9 passos para garantir a saúde financeira do negócio

Você sabe quais são os 9 passos para garantir a saúde financeira do negócio? Leia este artigo e aprenda tudo sobre o assunto!

Ter saúde financeira nos negócios significa conseguir pagar todas as contas e ainda reservar recursos para projetos e emergências. Ou seja, é quando você mantém o controle sobre o orçamento, gastando somente o que fica dentro das suas possibilidades.

Para uma boa gestão do orçamento, é preciso manter as contas do empreendimento equilibradas, saber reduzir os custos e fazer um planejamento estratégico das finanças — um trabalho que pode ser desafiador, principalmente na gestão de estabelecimentos do ramo alimentício.

Continue a leitura e confira 9 passos para garantir a saúde financeira do seu negócio!

1. Faça relatórios com as movimentações financeiras

Para começar, o melhor caminho é entender qual é a situação financeira em que o estabelecimento está. Junte as informações relacionadas ao fluxo de entradas e saídas dos meses anteriores e, caso seja possível, reúna os dados dos outros anos também, para fazer uma comparação.

Elabore relatórios com diferentes registros, como despesas com reparos em equipamentos, volume de vendas sazonais, custos de ingredientes. Enfim, tudo que tenha relação com as movimentações financeiras e que possa ser aprimorado.

2. Faça um planejamento estratégico

Planejamento é a base para qualquer empresa prosperar. Por isso, crie o costume de elaborar um planejamento todo ano. Nesse plano, deverá ter informações indispensáveis, como plano de metas, objetivos traçados no plano de negócio, objetivos financeiros, estratégias de preços, remuneração variável, ações no mercado, precificação de produtos.

Lembre-se de que, para o seu planejamento ser eficiente, é essencial focar o giro de clientes por mês e a lucratividade. Além disso, é crucial incluir os gastos em cada período, tanto os variáveis quanto os fixos, para ter um planejamento claro e conseguir tomar decisões em situações atípicas, como momentos de crise.

3. Administre corretamente o fluxo de caixa

O fluxo de caixa de restaurante precisa ser checado diariamente pela pessoa responsável pelo controle financeiro do estabelecimento.

A questão é que a análise do fluxo de caixa é a principal fonte de informações sobre as movimentações financeiras do negócio, logo, precisa ser organizada e atualizada frequentemente. Após as consultas, os gestores conseguem ter mais certeza de que os dados acessados representam a situação atual da empresa.

4. Mantenha um controle rigoroso das finanças

Para garantir um controle financeiro eficaz, dominar as finanças do negócio é o segredo do sucesso. Mesmo que você tenha familiaridade sobre fornecedores, entradas, saídas, valores, entre outros pontos, é arriscado processar essas informações apenas de cabeça.

Por esse motivo, o ideal é ter uma rotina organizada para o controle de entrada e registro das informações. Além de manter os relatórios financeiros, compare todos os lançamentos e notas fiscais e analise possíveis divergências de valores.

5. Classifique as despesas

Esquematizar as despesas é uma tarefa essencial na redução dos custos do restaurante. Por meio de uma pesquisa dos gastos, é possível saber quais consumos podem ser deixados de lado, quais podem ser reduzidos e quais são mais importantes.

Além disso, pode ser uma boa hora para aproveitar e identificar quais são os custos variáveis e fixos do restaurante. Ao classificar os gastos desse modo, fica mais fácil de analisar se é necessário que um custo fixo continue existindo ou não, por exemplo.

6. Melhore a percepção de valor do restaurante

A percepção de valor tem uma função estratégica nas finanças de um negócio. Os clientes não escolhem um estabelecimento alimentício apenas para saciar a fome. Eles também o escolhem para desfrutar de uma experiência agradável.

Portanto, ao traçar o planejamento do seu negócio, é importante ter isso em mente. Procure investir em melhorias que transformem a imagem do comércio em relação ao público. Essa é uma ótima maneira de estabelecer novos preços, aumentar a margem de lucro e seguir agradando os clientes.

7. Conte com bons fornecedores para garantir a saúde financeira

Criar um relacionamento saudável com os fornecedores faz diferença na redução de custos do empreendimento. É importante que seus parceiros ofereçam boas condições e qualidade para as compras.

Descubra se, ao comprar quantidades maiores, é possível conseguir preços melhores. No entanto, não se esqueça de que compras em grandes volumes exigem uma administração do estoque mais rigorosa.

Além disso, é fundamental acompanhar os preços do mercado; se for preciso, mudar de fornecedor pode ser a escolha certa a fazer. Tenha em mente que pode valer à pena trazer insumos de outras localidades, desde que o valor, a qualidade e os prazos do frete sejam benéficos para a sua margem de negócio.

8. Otimize o estoque

Para reduzir os custos, é importante aproveitar a matéria-prima e todos os itens do estoque. Por isso, a hora de montar o cardápio merece atenção. Observe quais são as refeições que mais têm saído e quais têm poucos pedidos.

Desse modo, com os fornecedores em ordem e o cardápio de acordo, é necessário fazer com que o estoque fique reduzido, evitando o desperdício de produtos que atingem a data de validade.

Para minimizar a deterioração dos alimentos, faça a rotulagem dos perecíveis, além de usar planilhas de controle de dados importantes, como entrada e validade dos itens guardados.

9. Utilize um sistema de gestão

O uso da tecnologia para a administração do controle de caixa está cada vez mais acessível no segmento de estabelecimentos alimentícios.

Ao implementar um sistema de gestão, a pessoa dona do negócio consegue:

  • saber quais produtos estão com giro baixo;
  • identificar os gastos para manter os itens em estoque;
  • calcular o risco de perdas por conta do fim do prazo de validade.

Em relação ao atendimento, a utilização do sistema garante agilidade e diminui erros nos pedidos. Além disso, você pode apostar em cardápios digitais e totens de autoatendimento — por meio dos quais o cliente consegue realizar o pedido sozinho —, o que possibilita alocar colaboradores para outras áreas.

Uma saúde financeira de sucesso tem relação direta com um orçamento equilibrado. Por isso, é importante estar sempre em busca de formas de aumentar as receitas e reduzir os gastos — o investimento em um aplicativo de entrega pode ser um diferencial nesse processo, por exemplo.

Seguindo os passos para garantir a saúde financeira do negócio, você estará cada vez mais perto de bater a meta de ter um orçamento equilibrado. Inclusive, você já pode colocar as dicas em prática fazendo um controle de fluxo de caixa: baixe a planilha gratuita e comece agora mesmo!

Por iFood

Por iFood

22 respostas

    1. Ei, Junior! Ficamos muito felizes por isso. ❤️ Já dá pra colocar em prática e melhorar a saúde financeira do seu restaurante. Depois nos diga se deu certo! ?

  1. Muito bom ter estás explicações, assim fica melhor pra trabalhar,ter uma educação financeira.

  2. Algo muito importante nao atrasar os repasses como já aconteceu duas vezes com minha loja isso prejudica nas contas

    1. Joicey, nos preocupamos muito com a saúde financeira do seu restaurante e sentimos muito por essa situação. Sempre que precisar de alguma ajuda, é só nos acionar pela opção “Chamados e ajuda” do Portal do Parceiro, combinado? Conta com a gente! <3

    1. Excelente, Marcia! ? Esperamos que te ajudem a melhorar ainda mais a saúde financeira do seu restaurante!

    1. Ei, Manoel! O importante é dar o primeiro passo e essas dicas com certeza te ajudarão muito. ? Depois nos diga se deram certo, combinado?

  3. É muito bom saber, que a plataforma venha nós orientar como devemos fazer, só assim eu me sinto seguro em que posso fazer agradeço muito!

    1. Ei, Alexandre! Ficamos muito felizes com comentários como o seu. ❤️ Nossa missão é impulsionar o seu restaurante e a saúde financeira é fundamental para isso. Conta com a gente nessa! ?

  4. Meu comentário é pra que o ifood pare de fazer tantas propagandas caras e investir melhor nos motoboy porque de julho é agosto só prejuízo e outra os motoboy estão migrando pra lalamove por ajudar eles nas entregas o ifood Sabe disto mas não faz nada bora comessar a pensar porque os prejuízos são grande pende nisto

    1. Oi, Aparecido. Sentimos muito que sua experiência com nossa etapa de entrega tenha sido dessa forma. Vamos pensar em melhorias e se precisar de qualquer suporte é só acionar nosso time pela opção “Chamados e ajuda” do Portal do Parceiro.

  5. Muito bom, gostei
    Gostaria de um atendimento, pelo ifood com mais frequência, não tem um suporte, para auxiliar, gostaria de mais atenção
    Obrigado

    1. Felizes que gostou do conteúdo, Luiz Claudio! ❤️ Sempre que precisar de qualquer ajuda, é só acionar a opção “Chamados e ajuda” do Portal do Parceiro que temos um time pronto pra te auxiliar.

    1. Que bom que gostou, José Augusto! ? Depois conta pra gente qual dica funcionou melhor pro seu restaurante, combinado?

  6. E aí Achei interessante do seu artigo/post. Queria sugerir o Programa Classificados Grátis (PCG) para quem estiver lendo. O PCG é um software que permite anunciar em mais de 350 sites de classificados grátis, e pode ser uma excelente forma de aumentar a visibilidade de serviços e atrair novos clientes. Vale a pena conferir.

  7. Hello, you used to write excellent, but the last several posts have been kinda boringK I miss your tremendous writings. Past several posts are just a little out of track! come on!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

12/04/2024

Melhoria Contínua no Atendimento do iFood: conheça o Botão de Ajuda

12/04/2024

Aprenda a técnica food porn para caprichar nas fotos de comida

11/04/2024

Feedback do cliente: saiba como tirar proveito

 

Ingressos disponíveis!

Garanta sua presença no evento que vai mover o mercado de Food Delivery