6 iniciativas de voluntariado para inspirar você

O voluntariado é um ótimo caminho para obter experiência, ajudar outras pessoas e até agregar valor à sua empresa. Confira!
6 Min
voluntariado: pessoas agasalhadas entregando comida à noite

Você gosta de ajudar ao próximo e sente vontade de fazer isso de forma mais consistente? Se sim, saiba que o voluntariado pode ser um ótimo caminho. É possível tomar essa iniciativa tanto na condição de cidadão como em nome do seu negócio — e ter uma empresa exemplar, que contribui com algo importante, é uma ótima ideia.

O voluntariado consiste na prática de atividades não remuneradas em benefício de uma causa ou grupo específico. A maioria das ações está direcionada a entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos, que reúnem esforços para melhorar a condição de pessoas, de animais e do meio ambiente.

Confira, a seguir, as vantagens dessa prática e algumas inspirações!

Motivos para fazer trabalho voluntário

Pontual ou recorrente, o voluntariado traz muitos ganhos à sociedade, por garantir que diferentes pessoas dediquem parte de seu tempo, habilidades e competências à construção de um mundo melhor.

Por exemplo, o planejamento de palestras voluntárias é uma importante contribuição educativa para o público, e um mutirão de limpeza de áreas públicas contribui para a saúde e o bem-estar de quem as utiliza.

Benefícios também ocorrem para quem presta esse tipo de serviço. Novos aprendizados, capacidade de trabalhar em equipe, visão ampla sobre problemas e situações são exemplos de conquistas que favorecem a vida do indivíduo, tanto no campo pessoal como na área profissional.

O voluntariado e o empreendedorismo

Você consegue ajudar uma organização na gestão empresarial, por exemplo, desempenhando funções administrativas que serão úteis em outros espaços. Esse é um ótimo jeito de ter contato com os processos típicos de uma gestão 360º e acumular experiências valiosas para conduzir diversos tipos de negócios.

Um projeto voluntário traz, portanto, excelente bagagem para quem deseja ampliar sua rede de contatos, fazer parcerias e aprimorar talentos essenciais ao exercício profissional. Não é à toa que muitas empresas, inclusive, valorizam e apoiam os colaboradores que se envolvem com esse tipo de prática.

O voluntariado também pode ser praticado em nome de uma empresa, o que, além de ser uma importante contribuição à sociedade, representa um grande diferencial no mercado. Uma marca que se mostra disposta a assumir uma responsabilidade social ou ambiental e preocupada em apoiar uma causa ganha muito valor aos olhos do público.

6 formas de praticar o voluntariado

Há muitas iniciativas possíveis no universo do voluntariado, com propostas variadas que permitem encontrar atividades alinhadas ao seu perfil ou às atividades do seu negócio.

Atualmente, existem tanto trabalhos voluntários presenciais como à distância. O modelo remoto tem muitas possibilidades, com destaque para serviços de comunicação e tecnologia, voltados, por exemplo, para design, redes sociais e desenvolvimento de sites.

Confira, a seguir, 6 áreas inspiradoras — que podem ser presenciais ou remotas — para exercer seu voluntariado!

1. Animais e meio ambiente

Tem interesse em preservar florestas, combater o desperdício de recursos e evitar o desaparecimento de espécies da fauna e da flora? Então, os projetos que têm o meio ambiente como alvo são perfeitos para você.

Tudo o que envolve a natureza exige atenção por parte da sociedade, e as equipes interessadas nessa missão podem amenizar os impactos da ação humana com diversas atividades. É possível, por exemplo, monitorar a derrubada de árvores em determinada área, reabilitar animais maltratados e coletar lixo deixado em áreas de matas.

Estabelecimentos do setor alimentar, em particular, têm uma grande oportunidade de atuação em relação à sustentabilidade. Há espaço, por exemplo, para promover o combate ao desperdício de alimentos, bem como a reciclagem de embalagens ou o uso de embalagens biodegradáveis.

2. Cultura e educação

O voluntariado está muito presente em atividades educativas e culturais. Essa categoria engloba uma infinidade de tarefas, como ensino de idiomas, artes, pintura, dança e outras atividades. O objetivo é contribuir para a formação de pessoas e promover a integração de diversos grupos.

Os projetos na área da cultura e da educação conseguem, muitas vezes, orientar indivíduos sobre a própria carreira. Isso porque ajudam a identificar gostos e habilidades existentes, fornecendo um norte àqueles que têm dúvidas sobre qual caminho seguir.

3. Atividades esportivas

O universo da atividade física também está sempre rodeado de ações em prol de grupos de pessoas. Em diversas cidades brasileiras, os projetos esportivos demandam voluntários para planejar programas, cumprir funções administrativas e orientar crianças, adolescentes e adultos.

São contribuições que melhoram a saúde física e mental dos envolvidos, ao mesmo tempo em que ensinam valores sociais e humanos que podem ser carregados por toda a vida.

4. Turismo social

Outra opção interessante de voluntariado envolve viagens a outras regiões do Brasil. Há muitos projetos que se dedicam a selecionar, auxiliar e levar pessoas a locais que precisam de apoio, tanto para disseminar informação como para conduzir atividades do dia a dia de comunidades.

A depender da proposta, você também pode visitar destinos fora do país e colaborar com o desenvolvimento de grupos que habitam esses lugares. Nem é preciso citar o quanto esse tipo de vivência pode ser enriquecedor e trazer aprendizados valiosos sobre as relações humanas.

5. Trabalhos manuais

Essa modalidade de projeto voluntário favorece muito aquelas pessoas que, por algum motivo, estão desamparadas ou fora do mercado de trabalho. É o caso de algumas gestantes, idosos e indivíduos acometidos por problemas de saúde.

Por meio de aulas ou cursos que demonstram como produzir peças de artesanato, por exemplo, você consegue ensinar novas funções a essas pessoas, ou outras que, mesmo sem obstáculos maiores, desejem investir na área. Elas podem, por exemplo, montar um negócio próprio, para atuar de forma autônoma e vender suas criações.

6. Produção e doação de alimentos

A insegurança alimentar é uma realidade presente em muitos lugares — tanto que existem diversas ONGs dedicadas à produção e distribuição de marmitas a grupos vulneráveis. A ideia é reunir insumos por meio de doações para fazer comida de qualidade, com variedade de nutrientes, para alimentar quem precisa.

Você consegue participar do processo em diversas fases, desde a produção de receitas até a montagem dos pratos. Também é importante organizar a entrega e coletar dados nos períodos de distribuição, a fim de identificar novas necessidades e melhorar a vida das pessoas.

Como você pôde perceber, existem muitas possibilidades de voluntariado. Vale a pena explorar diversas opções e, se achar necessário, testar diversos modelos até encontrar o melhor para você ou sua empresa. Em todo caso, é importante exercer cada tarefa com máximo empenho e buscar, verdadeiramente, fazer a diferença.

Gostou de saber mais sobre o voluntariado? Aproveite a visita e entenda o que é responsabilidade solidária!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

17/05/2024

Desvendando o ciclo do pedido: etapas, como medir e desafios

16/05/2024

À la carte: o que é, como funciona e dicas essenciais

15/05/2024

Negócios lucrativos: quais são e como garantir sucesso?

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery