Controle da produção: como implementar no negócio

Saiba como implementar um fluxo de controle de produção no seu negócio, garantindo mais eficiência operacional.
15 Min
controle de produção

Ter um controle de produção eficiente é uma das chaves para manter a competitividade do seu negócio. Ainda que essa ação faça mais parte dos bastidores da empresa, ela se conecta diretamente com a entrega de bons produtos e uma boa experiência ao consumidor final.

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Quem não faz um controle eficaz pode se perder com recursos mal-aproveitados, desperdícios de insumos e, consequentemente, insatisfação dos clientes. Além de prejudicar a própria imagem da marca, um controle de produção ineficiente também pode gerar prejuízos.

Confira mais sobre o que é um controle de produção e saiba como implementar no seu negócio!

Como o controle de produção melhora a qualidade dos produtos?

A qualidade dos produtos está ligada ao sabor, englobando a frescura e qualidade dos ingredientes, a experiência no preparo, a estética da apresentação e a consistência no serviço.

No caso de negócios alimentícios, é preciso garantir um sabor inconfundível e um bom visual todas as vezes em que os clientes pedirem a mesma comida. A experiência do cliente é ampliada pela higiene, inovação culinária e práticas sustentáveis, enquanto a nutrição adequada garante um valor agregado.

Aqui entra a importância do controle de produção. Para começar, se não houver controle de estoque, um ou mais ingredientes podem faltar, o que impossibilita fazer a mesma entrega para todos os consumidores.  

Já se a logística tiver problema e a entrega demorar, a pessoa pode comer a comida fria, o que prejudica a experiência. 

Ao aplicar o controle no processo produtivo, a entrega é feita com a qualidade esperada, garantindo que todo o serviço seja prestado com excelência, e é possível ir além.

Por que minimizar desperdícios e controlar custos?

Minimizar desperdícios e controlar custos é crucial para otimizar os recursos de um negócio. O controle de produção permite prever a demanda, determinando a quantidade exata de insumos necessários, o que evita compras excessivas e gastos desnecessários.

Além da compra de insumos, cortar custos pode ser visto em várias outras áreas:

  • preparação de alimentos: ao entender a demanda, o negócio pode preparar quantidades mais precisas de pratos, evitando descarte ao final do dia;
  • gerenciamento de energia: com uma previsão mais acurada da demanda, é possível otimizar o uso de equipamentos de cozinha, como fornos e fogões, reduzindo o consumo de energia;
  • otimização da mão de obra: com um controle eficaz, é possível alinhar a equipe às demandas reais do negócio, evitando horas extras desnecessárias ou períodos de ociosidade.

Ao abordar o desperdício de forma holística, o negócio não apenas economiza em insumos, mas também em recursos, energia e tempo, garantindo uma operação mais enxuta e lucrativa.

Como aumentar a eficiência operacional?

Aumentar a eficiência operacional envolve otimizar o controle de produção, garantindo a disponibilidade de insumos e uma resposta rápida aos pedidos. Esse controle reduz tempos ociosos e assegura que os colaboradores tenham os recursos necessários para atender prontamente aos perdidos.

Por exemplo, quando um pedido chega na loja, é preciso insumos disponíveis para o preparo, bem como pessoas que possam atendê-lo o mais rápido possível.  

Nesse sentido, garantir um bom controle diminui o tempo ocioso, já que os colaboradores não precisam esperar uma etapa anterior para fazer seu trabalho (como buscar um ingrediente que faltou no supermercado).

Além disso, é possível perceber se as pessoas que atuam no local conseguem trabalhar de forma dinâmica e rápida, ou se há a necessidade de contratar outros funcionários. 

Dessa forma, você consegue medir a capacidade de produção e diminuir o tempo de espera do cliente, seja na entrega em casa, seja na loja físico.

Qual a importância da consistência nos serviços?

A consistência nos serviços é vital para manter a confiança e satisfação do cliente. É frustrante para ele ter uma ótima experiência em um negócio, recomendá-lo a um amigo e, depois, descobrir que esse amigo não teve a mesma experiência positiva. Logo, especialmente em finais de semana e feriados, quando a demanda é alta, a qualidade não pode cair.

Para manter a consistência e evitar surpresas desagradáveis, é crucial monitorar toda a produção de ponta a ponta, acompanhando cada etapa do processo.

Com isso, o resultado é um consumidor que vai ter sua expectativa cumprida, mesmo nos dias mais movimentados do negócio, o que pode levá-lo mais fácil à fidelização

Como satisfazer e surpreender os clientes? 

Satisfazer um cliente envolve não apenas entregar o que ele espera, mas também surpreendê-lo com algo a mais. Isso pode ser algo intangível, como uma entrega mais ágil, ou tangível, como um mimo

Com um controle de produção eficaz, o negócio não só garante a entrega padrão, mas também tem espaço para inovar. Por exemplo, adotar embalagens sustentáveis pode encantar clientes preocupados com o meio ambiente.

No entanto, é crucial que essa inovação não comprometa a qualidade. A embalagem deve ser segura, funcional e preservar a comida até chegar ao cliente. E, claro, avalie o custo-benefício para garantir que a inovação não eleve demais os custos.

Ao equilibrar inovação com qualidade e custo, e ao surpreender positivamente o cliente, o negócio reforça seu compromisso com a satisfação e cria uma relação mais forte e duradoura.

Em que consiste uma boa gestão de estoques?

Uma boa gestão de estoques envolve o monitoramento e controle adequado dos itens, garantindo que não haja excessos ou faltas. Essa gestão permite uma visão clara do fluxo de produtos, assegurando o uso correto dos ingredientes e sua reposição oportuna. O objetivo é evitar desperdícios, otimizar custos e assegurar a qualidade dos ingredientes utilizados no negócio.

Por exemplo, se um negócio serve pratos que levam frutos-do-mar, é essencial que esses ingredientes estejam sempre frescos. Com um controle de produção eficaz, o negócio monitora a rotatividade desses itens e programa compras regulares, evitando que fiquem armazenados por muito tempo e percam sua qualidade.

Já para ingredientes com maior durabilidade, como grãos e temperos secos, o controle ajuda a evitar o acúmulo excessivo, que pode levar a desperdícios ou até mesmo à perda de produtos por validade expirada.

Como maximizar a lucratividade de um negócio?

Todo negócio visa maximizar sua lucratividade. No entanto, alcançar esse objetivo vai além de simplesmente aumentar os preços.

Apenas elevar o preço dos pratos sem oferecer um valor percebido pelo cliente pode ser contraproducente. Isso pode afastar clientes fiéis que apreciam o equilíbrio entre qualidade e preço no seu negócio.

Assim, é importante ter uma visão ampla de todos os aspectos do controle de produção, para que as estratégias de lucratividade sejam bem-pensadas, considerando cada aspecto. Daí é possível saber para onde o estabelecimento está indo e definir os meios certos de como chegar às suas metas. 

Por isso, pense em:

  • otimização de custos: identificar áreas nas quais é possível economizar sem comprometer a qualidade, como negociar com fornecedores ou reduzir o desperdício;
  • análise de demanda: entender os pratos mais populares e os menos vendidos, permitindo ajustar o menu conforme as preferências dos clientes;
  • inovação no menu: introduzir novos pratos ou promoções sazonais, atraindo novos clientes e incentivando visitas frequentes;
  • feedback dos clientes: coletar e analisar feedback para entender o que os clientes valorizam e o que pode ser melhorado;
  • treinamento da equipe: garantir que a equipe esteja bem-treinada para oferecer um serviço de qualidade, aumentando a satisfação do cliente e, consequentemente, as chances de retorno e recomendação.

O sucesso de um negócio não se resume apenas a pratos saborosos. Atrás de cada refeição, há uma gestão eficiente, que otimiza custos, garante consistência e visa a máxima satisfação do cliente. O controle de produção é o coração dessa gestão!

Quer fazer um bom controle de produção no seu negócio? Aprenda a aplicar a gestão de compras no seu estoque!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções

19/05/2024

Promoção de vendas: 5 dicas para o seu sucesso

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery