Quando e como procurar por um mentor de negócios?

Será que você precisa de um mentor de negócios? Saiba aqui por que e quando contar com esse profissional!

Fazer uma empresa crescer é tarefa essencial para ganhar espaço no mercado e desenvolver a marca. Acontece que nem sempre esse trabalho é realizado de forma autônoma, visto que envolve uma série de processos. Em muitos casos, o auxílio de um mentor de negócios pode fazer a diferença para encontrar os melhores caminhos.

Você sabe qual é a função desse profissional e sua importância para diferentes pessoas? Sou Roberta Abud, Expert iFood, advogada, empreendedora e fundadora da Escola Doces Negócios, a primeira escola de empreendedorismo para pessoas confeiteiras.

Também sou mentora de negócios na área da Gastronomia e já formei mais de 7 mil alunas e mentoradas em meus 20 anos de experiência em vendas, atendimento a clientes e gestão de negócios. Então, se o seu objetivo é descobrir se vale a pena contar com um mentor, continue a leitura!

A diferença entre mentor e outros profissionais

Antes de tudo, gostaria de fazer uma diferenciação entre o mentor de negócios e outros dois tipos de profissionais que tendem a ser usados como sinônimos. Estou falando do coach (treinador) e do consultor, que, embora atuem com uma sobreposição de funções, desempenham atividades específicas.

Os três apresentam diferenças de significado, em termos de objetivo, abordagem e, principalmente, resultado. O trabalho do coach, por exemplo, consiste em ajudar alguém a alcançar determinado patamar, aprimorar uma habilidade e conquistar metas a partir de mudanças comportamentais.

Então, nesse mundo empresarial e corporativo, o coach não precisa ser um especialista na área, mas um facilitador do processo de desenvolvimento pessoal e profissional. Seu desafio é fazer com que as pessoas deixem hábitos ruins de lado, principalmente quando estiverem no ambiente de trabalho.

Tomando como exemplo um indivíduo procrastinador que leva esse comportamento para o escritório, talvez ele não precise de um mentor de negócios. Nesse caso, o ideal é que passe por uma transformação interna antes de pensar em soluções com foco na empresa ou na própria carreira.

O coach utiliza, como técnica, perguntas e reflexões para ajudar o cliente a encontrar suas próprias soluções para os desafios que enfrenta”. Já o consultor é um especialista que costuma atuar em projetos específicos, com tempo determinado (por exemplo, enxugar os custos de um delivery).

A especialização do consultor possibilita a oferta de ideias e recomendações específicas para resolver problemas dos negócios. Ou seja, ele tem um papel mais orientador e prescritivo, para conduzir as fases do processo. Tudo baseado, claro, na sua experiência e no seu conhecimento técnico.

O consultor é apto a atuar em diferentes áreas e setores da economia: finanças, gestão de produção, delivery, e muitas outras. Ele entra na sua empresa, faz toda uma análise e dá um plano de ação. E, quando consegue atingir o objetivo proposto, já pode sair da operação por cumprir o seu papel.

A importância de um mentor de negócios

A mentoria para negócios é um pouco diferente das atividades explicadas nos tópicos anteriores. Isso porque o mentor é uma pessoa experiente na área. “Além de especialista, é alguém que realmente experimentou o processo antes de abordá-lo nos atendimentos de seus clientes.

O mentor de negócios compartilha seus conhecimentos a partir da experiência pessoal e das vivências de seus outros mentorados, aconselhando as pessoas que se encontram em fases anteriores. Atua como um guia, orientando o mentorado em relação às melhores práticas e estratégias a serem seguidas na sua área de atuação.

Então, o mentor consegue olhar para cenários de forma mais sistêmica, sem se dedicar tanto a um único problema. É um profissional que investiga detalhes do negócio e, a partir de uma análise do objetivo da empresa e da direção que ela quer seguir, propõe um plano para atingir essas metas.

Em resumo, o grande objetivo do mentor de negócios é fazer com que você alcance os objetivos mais rapidamente, de modo que possa celebrar conquistas em pouco tempo. Trata-se de um aliado para quem precisa ganhar agilidade nos processos que miram avanços.

O impacto do auxílio de um mentor nos negócios brasileiros

Eu costumo dizer que o maior auxílio de um mentor está na economia de tempo, de energia e de dinheiro. Todos têm um custo altíssimo e precisam ser administrados da melhor forma possível. Nesse desafio, o mentor de negócios surge como um parceiro para equilibrar o uso de recursos essenciais.

O tempo, por exemplo, é um ativo muito caro, que ninguém consegue aumentar ou negociar. Também há a energia que, principalmente para os empreendedores, representa um diferencial. E, obviamente, o dinheiro, que precisa ser aplicado com muita inteligência para evitar desperdícios e perda de oportunidades.

Quando uma mentoria de negócios entra em ação, você ganha a chance de apresentar bons resultados com menos esforço. Afinal, é isso que um mentor de negócios faz: aproveita a própria experiência e a visão do todo para orientar, aconselhar e conduzir pessoas ao caminho certo.

Ou seja, você gasta menos tempo, energia e dinheiro, sem deixar de fazer o que precisa ser feito”. O foco fica direcionado a ações com grande potencial de retorno, evitando investimentos em coisas desnecessárias. Os recursos financeiros passam a ser aplicados naquilo que realmente favorece o crescimento da empresa.

Os prejuízos que podem surgir sem uma mentoria adequada

Com base no tópico anterior, a falta de uma mentoria para negócios pode significar perda de três valiosos recursos: tempo, energia e dinheiro. Quando isso acontece, a pessoa empreendedora deixa de acreditar no próprio negócio e na capacidade de desempenhar atividades com êxito.

Além da perda desses ativos, existe o risco de a pessoa ficar olhando apenas para a parte da operação. “Quando a gente fala de um negócio, estamos abordando três níveis: operacional, técnico e estratégico”. Imagine todos eles dispostos em forma de uma pirâmide, na seguinte ordem:

  • base — nível operacional, o qual é realmente o dia a dia do negócio, o chão de fábrica que faz acontecer;
  • meio — nível técnico, sendo a parte gerencial em que são tomadas as decisões mais táticas da empresa;
  • topo — nível estratégico, que corresponde aos planos direcionados e ações alinhadas a propósitos.

Quem trabalha com mentoria acaba olhando para os três níveis com o mesmo cuidado. Portanto, o grande problema da falta de conhecimento e da ausência de um mentor de negócios está no fato de o empreendedor olhar muito para o campo operacional e deixar os outros níveis de lado.

Como resultado, fica ainda mais difícil desenvolver a empresa e propor um objetivo claro, que favoreça a tomada de decisão. E o que acontece quando a gente está muito operacional? Tendemos a pensar muito no produto e na questão da execução, ignorando possíveis diferenciais que fariam a empresa se destacar.

Hoje, para ter resultado na gestão de um delivery, é crucial se diferenciar da concorrência”. Para isso, é preciso entender a essência da marca, trabalhar a questão financeira (que vai garantir recursos de investimento) e entender a capacidade de produção para projetar as metas. São várias coisas a considerar além do operacional.

Então, aponto a visão limitada como principal prejuízo da falta de conhecimento que poderia ser proporcionado por uma mentoria. Não dá para achar que o negócio vai crescer ajustando somente a operação. Se somar esse pensamento à perda de tempo, dinheiro e energia, a chance de dar errado aumenta consideravelmente.

O momento ideal para contratar um mentor de negócios

Agora que você sabe o que é mentoria profissional, pode ter percebido que esse trabalho é bem-vindo em diferentes situações. Ele é positivo tanto para quem está ingressando no mercado quanto para empresários de longa jornada que, por algum motivo, encontram-se estagnados e sem saber como inovar.

O mentor de negócios, em ambos os casos, trará conhecimentos e experiências para identificar os pontos fortes e fracos de cada iniciativa, a fim de propor o melhor plano de ação. Esse processo também considera as forças e as ameaças presentes no ambiente externo.

Antes de escolher uma mentoria de negócios, avalie diferentes aspectos da atuação do profissional. Informe-se sobre o grau de conhecimento técnico e verifique a experiência prévia da pessoa. Com uma troca rápida de dados, é possível descobrir se há compatibilidade e uma bagagem relevante a ser aproveitada.

Vivenciar uma mentoria é bastante enriquecedor para diversos perfis de pessoas. Tenha você um restaurante ou outro tipo de empresa, certamente, colherá ótimos resultados durante e após esse processo. Vale dizer que a relação estabelecida entre as partes costuma ser bastante próxima.

O ideal é que você mantenha essa conexão constante para tirar proveito máximo dos saberes do mentor de negócios. Da sua parte, entre em contato de forma proativa e agende reuniões sempre que houver a possibilidade. Também fale abertamente sobre suas ideias e receios para o atendimento ser personalizado.

O cultivo do relacionamento depende de ambos, por isso, invista no processo do início ao fim. “Com esse apoio, em vez de ficar alternando erros e acertos ou adaptando apenas uma área do seu negócio, você terá condições de ajustar o todo para atingir seus objetivos”.

Gostou de entender melhor a função de um mentor de negócios? É um trabalho de aconselhamento mesmo, tanto que, em alguns casos, esse profissional faz o papel de coach e de consultor sem deixar de lado a visão global.

Agora, como estamos falando de crescimento, que tal conhecer bons cursos para se destacar na carreira?

Por Roberta Abud

Por Roberta Abud

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

19/05/2024

Promoção de vendas: 5 dicas para o seu sucesso

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery