Fluxo de caixa: o que é e como aplicá-lo no seu estabelecimento!

Você sabe o que é fluxo de caixa? Confira este texto e descubra agora mesmo como acompanhar o do seu estabelecimento!

Uma das formas de medir o sucesso financeiro de um estabelecimento é a análise do fluxo de caixa. Se os recursos não estão sendo suficientes para pagar as despesas ou servem apenas para isso, sem gerar lucro, é fundamental repensar a maneira como o dinheiro está entrando em caixa e para onde está sendo destinado.

Muitos empreendimentos precisam lidar com um grande fluxo de operações financeiras diárias, que envolve pagamentos, vendas, compras e recebimentos. Controlar tudo isto pode ser mais fácil do que você imagina: basta adotar algumas boas práticas de controle e planejamento dos recursos que entram e saem da empresa.

Entenda o que é o fluxo de caixa, as principais vantagens de acompanhá-lo e como fazer isso no seu estabelecimento!

O que é um fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é a movimentação de entrada e saída de dinheiro no dia a dia de um negócio — ou seja, o que você paga e o que recebe. Mas o termo também pode ser usado para descrever uma das principais práticas da gestão financeira, que consiste em acompanhar essa movimentação.

No caso de restaurantes, bares e outros estabelecimentos do setor alimentício, por exemplo, fazer o fluxo de caixa é atuar no levantamento das vendas e dos custos de aquisição de produtos e de manutenção do negócio, a exemplo das contas de energia elétrica e água — e registrar tudo isso organizadamente.

Para que serve o fluxo de caixa?

Para o bom funcionamento do estabelecimento, é necessário realizar investimentos, manter certo equilíbrio nas vendas e captar outras fontes de financiamento, seja para expandir os negócios, seja para aumentar a produção. Diante de toda essa movimentação, não é fácil estabelecer qualquer tipo de projeção sem controle efetivo dos recursos financeiros.

É quase impossível que um empreendimento cresça sem manter um controle das finanças. Por isso o fluxo de caixa é tão importante. É por meio do registro de cada movimentação que você pode avaliar a sua verdadeira situação financeira e definir estratégias para evitar grandes problemas no caixa.

Quais as vantagens do fluxo de caixa de um estabelecimento?

Manter o fluxo de caixa atualizado gera uma série de benefícios para os negócios. Confira, a seguir, os principais deles.

Auxilia na tomada de decisão

Um dos benefícios mais importantes de um bom fluxo de caixa é a possibilidade de o empreendedor tomar decisões muito mais estratégicas.

Com base em dados analisados, é possível compreender como a empresa funciona e quais são os gastos mais comuns, as maiores fontes de renda e as sazonalidades. A partir disso, tem-se a oportunidade de identificar o que fazer para tornar o negócio mais rentável e lucrativo.

[rock-convert-cta id=”8824″]

Evita gastos desnecessários

Quando todas as despesas são documentadas no fluxo de caixa, é possível descobrir, reduzir e otimizar o uso do capital no estabelecimento. Com isso, sobram mais recursos para investir em áreas relevantes, como a compra de equipamentos para a cozinha, a contratação de funcionários ou a expansão do local de trabalho.

Ajuda no cumprimento das obrigações financeiras

Acumular contas no departamento financeiro prejudica qualquer gestão de restaurante, lanchonete, bar ou semelhante. Para que as metas sejam cumpridas, é importante que as obrigações financeiras estejam em dia.

Com um fluxo de caixa organizado, você consegue ter controle sobre o que acontece nas finanças, estabelecendo ações corretivas e preventivas no seu orçamento.

Contribui para um planejamento financeiro mais eficiente

Quanto mais você entende sobre as finanças da sua empresa, mais fácil é construir um planejamento financeiro eficiente, identificando os possíveis ganhos, investimentos e despesas. Ou seja, com as informações do fluxo de caixa, é possível prever quais são os ganhos e despesas de um estabelecimento em determinado período, aumentando as chances de tornar essa gestão mais eficiente.

Com isso, você consegue identificar as sazonalidades e fazer um planejamento para atuar com estratégias específicas nos momentos de maior ou menor venda. Dessa forma, o estabelecimento pode se organizar para que as despesas estejam em dia, seja qual for a situação das vendas.

Como fazer o fluxo de caixa do seu estabelecimento?

Agora que você entendeu as vantagens de acompanhar fluxo de caixa, é o momento de saber como colocar isso em prática no seu empreendimento. Confira, a seguir, alguns procedimentos que não podem faltar na sua gestão empresarial.

Analise os ganhos e as despesas do estabelecimento

O primeiro passo para criar um fluxo de caixa é separar as despesas e as receitas da empresa. Uma forma simples e eficiente de fazer essa diferenciação é por meio do sistema de símbolos de “negativo” (-) ou “positivo” (+). Nesse momento, escolha aquilo que faz mais sentido para o seu negócio e o que será mais fácil de manter e executar.

Faça projeções financeiras

Outra prática para adotar no fluxo de caixa do seu estabelecimento é realizar projeções financeiras para os próximos meses. Quando uma empresa consegue entender os ganhos e despesas, é possível se antecipar e se planejar para o futuro.

Atualize os lançamentos das receitas e despesas constantemente

Mantenha o seu fluxo de caixa sempre atualizado. O mais recomendável é fazer o controle diariamente — ou, no máximo, semanalmente. Dessa forma, é minimizado o risco de deixar um valor importante de fora.

Corte alguns custos

Todo empreendimento que deseja se manter no mercado e crescer financeiramente precisa se planejar para cortar algumas despesas. Portanto, depois de identificar todos os custos, procure cortar — ou ao menos reduzir — aqueles que forem desnecessários ou menos importantes para a rotina do estabelecimento.

Utilize recursos tecnológicos

As planilhas ainda são muito usadas por empreendedores para fazer o fluxo de caixa. Porém, quando o preenchimento é manual, ele consome um tempo desnecessário no dia a dia, além de estar mais sujeito a erros e perda de dados.

O ideal é usar um software de gestão financeira que facilite o processo e evite falhas. Por meio dessa tecnologia, você consegue integrar todas as vendas, recebimentos, contas e muito mais em um só lugar.

Uma boa gestão de fluxo de caixa ajuda a garantir que você tenha dinheiro suficiente para pagar seus colaboradores em dia e ter mais controle sobre seu estoque, além de fazer um bom planejamento para o futuro do negócio. Então, acompanhe de perto as movimentações financeiras do seu estabelecimento.

Para uma gestão mais eficaz, baixe já uma planilha gratuita de fluxo de caixa!

Por iFood

Por iFood

2 respostas

  1. Muito bom saber dessas informações, eu tenho muita dificuldade em precificar meus produtos e fluxo de, quero muito melhorar isso em minha loja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/04/2024

Não julgue APENAS pela casca: veja como escolher os melhores legume...

23/04/2024

Embalagem de produtos: transformando compras em experiências

23/04/2024

Conheça 4 molhos para macarrão que são deliciosos

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery