Como fazer gestão de resíduos: confira um guia prático

Fazer a gestão de resíduos é essencial para garantir a integridade de um estabelecimento alimentar. Confira as boas práticas!

Ter um bom plano para a gestão de resíduos é fundamental para um estabelecimento do setor de alimentação. Infelizmente, uma parte considerável da comida que é servida aos clientes não é consumida. Além disso, o descarte de embalagens é cotidiano no setor, que exige atenção tanto em relação a isso como aos restos de comida.

Quem atua no mercado de food service precisa garantir que o processo seja pautado na sustentabilidade e na segurança alimentar. Nesse sentido, há algumas boas práticas que gestores de restaurantes, bares, hamburguerias, pizzarias e outros negócios precisam saber e aplicar.

Entenda mais sobre a gestão de resíduos e como fazê-la corretamente!

O que é a gestão de resíduos?

A gestão de resíduos é um conjunto de normas e práticas para administrar o que é descartado de modo eficiente, a fim de garantir a segurança sanitária do estabelecimento e dos arredores — o que inclui evitar a proliferação de pragas —, bem como minimizar impactos ambientais.

A coleta seletiva para destinar alguns materiais à reciclagem deve fazer parte das estratégias de gerenciamento de resíduos, mas ele vai além disso. Confira, a seguir, as cinco etapas necessárias.

1. Separação e armazenamento temporário

Primeiramente, os resíduos precisam ser separados e armazenados enquanto aguardam a coleta. É importante colocá-los em categorias — como lixo orgânico, plástico e vidro —, além de garantir que eles fiquem em um local seguro, em relação a aspectos sanitários do estabelecimento e da área.

2. Coleta

Em seguida, funcionários de um órgão público da localidade passam por diversos pontos para recolher resíduos.

3. Transporte

Após a coleta, os resíduos são transportados em veículos específicos, para garantir sua integridade e a segurança dos arredores durante o processo.

4. Destino

O material é, então, destinado para aterros, fábricas de fertilizantes — quando orgânico — ou centros de seleção, caso seja reciclável.

5. Tratamento

Na última etapa, os resíduos são tratados conforme sua categorização e utilidade. Por exemplo, restos de comida podem servir como adubo, e embalagens plásticas podem ser recicladas.

Quais os principais resíduos gerados em estabelecimentos alimentícios?

A partir da identificação dos tipos de resíduos que seu estabelecimento produz, fica mais fácil realizar uma boa gestão deles, com a separação adequada.

Nesse sentido, os tipos mais comuns são:

  • materiais de relevância ambiental: óleos e gorduras;
  • sólidos secos: embalagens, papéis, papelões, vidros e metais;
  • resíduos orgânicos: restos de alimentos;
  • rejeitos: tudo o que não pode ser reaproveitado — guardanapos, lixos de banheiro e resíduos de limpeza.

Como implementar a gestão de resíduos corretamente?

Uma boa administração de resíduos contribui para a sustentabilidade ambiental e para a segurança sanitária do estabelecimento e do seu entorno. Ela pode, ainda, agregar valor à sua marca, já que o público tende a valorizar empresas que se mostram responsáveis em quesitos socioambientais. Então, continue a leitura para conferir alguns direcionamentos para implementar essa gestão.

Desenvolva um bom controle de estoque

O controle de estoque é uma atividade indispensável para diminuir desperdícios de alimentos e outros insumos. Para isso, é necessário definir a melhor forma de armazenar os diferentes tipos de materiais.

Uma sugestão é elaborar regras de organização e acondicionamento que possam ser seguidas com facilidade pela equipe. Nesse sentido, é importante priorizar o uso de produtos mais próximos do vencimento ou que já tiveram sua embalagem aberta, conferir sempre a validade dos produtos e repor ingredientes perecíveis somente quando o estoque estiver acabando.

Evite descartáveis

Itens como copos e talheres descartáveis podem ser muito práticos para algumas modalidades de estabelecimento alimentício. No entanto, abandonar os descartáveis diminui consideravelmente o volume e o potencial nocivo, em termos ambientais, de resíduos gerados por seu estabelecimento.

Se essa não for uma alternativa viável para você, disponibilize lixeiras específicas para lixos orgânicos e recicláveis no local. Além de tornar o ambiente mais sustentável, isso facilita a limpeza e permite a destinação correta dos materiais.

Separe os resíduos corretamente

Para um gerenciamento de resíduos correto, é preciso separar corretamente os materiais descartados. Uma sugestão é promover um treinamento especializado para os colaboradores sobre a gestão adequada do lixo.

Os resíduos devem ser separados da seguinte forma:

  • resíduos orgânicos compostáveis: cascas, folhas, frutas e sobras vegetais;
  • resíduos recicláveis: embalagens feitas de papel e plástico;
  • resíduos reutilizáveis: garrafas e potes de vidro retornáveis;
  • resíduos reaproveitáveis: óleos e gorduras;
  • lixo orgânico não-reciclável: guardanapo, papel higiênico e papel toalha sujos;
  • rejeitos e produtos: resíduos de limpeza pesada.

É necessário colocar lixeiras específicas para a coleta seletiva na cozinha e no estoque, onde a frequência de descarte é maior.

Invista em alimentos minimamente processados

Outra maneira de diminuir a produção de lixo é utilizar alimentos minimamente processados e de boa qualidade, como: frutas, legumes, verduras, cerais, ervas secas, tubérculos, macarrão, massas, açúcar, óleos e gorduras.

Ao adquirir tais produtos e reduzir o uso exagerado de alimentos muito processados, como enlatados ou em conserva, você não acumula lixo com tanta frequência. Assim, diminui a sobrecarga da sua gestão de resíduos.

Além disso, essa prática pode tornar seu cardápio mais saudável e atrativo, e essa é uma tendência atual da indústria de alimentos.

Por que meu negócio deve se preocupar com a gestão de resíduos?

Para compreender a importância do gerenciamento de resíduos, basta notar como as questões ambientais são noticiadas com frequência na mídia. Essa conscientização deixa as pessoas mais informadas a respeito de práticas sustentáveis e, por consequência, faz com que elas priorizem empresas que são amigas do meio ambiente.

Entenda de forma mais detalhada, a seguir, alguns benefícios de adotar uma boa gestão de resíduos no seu negócio.

Otimização da limpeza do estabelecimento

Uma gestão de resíduos eficaz favorece a higiene do local e torna a limpeza mais econômica. A prática ameniza odores, o acúmulo de resíduos e até mesmo a proliferação de pragas (moscas, baratas etc.). Além disso, evita a poluição dos arredores.

Reduz custos com pessoal e equipamento

Esse tipo de gerenciamento deixa o fluxo de trabalho mais rápido e eficiente, visto que o controle resíduos otimiza o funcionamento do restaurante, deixando sua cozinha sustentável.

Na prática, a economia vai além dos recursos físicos, como sacolas plásticas e contêineres, e se estende para recursos pessoais, diminuindo o tempo dedicado às atividades de gestão de resíduos. Assim, sobra mais tempo para outras etapas das atividades comerciais.

Imagem positiva

O estabelecimento que segue normas ambientais e realiza procedimentos que reduzem ou eliminam os impactos negativos aos recursos naturais — água, ar e solo — demonstra responsabilidade social. Além disso, essa postura favorece a administração do negócio em relação ao desenvolvimento sustentável.

Todos os fatores mencionados constroem uma imagem positiva entre os consumidores e o público em geral. Isso resulta em uma melhor reputação no mercado, além de um relacionamento melhor com empresas parceiras e órgãos fiscalizadores.

A gestão de resíduos é uma prática de grande importância para o sucesso operacional e mercadológico do seu restaurante. Portanto, busque melhorá-la constantemente, para beneficiar tanto seu negócio como a região e o público.

Que tal aprimorar seus conhecimentos sobre sustentabilidade no ramo alimentar? Conheça as vantagens das embalagens sustentáveis!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/06/2024

Dia das Crianças: o que vender nessa data?

20/06/2024

Marketing para restaurantes: especialista mostra como começar

19/06/2024

Como funciona o Imposto de Renda MEI?

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery