Formas de pagamento: principais tipos e dicas para escolher!

Formas de pagamento: principais tipos e dicas para escolher! Leia este artigo e aprenda tudo sobre o assunto!

Quem atua na área de vendas sabe a importância de disponibilizar atrativos para distinguir o negócio da concorrência. Além de apostar na criação de promoções e fazer um bom atendimento, por exemplo, é preciso oferecer diferentes formas de pagamento.

Afinal, ao apresentar múltiplas opções para a finalização de compras, é possível atender a diferentes perfis de clientes. Isso ajuda a garantir um nível maior de satisfação dos consumidores, o que tende a refletir em um aumento do número de vendas.

Para escolher que alternativas oferecer, entenda quais são as principais formas de pagamento e quais as mais utilizadas no Brasil!

Quais são as principais formas de pagamento?

A escolha das formas de pagamento faz parte da gestão de restaurantes, bares, lanchonetes e outros estabelecimentos. Existe uma ampla variedade de opções, que vão das mais tradicionais às mais inovadoras. Conheça as principais!

Cartão de crédito

Para começar a lista, convém destacar uma forma de pagamento que proporciona as melhores facilidades e condições para os seus clientes. O cartão de crédito assegura que a compra seja feita mesmo que o consumidor não tenha o valor total no momento — desde que tenha limite disponível no cartão.

Esse método de pagamento permite ainda que o estabelecimento disponibilize a opção de parcelar a compra de modo seguro. Isso pode ser benéfico tanto para o cliente, que pode pagar aos poucos, quanto para a empresa, que se protege de inadimplências e garante seu total recebimento por parte da instituição ou operadora financeira.

Cartão de débito

Uma das formas de pagamento mais seguras é o cartão de débito. Além de permitir que o cliente e vendedor evitem fazer a circulação do dinheiro em espécie, representando um risco em relação a assaltos, é uma forma de pagamento à vista.

Dessa forma, o cartão de débito garante a transação real e atual de uma quantia depositada em conta bancária. Com um retorno ágil do valor para o empreendedor, esse método de pagamento é bastante atrativo e até mesmo incentivado pelos vendedores.

Sabendo disso, é importante que você utilize uma maquininha de cartão que ofereça valor de aquisição ou mensalidade. Geralmente, como a máquina também é usada para cartões de crédito, não é necessário qualquer gasto adicional para dispor da opção de pagamento em débito.

Pix

Disponível desde 2020, o Pix é um dos tipos de pagamento que mais crescem no país. De acordo com um levantamento da Federação Brasileira de Bancos, ele já reflete 30% da quantidade de transações bancárias realizadas no Brasil — e a expectativa é que esse número só aumente.

O Pix é um sistema de transferências instantâneas e pagamentos que funciona 24 horas por dia. Uma das principais vantagens na utilização desse método é a velocidade com que uma transação bancária se concretiza. Não é necessário aguardar até o dia seguinte, pois o pagamento é confirmado em aproximadamente 10 segundos.

Além disso, é possível enviar e receber dinheiro de qualquer instituição financeira, e o recurso não tem custo para pessoas físicas.

Dinheiro

O pagamento em dinheiro, cada vez menos comum, ainda é preferido por alguns empreendedores ou consumidores, mas acaba sendo um risco. Pela facilidade com que ele pode ser furtado ou roubado, em diversas regiões, pode ser muito perigoso manter o dinheiro em caixa. Muitos clientes também preferem evitar circular portando dinheiro em espécie, tanto por questões de segurança quanto de praticidade.

Quando se trata de pequenos valores, principalmente, o pagamento em dinheiro segue sendo uma maneira simples e consciente de compra. A principal vantagem é a não incidência de taxas de instituições financeiras sobre cartões ou contas. Por isso, esse método ainda é considerado por grande parte dos comerciantes como a melhor forma de pagamento.

Vale-refeição

Muitas empresas disponibilizam o vale-refeição para os colaboradores. Ele pode ser utilizado para alimentação em lanchonetes, padarias e, principalmente, restaurantes. Por isso, ao comprar a maquinha de cartão para o estabelecimento, é recomendado verificar com o fornecedor quais são as bandeiras permitidas.

QR Code

O QR Code ou Quick Response Code (Código de Resposta Rápida, em português) é uma versão mais avançada do código de barras. Ele pode ser lido por quase qualquer tipo de dispositivo com câmera, como notebooks e celulares.

Por meio desse código de barras em 2D, é possível ganhar cupons de descontos pela televisão, confirmar transações financeiras, validar o uso de aplicativos, fazer a leitura de cardápios, além de pagar compras pelo celular.

Google Pay

Uma das formas de pagamento mais recentes no mercado é o Google Pay. Trata-se de uma carteira digital com a função de substituir o cartão de débito ou crédito. É uma das maneiras mais simples e rápidas de realizar pagamentos.

Após adicionar um cartão à carteira Google Pay, o cliente pode efetuar pagamentos sem a necessidade de preencher as informações do seu cartão em sites ou aplicativos.

Embora o Google Pay seja uma carteira digital também usada para pagamentos online, é possível utilizá-lo em estabelecimentos para pagamentos por aproximação do celular. Basta que o negócio ofereça essa alternativa.

iFood Card

Além de atuar com serviços de entrega, o iFood oferece o iFood Card. Com validade de 90 dias, ele pode ser utilizado em vários serviços e compras. Você pode ativá-lo do aplicativo: basta ir em “Perfil” e, em seguida, “Carteira”. Depois disso, selecione a opção de resgatar o iFood Card. Por último, escaneie o QR Code ou insira o código do cartão.

Quais são as formas de pagamento mais utilizadas no Brasil?

De acordo com um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, em 2021, as formas de pagamento mais utilizadas no Brasil foram:

  • dinheiro, com predominância de 71%;
  • Pix, com uma taxa de 70%;
  • cartão de débito, com 66%;
  • cartão de crédito, com 57%.

Agora que você já conhece as principais formas de pagamentos do mercado, analise quais se encaixam no seu negócio. Para isso, conheça o seu público-alvo: você pode, por exemplo, fazer pesquisas para descobrir quais os métodos preferidos. Além disso, é importante calcular as taxas.

Verifique quais são as formas de pagamentos mais vantajosas para você e para a clientela e quantas você pode disponibilizar. Vale lembrar que é interessante oferecer variedade, mas as opções precisam ser simples de administrar e boas para a saúde financeira do seu estabelecimento.

Aproveite e confira 8 passos essenciais para o sucesso da gestão financeira do seu restaurante!

Por iFood

Por iFood

2 respostas

    1. Oi, Denise! Temos um time de especialistas para te ajudar! Para acioná-lo, vá ao Portal do Parceiro, clique em “Chamados e ajuda” e logo depois em “Atendimento”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

23/05/2024

Cultura data-driven: transforme dados em decisões estratégicas!

22/05/2024

Gestão de restaurante: passo a passo para alcançar o sucesso

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery