Indicadores financeiros: confira quais são os principais!

Os indicadores financeiros funcionam como um termômetro para a gestão empresarial. Confira o post e saiba mais sobre o assunto!

Os indicadores financeiros estão relacionados com diversas questões de um ambiente de negócios. Eles são responsáveis por mostrar o quanto você lucrou e faturou, qual foi o impacto dos custos e o retorno sobre determinado investimento, entre outros resultados que guiam a gestão financeira de um estabelecimento.

Ou seja, por meio desses indicadores, os investidores e empreendedores conseguem mensurar com clareza se vale a pena fazer algum investimento e como elaborar um planejamento financeiro eficiente para o negócio. Mas, para tomar decisões corretas, é necessário saber como interpretar essas métricas.

Continue a leitura para conhecer os principais indicadores financeiros utilizados em um estabelecimento!

O que são indicadores financeiros?

Indicadores financeiros são mecanismos e métricas para coletar e gerar dados financeiros sobre determinada situação. No caso de uma empresa, os indicadores financeiros têm o objetivo de mensurar a saúde do empreendimento.

Eles são fundamentais na gestão empresarial de um estabelecimento, pois permitem que os gestores tenham em mãos as informações necessárias para analisar o desempenho das atividades. A partir disso, é possível fazer um planejamento estratégico a fim de potencializar os resultados, ou mudar as estratégias e buscar um novo plano de ação, caso os resultados não sejam satisfatórios.

Qual a importância dos indicadores financeiros para os negócios?

O principal objetivo dos indicadores financeiros é fornecer informação. Dizer que uma marmitaria vendeu determinada quantidade de marmitas, por exemplo, não transmite, necessariamente, uma informação relevante, a menos que sejam usados os indicadores financeiros.

Se eles indicarem que essas vendas resultaram em liquidez e lucro, então o estabelecimento está saudável. Por outro lado, caso as vendas tenham sido a prazo ou façam parte de um ambiente de inadimplência, o resultado indica que o empreendimento precisa de mudanças urgentes.

A importância dos indicadores financeiros, portanto, se justifica pelo fato de garantirem que a empresa possa fazer as devidas mudanças para alcançar o sucesso ou mostrarem que ela está na direção correta. Eles possibilitam, portanto, que a situação seja acompanhada precisamente.

Quais são os principais indicadores financeiros?

Existem inúmeros indicadores financeiros que um estabelecimento pode vir a controlar. Para que o seu negócio consiga melhores resultados, é crucial que você conheça e entenda os principais deles.

Margem bruta

A margem bruta mede o lucro integral (sem abatimentos) de uma empresa, em valor percentual. Ou seja, o cálculo da margem bruta considera basicamente o custo do produto vendido (CPV) ou das mercadorias vendidas (CMV) e o faturamento total. A fórmula é:

Margem bruta = faturamento / lucro bruto X 100.

Para encontrar o lucro bruto, é só subtrair do faturamento o custo dos produtos ou das mercadorias vendidas. Em seguida, basta dividir o faturamento pelo lucro e fazer a multiplicação por 100, para encontrar o valor percentual.

O indicador financeiro “margem bruta” é responsável por aferir a eficiência do estabelecimento em relação às vendas. Quanto maior for a margem, melhor para a empresa.

Margem líquida

A margem líquida é um indicador financeiro de rentabilidade responsável por medir o lucro líquido de um empreendimento em valor percentual. A principal diferença entre margem bruta e margem líquida está na composição do cálculo.

Este indicador considera todas as despesas diretas e indiretas, como os custos referentes à produção ou venda de produtos. Um bom exemplo são as despesas de um estabelecimento alimentício:

  • aluguel;
  • conta de água;
  • energia elétrica;
  • internet;
  • telefone;
  • folha de pagamento;
  • manutenção dos equipamentos para cozinha;
  • impostos;
  • insumos para produção.

A fórmula usada para encontrar a margem líquida é:

Margem líquida = lucro líquido / receita líquida X 100.

Nesse caso, primeiramente é apurado o lucro líquido, ou seja, os recursos que efetivamente sobram depois de deduzidas todas as despesas e custos. Em seguida, é só dividir o lucro líquido pela receita líquida e fazer a multiplicação por 100 para encontrar o valor percentual.

[rock-convert-cta id=”8824″]

Ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio é um indicador financeiro que define o momento em que o faturamento se iguala às despesas e custos. Ele corresponde à quantidade mínima exigida de receitas para que o estabelecimento cubra todos os custos sem registrar prejuízos.

É necessário que o resultado seja sempre o menor possível, diferentemente do que acontece com as margens de lucro, em que a ideia é “quanto maior, melhor”.

Além disso, quanto mais rápido o empreendimento chegar ao ponto de equilíbrio, mais rapidamente as vendas começarão a ser contabilizadas como lucro. Existem três informações que devem ser consideradas para calcular o ponto de equilíbrio:

  • custos fixos;
  • despesas fixas;
  • margem de contribuição em percentual.

Ao dividir os custos e as despesas fixas pela margem de contribuição em percentual, o estabelecimento consegue descobrir o faturamento mínimo necessário para chegar no equilíbrio financeiro:

Ponto de equilíbrio = (despesas fixas + custos fixos) / margem de contribuição em percentual.

Retorno sobre investimento (ROI)

Também conhecido como taxa de retorno, o ROI calcula quanto um investimento rende em determinado período. É um indicador utilizado tanto por gestores de empresas como por investidores. Sua fórmula é:

ROI = (resultado obtido – valor investido) / valor investido X 100.

Este indicador financeiro pode ser aplicado em diferentes situações, como em ativos financeiros, insumos, serviços, treinamentos da equipe, campanhas de marketing digital ou qualquer atividade de um restaurante, bar ou semelhante.

Valor médio de consumo

O ticket médio ou valor médio de consumo é um indicador financeiro de performance interna, que basicamente avalia a aceitação dos serviços e produtos de uma empresa perante seus clientes. O objetivo aqui é saber quanto, em média, cada cliente paga ao estabelecimento. Logo, quanto mais alto esse valor for, melhor.

O cálculo do valor médio de consumo pode ser realizado considerando períodos de tempos distintos, como ano, semestre, trimestre, bimestre ou mês. Para encontrar o resultado, é só dividir o faturamento do período em questão pela quantidade de vendas:

Valor médio de consumo = faturamento total / número de vendas.

Os indicadores financeiros funcionam como uma espécie de termômetro para a gestão financeira de um negócio. Portanto, garanta que eles sejam acompanhados no seu estabelecimento, para saber como anda a saúde financeira da empresa e entender em que direção as decisões futuras devem ir, a fim de alcançar melhores resultados.

Por falar em gestão financeira, há outro assunto que você precisa conhecer. Saiba já 8 passos essenciais para atingir o sucesso na gestão financeira do seu restaurante!

Por iFood

Por iFood

19 respostas

  1. Olá deveria ter um pouco de respeito com o restaurante parceiro, além de cobrar todas as taxas,se vender mais de 1800 ainda cobra uma taxa de 130 deveria só cobra as taxas normal já seria o bastante.

  2. Eu sou parceiro da Ifood ,
    Porém o canal de atendimento
    não funciona estou a dias tentando ter contato e não consigo vendi um whisky, e uma água porém não sei porque só recebi referente a água

    1. EI, José! Como se trata de um assunto financeiro, precisamos analisar mais a fundo o que aconteceu. Entre em contato com nosso time de especialistas pela opção “Chamados e ajuda” do Portal do Parceiro que vemos melhor o seu caso, combinado? ?

    1. Oi, Cintia! Poxa, sentimos muito por isso. ? Mas não desiste, tá? Aqui no blog temos vários artigos que podem te ajudar a impulsionar as vendas por aí. Não deixa de olhar também nosso canal no YouTube, ok? Conta com a gente! ?❤️

  3. Oi jose Roberto vc abre um chamado no campo atendimento e coloca repasse errado e explica exatamente o acontecido e é so aguardar, nao esqueça de anotar o número do pedido pra análise eles te mandam uma resposta.

  4. A dias que estou tentando contato com ifood e não consigo.não estou conseguindo mudar minha conta bancária.e não consigo nenhum setor para me auxiliar ou explicar.ou pelo menos me informar

    1. Oi, Elciléia. Sentimos muito por isso e vamos te ajudar, tá? É só falar com o nosso time de especialistas pela opção “Chamados e ajuda” do Portal do Parceiro. ?

  5. Sou parceiro do iFood mais de dois anos que eu não consigo entrar em contato ninguém responde às opções e minhas perguntas que eu faço no canal atendimento. Se ue olhar meu histórico eu estô com umas 50 queixas e duvidas no mínimo , mas nenhum ser vivo me dá um retorno!!
    Cada mês tem um balanço das vendas e o total que Ifood nos repassa. Da média de 40% no fritar dos ovos. E não é a conversinha de 27% !! Só falta eles cobrar tambem porcentagem dos pensamentos !! Afinal,existe mesmo o canal de atendimento, ou é coisa só para inglês ver ??

    1. Oi, Maria. Pedimos desculpa por sua experiência com a gente não ter sido a melhor possível. Pra que a gente consiga te ajudar, entre em contato pelo direct do nosso Instagram (@ifoodparaparceiros) que vamos analisar melhor, combinado? Conta com a gente!

  6. Boa noite smpre falo amuuuu por demais trabalha na plataforma do ifood,MS infelizmente vcs não nós dão suporte necessário ?não dá pra abrir um chamado,não existe contato humano, aí fica difícil, eu participo da campanha inteligente,MS chegou uma mensagem via WhatsApp,não entendi, enfim fico mto ? MS agradeço a Deus por existir ifood ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery