órgãos competentes

É recomendável manter um bom relacionamento com os órgãos responsáveis durante todo o processo de obtenção do alvará. Procure estabelecer um diálogo transparente e respeitoso, tirando dúvidas, solicitando orientações e fornecendo as informações solicitadas de forma precisa e completa. 

Isso certamente poderá agilizar todo o processo e ainda facilitar a obtenção do alvará de funcionamento.

Garanta a conformidade com as normas de segurança e higiene

Este é um dos requisitos mais importantes para obter o documento. Isso pode envolver a adequação das instalações físicas, a implementação de medidas de prevenção de incêndios, o cumprimento das normas sanitárias, a manutenção de boas práticas de higiene, entre outros aspectos. 

Portanto, lembre-se de realizar as devidas adequações e estar preparado para comprovar a conformidade durante as inspeções.

Busque assessoria especializada, se necessário

Dependendo da complexidade do processo ou da natureza específica da atividade comercial, pode ser útil buscar assessoria especializada. 

Consultar profissionais qualificados, como advogados, contadores ou consultores empresariais, pode ajudar a garantir que todos os requisitos sejam atendidos de forma adequada e a evitar erros ou omissões que possam atrasar a obtenção do alvará.

Como renovar um alvará de funcionamento?

É importante conhecer os prazos estabelecidos pelas autoridades locais para a renovação do documento. Em alguns municípios, o prazo é anual, enquanto em outras cidades, pode chegar até 4 anos.

Além disso, se houver qualquer alteração no endereço, atividades realizadas ou estrutura da empresa desde a última emissão do alvará, é necessário informar e solicitar a devida atualização durante o processo de renovação.

Vale ressaltar ainda que a falta de renovação do documento dentro dos prazos estabelecidos pode resultar em penalidades. Elas podem variar de acordo com a legislação local e a natureza da infração, mas podem incluir multas, interdição temporária ou até mesmo o fechamento definitivo do estabelecimento.

Por que ter o alvará de funcionamento?

Ter o alvará de funcionamento é indispensável para empresas de todos os portes e setores. Conheça alguns motivos que destacam a importância desse documento!

Garantia de conformidade legal e regularidade da empresa

O alvará de funcionamento é uma comprovação de que o estabelecimento está em conformidade com as leis e regulamentações vigentes. 

Ele garante que a empresa está operando de acordo com os requisitos estabelecidos pelos órgãos governamentais, o que contribui para a regularidade das atividades comerciais.

Credibilidade perante fornecedores, clientes e instituições financeiras

Os fornecedores tendem a preferir fazer parcerias e estabelecer relações comerciais com empresas legalmente estabelecidas, pois isso reduz os riscos e demonstra a seriedade do empreendimento. 

Além disso, os clientes se sentem mais confiantes em adquirir produtos com empresas que possuem esse documento. Isso ocorre porque o alvará gera uma percepção positiva em relação à qualidade e segurança dos produtos. 

O mesmo ocorre com as Instituições financeiras. A credibilidade em possuir um alvará de funcionamento pode facilitar a obtenção de crédito, como financiamentos, linhas de crédito ou investimentos.

Cumprimento das normas de segurança, saúde e meio ambiente

O alvará de funcionamento está associado ao cumprimento das normas de segurança, saúde e meio ambiente. Ter o documento significa que a empresa adota práticas adequadas para garantir a segurança de seus colaboradores, clientes e do meio ambiente. 

Isso inclui medidas de prevenção de acidentes, controle de riscos, garantia de condições sanitárias adequadas, entre outros aspectos relevantes.

Facilidade de participação em licitações e concorrências públicas

Governos e entidades públicas exigem o alvará de funcionamento como uma forma de garantir a legalidade e a regularidade das empresas interessadas em fornecer produtos ou serviços para o setor público.

Lembrando que a participação em licitações e concorrências públicas pode abrir novas oportunidades de negócio e permitir a entrada da empresa em novos mercados. O setor público possui uma demanda diversificada por produtos e serviços, o que pode impulsionar a expansão do empreendimento.

Evitar multas, penalidades e interdições

Operar sem o alvará de funcionamento ou com a sua renovação vencida pode resultar em multas, penalidades e até mesmo a interdição do estabelecimento. 

Essas consequências podem gerar prejuízos financeiros, danos à reputação e impactos negativos nas operações do negócio. Por isso, ter o alvará em dia é essencial para evitar tais problemas.

O alvará de funcionamento é um requisito fundamental para garantir a legalidade e regularidade das atividades empresariais. Com esse documento, você garante o pleno desenvolvimento de suas atividades e o sucesso do negócio.
Aproveite e baixe agora mesmo o e-book sobre capacitação para empreendedores!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery