Contabilidade para restaurantes: confira as melhores dicas

Conheça as melhores estratégias de contabilidade para restaurantes. Gerencie suas finanças com eficácia e impulsione seus lucros.

Um restaurante é conhecido por sua alta demanda e pela agitação constante nos bastidores. Mas o que nem todos percebem é que, para manter tudo funcionando perfeitamente, é essencial fazer uma boa contabilidade para restaurantes.

A implementação de boas práticas fiscais e contábeis pode não só reduzir custos, mas também potencializar as vendas e conferir um diferencial competitivo ao seu restaurante, levando-o ao seu melhor momento.

Continue a leitura e aprenda como fazer a contabilidade do seu restaurante!

Qual é a importância da contabilidade na abertura e gestão de restaurantes?

A contabilidade tem grande importância tanto na abertura quanto na gestão contínua de restaurantes. Desde o início, o contador auxilia no planejamento tributário, na organização da rotina contábil, fiscal e trabalhista. Ele é responsável pelo cumprimento de prazos e pela gestão de documentos e comprovantes.

Ao longo do tempo, o contador também fornece suporte no controle financeiro e econômico do estabelecimento, oferecendo conselhos e informações relevantes sobre as finanças do restaurante. Isso inclui basicamente: 

  • preparação de escriturações, 
  • balanços mensais, 
  • demonstrativos, 
  • declarações fiscais, 
  • folhas de pagamento
  • pró-labore.

É importante destacar que toda pessoa jurídica, exceto os microempreendedores individuais (MEI), deve ter um contador vinculado ao seu CNPJ, conforme determinação da Receita Federal. Com essa regra, você consegue evitar multas, e ainda ajuda a manter a empresa em conformidade com as obrigações fiscais.

Quais são as estratégias para monitoramento, redução de custos e planejamento tributário?

A contabilidade é responsável por coletar, interpretar, analisar e classificar os dados financeiros de uma empresa. Com base nessas informações, o contador elabora relatórios detalhados sobre o desempenho do restaurante.

Ele também identifica oportunidades de redução de custos, tanto operacionais quanto tributários. Isso vai desde a revisão de contratos com fornecedores até a identificação de gastos desnecessários que podem ser eliminados.

Lembrando que a Demonstração de Resultados no Exercício (DRE) é uma ferramenta importantíssima nesse processo. Por meio dela, é possível analisar as receitas e despesas do restaurante, calculando os lucros e buscando maneiras de otimizar o desempenho financeiro.

Como manter a contabilidade do restaurante em dia?

Para fazer a contabilidade do restaurante, é importante ter atenção com o financeiro, e com as questões contábeis e fiscais. A seguir, confira algumas práticas que podem facilitar esse processo.

1. Faça a organização dos registros contábeis

Todos os eventos relacionados ao financeiro do restaurante devem ser registrados e encaminhados aos responsáveis pela contabilidade. Esses documentos servem como base para os registros contábeis e permitem que os contadores e gestores analisem as receitas e despesas. 

Por meio de recibos, comprovantes, cópias de cheque, notas fiscais, folhas de ponto e outras documentações, os contadores podem examinar as entradas e saídas de dinheiro. Isso possibilita a avaliação do lucro ou prejuízo alcançado pelo negócio.

2. Analise o fluxo de caixa

Para manter as finanças do restaurante organizadas, é essencial ter um fluxo de caixa. Ele registra todas as movimentações de entrada e saída de dinheiro, garantindo um controle preciso das receitas e despesas.

É importante anotar todas as vendas e despesas no fluxo de caixa, incluindo pagamentos a fornecedores, custos de entrega e contas a pagar. Automatizar esse processo pode ajudar a evitar erros e facilitar a gestão financeira.

Lembre-se que o objetivo final é manter o saldo do fluxo de caixa positivo, ou seja, com mais entradas do que saídas. Por isso, monitore os resultados parciais com frequência.

Faça o fechamento de caixa regularmente

O fechamento de caixa deve ser simples e realizado todos os dias. Ele vai envolver o registro de todas as entradas e saídas de dinheiro ao longo do dia.

No fechamento de caixa, é necessário começar com um saldo inicial, que é o montante em caixa no início do dia. Em seguida, todas as transações financeiras do dia devem ser registradas. Ao final do período, o saldo final é calculado subtraindo o valor restante em caixa do saldo inicial.

É importante distinguir entre o fechamento de caixa e o fluxo de caixa. Enquanto o primeiro é realizado diariamente para acompanhar as movimentações financeiras do dia, o fluxo de caixa trata apenas do cálculo desses valores de modo periódico.

Crie uma listas de despesas

Ter uma lista de despesas é importante para entender todos os gastos do restaurante e manter as portas abertas. Isso inclui tudo que é necessário para fazer os serviços e definir os preços dos produtos vendidos. Organizar esses gastos ajuda a manter a empresa funcionando bem e permite que os contadores entendam melhor os custos envolvidos.

É necessário acompanhar de perto todas as despesas fixas, variáveis, diretas e indiretas do restaurante para ter sucesso financeiro. Isso ajuda a reduzir os gastos e resolver problemas financeiros.

Os ingredientes do restaurante são considerados tanto custos diretos quanto variáveis, já que seus preços podem mudar muito. Por isso, acompanhe de perto os custos do restaurante para fazer compras mais eficientes e entender como os preços mudam.

Resumindo, é você deve ter uma lista detalhada de gastos com:

  • ingredientes;
  • salários;
  • aluguel;
  • contas de energia e água;
  • internet;
  • cardápio digital
  • honorários contábeis.

Isso facilita o controle financeiro e ajuda a definir os preços dos pratos vendidos.

Faça um controle de estoque eficiente

Controlar o estoque é separar e classificar os produtos, acompanhar o que entra e sai, contar o inventário regularmente e criar fichas técnicas para todos os pratos e bebidas.

Esse controle ajuda a economizar dinheiro e entender o movimento dos itens, identificando os mais vendidos e evitando desperdícios com alimentos vencidos.

As fichas técnicas de cada prato são importantes para organizar o estoque e manter as receitas sempre iguais, o que faz os clientes voltarem e aumenta os lucros.

Separe as finanças pessoais das finanças empresariais

As finanças pessoais e empresariais nunca devem se misturar. Principalmente no início do negócio, quando cada recurso conta e precisa ser reinvestido.

Mesmo sendo seu próprio chefe, é importante evitar misturar suas contas pessoais com as do restaurante. Isso pode complicar a contabilidade no futuro e até colocar seus bens pessoais em risco em caso de problemas legais.

Portanto, mantenha as contas separadas para garantir o sucesso do seu negócio e proteger sua segurança financeira pessoal.

Tenha um planejamento tributário para restaurantes

Para garantir uma gestão tributária eficiente, você deve ter um planejamento tributário adequado para restaurantes. Isso inclui o enquadramento tributário mais vantajoso, levando em consideração a atividade do negócio e seu faturamento.

Os regimes tributários, como Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido, têm características específicas e são adequados para diferentes níveis de faturamento. A escolha do regime certo pode significar uma economia significativa nos impostos a serem pagos.

Para implementar um planejamento tributário eficaz, é fundamental contar com a orientação de um contador experiente. Eles podem monitorar o faturamento do restaurante e fazer ajustes no enquadramento tributário conforme necessário.

Além de acompanhar as finanças do negócio, a contabilidade para restaurantes também precisa lidar com questões burocráticas, como o pagamento de impostos e a apresentação de declarações periódicas, garantindo conformidade fiscal e evitando problemas legais.

Por fim, saiba que fazendo uma contabilidade para restaurantes eficiente, você melhora a saúde financeira e ainda abre caminho para o sucesso e crescimento do seu negócio.

Confira nossa planilha de fluxo de caixa!

Por Pedro Camargo

Por Pedro Camargo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

20/06/2024

Marketing para restaurantes: especialista mostra como começar

19/06/2024

Como funciona o Imposto de Renda MEI?

18/06/2024

IRPJ: confira o guia completo sobre essa declaração

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery