Marmita delivery vende bem? Confira boas práticas

Está pensando em investir em um negócio de marmita delivery? Entenda mais sobre esse nicho de mercado e saiba se vale a pena investir!

Você já pensou em atuar com marmita delivery? O mercado de venda de marmita é uma ótima opção para você que quer abrir o seu próprio negócio e ter bons resultados. É um dos serviços preferidos do trabalhador que não tem tempo e quer o conforto de garantir o seu prato na hora certa.

Por isso, apostar nessa atividade pode ser a forma ideal para o seu negócio aumentar os lucros. Hoje em dia, muitas pessoas estão preferindo abrir sua empresa e atuar totalmente no serviço de delivery. No entanto, é necessário que você saiba as principais informações sobre esse mercado que cresce cada vez mais.

Neste post, você vai aprender as principais dicas que ajudarão a se destacar nas vendas de marmita. Confira!

Crie um cardápio variado

No momento de preparar o cardápio do seu restaurante, elabore pratos com variedade de opções e que agrade o seu público. Se você trabalha com pratos executivos ou refeições mais tradicionais, por exemplo, escolha criar um menu saboroso e simples.

Contudo, caso você vá vender refeições saudáveis ou vegetarianas, que são para um público específico, crie um cardápio variado e adequado, que disponibilize diversas opções para satisfazer os seus clientes.

Garanta uma boa precificação

Esse pode ser o momento ideal para estabelecer seus lucros e gastos na hora de vender marmitas. Dessa forma, é essencial definir o preço da marmita de maneira mais acessível ao seu público, mas que ofereça retorno financeiro e cubra o investimento.

Para isso, separe uma certa quantidade de alimentos, como um 1 kg de frango, um pacote de feijão e um de arroz, por exemplo, e descubra quantas refeições é possível fazer com esses produtos. Em seguida, divida todo o valor que você gastou na compra desses alimentos pelo número de marmitas feitas por eles.

Vamos supor que, com esses alimentos, você produza sete refeições. Logo, divida o valor por sete. Em seguida, acrescente 20% em cada marmita relacionada ao gasto com temperos, óleo, gás, entre outros. Depois desse cálculo, será possível você incluir uma margem de 30% ou 40% de lucro, variando conforme o custo com matérias-primas.

Faça divulgação da marmita delivery

Utilize as redes sociais para divulgar cardápio, preços e promoções de forma envolvente e criativa. Não se esqueça que essa é uma tática de marketing que atrai o público para o seu negócio.

Lembre-se de outros canais que podem ser muito importantes para sua estratégia. Nas comunicações, destaque os preços, dias da semana, validade da oferta, condições de entrega e dados de contato. Deixe o conteúdo simples para evitar que o cliente fique confuso.

Faça promoções

As promoções são uma excelente forma de fidelizar os clientes que já desfrutam de seus serviços e para alcançar novos clientes. Existem restaurantes que criam cartelas de fidelidade que são preenchidas a cada refeição adquirida. Após completar uma quantidade específica, o cliente uma refeição de graça.

Outra maneira de conquistar novos clientes é criar combos, juntando diversos produtos na mesma compra por um preço inferior.

No entanto, é importante prestar atenção para não sofrer prejuízos. Os valores precisam ser calculados corretamente para assegurar que a receita será o bastante para bancar as despesas, como compra de materiais, aluguel e pagamento de salários, por exemplo.

Conheça os concorrentes

Para você ter sucesso e alcançar bons resultados na venda de marmita, é fundamental observar como o mercado da sua região funciona e como os seus concorrentes atuam. Analise como é a apresentação do produto deles, quanto eles cobram, o cardápio que eles oferecem e os diferenciais oferecidos por eles.

Dessa forma, você conseguirá estabelecer quais serão os diferenciais que deverão ser trabalhados para ser possível se destacar em relação aos seus concorrentes. Além de conseguir identificar qual média de preço adequada para vender marmitas na sua localização.

Tenha diferentes canais de vendas

Hoje em dia, é possível ter diferentes formas de vender seus produtos, como aplicativos de delivery e cardápio digital. Muita gente está criando a sua empresa com foco total no delivery online. Podemos dizer que esse canal de venda já não é apenas uma boa opção a mais para o seu restaurante, mas sim essencial para o seu negócio.

Dessa forma, se tem o objetivo de estimular o número de vendas desde o começo, se cadastre em aplicativos como o iFood: uma empresa que aproxima restaurantes, clientes e pessoas entregadoras de forma prática e simples, sendo a maior plataforma de entrega do Brasil.

Por meio do cadastro, você conta com um canal de comunicação direto entre você e seus clientes, e a sua empresa ganha uma vitrine disponível em qualquer momento do dia.

Outra opção é o cardápio digital. A partir da divulgação de um link exclusivo, os clientes poderão fazer os pedidos e você os receberá sem problema nenhum. Além do mais, quem comprar tem acesso à foto de como é o prato e de todos os ingredientes dele, sabendo exatamente o que está pedindo.

Priorize a qualidade e a organização

Existem dois fatores essenciais que fazem os clientes optarem se continuarão comprando no seu restaurante ou não. A qualidade e a organização. Caso você consiga entregar qualidade, o preço final acaba não sendo o principal fator de decisão, desde que o cliente esteja satisfeito e conforme o serviço e o produto.

Outro ponto fundamental é a organização. Ela pode estar relacionada aos alimentos nas marmitas, às entregas e ao atendimento. Portanto, preste atenção nesse detalhe, ainda mais se você está começando o seu negócio.

Tenha opções de fornecedores

Mesmo sabendo que é raro bons fornecedores falharem, é necessário ter outras opções preparadas para possíveis imprevistos. Pois, o mercado do delivery não pode parar por falta de produtos.

Em relação aos alimentos que precisam ser consumidos frescos, opte pelos fornecedores da região mais próxima, evitando longas viagens. Além disso, fique de olho em outras empresas que disponibilizam o serviço. Pois, assim, sempre terá alternativas em casos de emergência.

Você que trabalha ou deseja trabalhar com marmita delivery, saiba que o iFood pode ajudar! Fazendo o cadastro da sua marmitaria na plataforma, o seu negócio terá maior alcance e visibilidade, podendo assim alcançar melhores resultados.

Continue estruturando seu novo negócio! Leia o post sobre plano de negócio para restaurante e comece a colocar suas ideias em prática!

Por iFood

Por iFood

7 respostas

  1. Bom dia,gostei das dicas, trabalho com delivery de marmitas,mas estou um pouco desanimada,tenho bastante clientes, porém a margem de lucro não corresponde com os gastos, não sei como devo fazer.

    1. Oi, Lucivania. Continua acompanhando nosso conteúdo aqui no blog e em nossos outros canais. Tem muito material que vai te ajudar bastante. ? E se tiver dúvidas, nos chama pelo chat do Portal do Parceiro, hein? ❤️

  2. Bom dia! Estou querendo começar o meu negócio, mas vou começar com pouco dinheiro. Eu não tenho noção de venda no ifood vocês monta mi há página. Como faço

    1. Oi Maria! Tudo bem? Você pode acessar o seguinte link para conferir toda a documentação necessária e realizar seu cadastro: https://parceiros.ifood.com.br. Inclua a sua documentação e a documentação do restaurante. Logo depois, seu cadastro vai para uma análise interna. Depois de aprovado, é só configurar os detalhes de funcionamento e começar a vender!

      Caso tenha qualquer dificuldade, conte com nosso atendimento exclusivo sobre cadastro: https://bit.ly/3Rkt2M2

  3. Olá, Julia! Isso mesmo, o ideal é que você tenha um campo destinado para: “Marmita do dia” e ali personalize sempre com a opção disponível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

17/05/2024

Desvendando o ciclo do pedido: etapas, como medir e desafios

16/05/2024

À la carte: o que é, como funciona e dicas essenciais

15/05/2024

Negócios lucrativos: quais são e como garantir sucesso?