Gerenciamento de crise: qual o objetivo e como fazer?

Você sabe como realizar um gerenciamento de crise no seu negócio? Saiba como fazer e como prevenir neste post!
7 Min
gerenciamento de crise

O gerenciamento de crise é imprescindível para que, diante de uma situação adversa, uma empresa possa se recuperar. Também é importante criar um plano para prevenir futuras crises e saber como lidar com elas, caso se instalem. Assim, além de prever problemas, a empresa prepara seus colaboradores para diversas situações.

Qualquer empresa está suscetível a enfrentar problemas. Se não foram bem manejados, esses problemas podem gerar danos irreversíveis. Um gerenciamento de crise eficiente é o caminho para que o estabelecimento lide bem com o incidente (vigente ou em potencial) e reduza seus impactos.

Entenda, neste post, a importância de se planejar para gerenciar crises no seu negócio, além de conferir dicas para fazer isso. Boa leitura!

O que é gerenciamento de crise?

O gerenciamento de crises consiste em uma soma de decisões e práticas com a finalidade de lidar da melhor forma possível com um problema inesperado, externo ou interno, que pode causar prejuízos para a empresa em diversos aspectos, como sua reputação — o que geralmente implica prejuízos financeiros.

As crises podem acontecer, por exemplo, por:

  • desastres naturais, que afetam a estrutura física e logística;
  • problemas na gestão financeira ou de estoque;
  • escândalos e gafes envolvendo um representante ou boatos sobre a empresa.

Como as crises normalmente pegam a equipe de surpresa, elas exigem muita flexibilidade e uma ótima capacidade de tomada de decisões por parte da gestão empresarial para que sejam solucionadas rapidamente.

Além de lidar com imprevistos e com os efeitos deles, a ideia de gerenciamento de crise inclui a identificação de fontes de risco para mitigá-los antes que uma crise se instaure.

Lidar bem com as crises é fundamental à sobrevivência dos estabelecimentos. Por isso, muitas empresas criam previamente um plano de contingência, que funciona como guia para o momento em que problemas começam a aparecer.

Nesse sentido, é crítico reconhecer e evoluir a partir de erros cometidos previamente, traçando um planejamento estratégico para que não voltem a acontecer.

Qual a importância do gerenciamento de crise?

Quando um estabelecimento passa por um momento de adversidade, a possibilidade de conseguir superá-lo aumenta depois de um bom e sólido plano de gerenciamento de crise. Esse tipo de planejamento garante que a empresa organize melhor as estratégias que serão adotadas para lidar com a crise vigente, bem como para prevenir grandes problemas no futuro.

Além disso, o gerenciamento de crise ajuda a entender com mais precisão o problema e sua real dimensão, levando em consideração os impactos sobre o estabelecimento. Desse modo, fica mais fácil definir como e o que fazer para diminuir as consequências negativas da crise.

Crises podem atingir tanto pequenos empreendimentos como grandes redes. No caso de empresas com muita visibilidade, a repercussão pública é muito maior, naturalmente. No entanto, para estabelecimentos de menor porte, os impactos financeiros podem ser mais significativos.

Como fazer o gerenciamento de crise no seu estabelecimento alimentício?

É importante ter em mente que um plano para gestão de crises pode ser eficiente mesmo sem ter alta complexidade. Confira, a seguir, alguns pontos fundamentais para elaborar um planejamento funcional e simples.

Conheça os riscos do negócio

Antes de criar o plano de gerenciamento de crise, você deve conhecer os pontos fracos do seu estabelecimento.

Toda empresa corre riscos, e alguns podem ser mais perceptíveis para determinados negócios. Para encontrar os seus, reúna o comitê de gestão de crise e faça a lista de possíveis problemas que podem ocorrer. Por isso, é fundamental ter uma equipe multidisciplinar. Desse modo, nenhum potencial risco fica de fora.

Conheça a percepção dos clientes

Este ponto tem muito a ver com o anterior, já que os feedbacks dos seus clientes são uma ótima fonte para entender as fraquezas da empresa e como ela é vista pelo público.

Para descobrir, utilize pesquisas de imagem e satisfação de marca. Ao monitorar e acompanhar a satisfação da clientela, o estabelecimento entende como o cliente se relaciona com ele, se é fiel e se está satisfeito. Também compreende melhor como fazer a comunicação com essas pessoas.

Pontos de insatisfação e críticas recebidas, em particular, ajudam a entender aspectos que precisam ser melhorados a fim de evitar crises. Ou seja, entender o que incomoda seu público é um fator norteador para minimizar riscos.

Elabore um plano para gerenciamento de crises

O planejamento da gestão de crises deve começar antes de os problemas aparecerem. Nesse momento, o estabelecimento deve trabalhar sua imagem e estar pronto para os eventuais problemas que podem surgir.

Não é fácil fazer previsões, mas ter um plano de prontidão e uma equipe ajuda bastante no caso de uma crise estourar. Em uma situação em que a empresa não está preparada, a probabilidade de decisões erradas serem tomadas é muito maior.

Uma vez que uma crise surge, é fundamental criar um plano específico para contornar a situação. Entenda exatamente o que gerou a crise e pense no que pode ser feito para remediá-la, sempre considerando os riscos envolvidos em cada ação.

Utilize tecnologia na organização do estabelecimento

Se a sua empresa tem uma boa organização, a chance de você ter uma clientela insatisfeita (o que pode gerar crises) é muito menor. Nesse sentido, é importante, por exemplo:

  • evitar rupturas de estoque;
  • garantir uma boa precificação no cardápio;
  • gerenciar o uso de produtos de forma que eles sejam sempre usados antes do vencimento;
  • garantir um bom atendimento ao cliente, com a automação de processos para ter agilidade.

Invista em experiência do cliente

Por falar em atendimento ao cliente, em um mercado tão competitivo como o atual, é essencial oferecer ao seu público a melhor experiência possível. Como isso minimiza os níveis de insatisfação, ajuda a prevenir crises no seu negócio.

Além disso, investir na experiência contribui muito para a fidelização de clientes. Caso uma crise seja inevitável, ter uma clientela fidelizada ajuda a minimizar o prejuízo, já que ao menos parte desse grupo vai continuar a fazer pedidos no seu estabelecimento.

 Quais os benefícios de fazer um bom gerenciamento de crise?

Como a crise é algo indesejado, naturalmente, é desejável e benéfico fazer uma boa gestão de crise. Mas é importante entender de forma mais detalhada as vantagens disso. As principais são:

  • preservação da imagem do negócio no mercado;
  • redução considerável da recorrência de problemas;
  • diminuição do impacto externo e interno dos problemas enfrentados;
  • garantia de uma ação eficaz e rápida;
  • aumento na motivação dos colaboradores;
  • rápida recuperação da empresa.

Independentemente do porte que tenham, todas as empresas têm pontos fracos e estão sujeitas a crises. Por isso, o gerenciamento de crise é importante para os mais diversos estabelecimentos e marcas, tanto no sentido de prevenir situações adversas como de remediá-las e recuperar a imagem da empresa.

Você já tem uma ideia de como recuperar a imagem, mas que tal conferir boas dicas para construir uma reputação? Baixe já um guia gratuito de marketing para restaurantes!

Por iFood

Por iFood

18 respostas

  1. Gostei tem alguns pontos bem importantes e que devemos ter sempre em mente pois o imprevisto vem a todos e na hora em que menos esperamos

  2. Para restaurantes iniciantes o Ifood deveria fazer o repasse diariamente. Os estabelecimentos iniciantes acabam ficando sem capital pra repor estoque. Essa é a realidade de muitos que estão começando agora, inclusive a minha.

    1. Oi, Romulo. Muito obrigado pela sugestão. Estamos sempre buscamos melhorias e pode deixar que já levamos seu feedback para o nosso time. ?

  3. Boa noite , gostaria de saber quando vcs irão liberar meu restaurante para vender. Já fiz o cardápio na plataforma.

    Att Rafael 19 9 98007927 cantina Imperio Italiano

    1. Ei, Rafa! Tudo certinho? Você já consegue acessar o Portal do Parceiro e o Gestor de Pedidos? Te avisaremos por lá assim que estiver tudo certinho! ?

  4. Boa noite. Preciso incluir carnes In Natura e carnes temperadas na plataforma. Podem me ajudar implantar esse serviço por gentileza? Pretendo mudar minha CASA DE CARNES pra loja virtual. Meu whats: 47 997040018 Janio Kalfels

    1. Oi, Janio! Que legal que seu negócio está evoluindo. ? Pra gente te ajudar, entre em contato com nossos especialistas pela opção “Chamados e ajuda” do app, ok?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

17/05/2024

Desvendando o ciclo do pedido: etapas, como medir e desafios

16/05/2024

À la carte: o que é, como funciona e dicas essenciais

15/05/2024

Negócios lucrativos: quais são e como garantir sucesso?

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery