O que é capital social e como saber o seu valor?

Quer saber o que é o capital social de uma empresa? Este post traz as informações que você precisa para acabar com as dúvidas.

Ao ingressar no mundo do empreendedorismo, é normal estranhar um pouco o vocabulário específico dessa área tão repleta de particularidades. O termo capital social, por exemplo, é um dos principais a serem compreendidos. Até mesmo para que você não acabe confundindo com outros parecidos, como “capital de giro”, mas que têm significados bem diferentes.

Para se ter uma ideia da importância do capital social, é ele que torna viável que o negócio funcione em seus primeiros meses de atividade. Entender como calcular esse valor da forma correta é o que vai garantir a sustentabilidade da empresa. Dessa forma, possibilita que ela sobreviva no mercado e tenha chance de crescer, posteriormente.

Continue a leitura e entenda mais sobre o capital social!

O que é o capital social e como é definido seu valor?

Capital social é o investimento feito por cada um dos sócios na abertura de um negócio. O valor é definido com base em todo o montante disponibilizado para a criação da empresa, seja em bens financeiros, seja em bens imateriais (marcas e patentes) ou materiais (imóvel, veículo, equipamentos etc.).

O valor do capital social é uma das informações que devem constar no contrato social da empresa — documento que faz com que ela passe a existir oficialmente. Por isso, os empreendedores precisam fazer uma estimativa do montante necessário para os gastos iniciais e para a manutenção das atividades durante alguns meses.

Qual é a importância do capital social?

O capital social é importante, pois é o que viabiliza o negócio. Ele permite providenciar toda a estrutura para dar início às atividades empresariais. Além disso, dá um fôlego imprescindível para a marca se estabelecer no mercado e alcançar um bom faturamento, aumentando seu patrimônio líquido.

Já em relação à parte burocrática da empresa, saber o capital social é uma exigência no momento da sua abertura. Ele também serve como base para definir as quotas de cada sócio. A parte de cada um no negócio é proporcional ao seu investimento.

Como saber meu capital social?

O capital social do seu negócio é a soma de todo o investimento feito por você e seus sócios, se for o caso. A parte de cada um é definida conforme o valor investido.

Saber definir qual é o capital social para começar uma empresa é fundamental para conseguir tirar a ideia do papel. Quando alguém decide abrir um negócio de alimentação, por exemplo, é preciso pensar nas despesas iniciais. Algumas delas são: aluguel do espaço, compra de mobiliário, equipamentos e ingredientes, contratação de funcionários e pagamentos de contas básicas (água e luz).

Calcular o capital social ajuda a entender quanto vai ser preciso investir e como os valores serão gastos. Por isso, confira alguns pontos a serem considerados nesse processo.

Estabeleça um plano de negócios

O plano de negócios da empresa é a ferramenta de gestão empresarial que guia as tomadas de decisão. Além disso, mostra o caminho a ser percorrido para a empresa ser bem-sucedida.

Ter esse planejamento em mãos é imprescindível para conseguir prever quanto vai ser preciso investir, a fim de colocar o negócio em funcionamento.

Considere a falta de lucro da empresa

Você também precisa considerar que o estabelecimento vai levar algum tempo para começar a dar lucro. Enquanto isso, as atividades serão mantidas graças ao capital social. Assim, é preciso estimar quanto isso vai custar.

Indique um valor mínimo no contrato social

Por mais que você tenha planos ambiciosos para o seu negócio, é melhor ir com calma na hora de definir o capital social. Considere o que vai ser necessário para abrir a empresa e mantê-la até que passe a dar lucro. Portanto, indique o valor mínimo para isso no contrato social. Posteriormente, você pode alterar o documento para aumentá-lo.

Para empresas classificadas como Sociedade Limitada (LTDA), não há um valor mínimo exigido de capital social. Entretanto, ele deve corresponder à soma dos investimentos dos sócios.

No caso da Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), também não há exigência de valor mínimo. Porém, é obrigatório informar um capital social e comprovar que o dinheiro existe. Para Empresa Individual (EI), por sua vez, não há valor mínimo nem exigência de comprovação.

Quem é Microempreendedor Individual (MEI) também não precisa de um valor mínimo, mas é importante estimar o capital social mesmo assim. Afinal, isso ajuda no controle dos gastos.

Embora não tenha que comprovar capital social, o MEI tem outras obrigações. Erik Rodrigues, do time de marketing B2B do iFood, alerta que é preciso “Pagar mensalmente o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), emitir notas fiscais a cada serviço prestado, enviar a Declaração Anual do Faturamento e preencher o relatório mensal no sistema”.

Outros fatores relevantes são o limite de arrecadação do MEI, “que não pode passar de R$ 81 mil ao ano”, e o limite de funcionários. “Sendo MEI, você pode ter apenas um”, completa.

Qual é a vantagem de aumentar o capital social da empresa?

A grande vantagem de aumentar o capital social da empresa é a possibilidade de viabilizar novos projetos e ajudar a empresa crescer. Isso pode ser feito por meio da entrada de novos sócios, os quais se tornam uma nova fonte de financiamento para o negócio.

Um dos benefícios de fazer isso é que, com novos investidores injetando recursos na empresa, pode não ser necessário pedir empréstimos. Além disso, os administradores têm liberdade para decidir como os valores serão utilizados.

Para alterar o valor informado do capital social no contrato social da empresa, é só fazer a alteração na Junta Comercial e arcar com as taxas correspondentes. Já a redução do valor, caso seja necessária, exige um processo um pouco mais complicado e com custo mais alto.

Isso porque inclui uma publicação em jornal para relatar a motivação da mudança e um prazo para a alteração ser autorizada, ocorrendo somente se não houver contestação de credores.

Como declarar o capital social?

O valor do capital social deve ser declarado no Imposto de Renda. Assim, não ocorrem discrepâncias entre o patrimônio pessoal do empresário e seus investimentos.

Para declarar o capital social no Imposto de Renda:

  1. acesse a ficha Bens e Direitos no programa de declaração do IR da Receita Federal;
  2. escolha a opção referente ao seu tipo de participação na empresa (cotas de capital ou ações);
  3. preencha os dados solicitados sobre a empresa;
  4. informe o valor do capital social.

O capital social faz diferença no plano de contas do estabelecimento e na manutenção de sua saúde financeira. Por esse motivo, calcular corretamente e registrar esse valor são algumas das primeiras ações a serem tomadas por quem vai começar um negócio.

Aproveite e confira agora 8 passos essenciais para a gestão financeira de restaurante!

Por iFood

Por iFood

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Parceiro iFood recebendo pedido.

Assine a newsletter e receba em seu e-mail novos conteúdos que vão ajudar a melhorar o desempenho do seu negócio!

POSTS RELACIONADOS

21/05/2024

Melhoria contínua: o que é, objetivo e como aplicar

20/05/2024

Confira como foi o Fórum de Restaurantes de Maio

20/05/2024

Embalagem para marmita: 6 melhores opções